SNS vai continuar sem oferta dentária e oftalmológica

Este ano, o Serviço Nacional de Saúde (SNS) tem mais dinheiro, mas vai continuar a não garantir a assistência mínima necessária em cuidados dentários e oftalmológicos. 

Se partir um dente ou precisar de usar óculos e não puder pagar a um médico privado, também não encontrará resposta no SNS. Terá de esperar por uma consulta com o médico de família e pela referenciação para o especialista hospitalar. Na melhor das hipóteses, segundo o semanário Expresso, vai ter acesso à reparação dentária ou à correção visual seis meses depois.

O Governo garante que no Orçamento do Estado para a Saúde em 2020 estão previstas verbas para reforçar a saúde oral e visual. No entanto, quem está no terreno afirma que não é nada de concreto. A única referência é o alargamento da oferta de saúde oral nos cuidados primários, com uma verba de 1,8 milhões de euros, que para os peritos ouvidos pelo semanário é uma opção errada.

O projeto para oferecer dentista em centros de saúde e Unidades de Saúde Familiar (USF), mediante a referenciação pelo médico de família, teve início em 2016 e deveria estar já em 200 pontos do país, mas, segundo o Expresso, ainda não há em 100.

Além disso, são sobretudo intervenções preventivas ou para tratamentos SOS. Os tratamentos mais onerosos – de reabilitação e com próteses -ficam de fora.

Outras das promessas por garantir é o alargamento do cheque-dentista. Os dentistas têm feito um apelo prioritário à inclusão das crianças aos dois anos mas não há qualquer evidência de que o Governo vá avançar.

Na oftalmologia, o cenário é ainda pior, segundo o Expresso, uma vez que não há qualquer aposta clara na assistência aos portugueses e os oftalmologistas preparam-se para apresentar um plano B ao Governo: vão reunir consultórios privados que queiram prestar serviços ao SNS, por convenção como nos exames ou por cheque-visão.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Ia jurar que já fui a várias consultas de oftalmologia num hospital público (a última foi há menos de um ano!) mas, se a notícia diz que “vai continuar sem oferta no SNS”, devo ter sonhado!…

RESPONDER

Bolsonaro nega ter chamado covid-19 de "gripezinha", mas fê-lo pelo menos duas vezes

O Presidente brasileiro negou na quinta-feira ter-se referido à covid-19 como "gripezinha", afirmando que não há nenhum registo que prove o oposto, apesar de a imprensa ter partilhado pelo menos dois vídeos com esse conteúdo. "Falei …

Cuba anuncia mais duas vacinas e já conta com quatro possíveis fármacos contra a covid-19

Cuba anunciou esta quinta-feira que vai começar os ensaios clínicos de dois projetos de vacinas contra a covid-19, que aumentam para quatro o número de possíveis fármacos deste tipo desenvolvidos na ilha para combater a …

Governo garante que não haverá limite de idade na vacinação. Marcelo fala em "ideia tonta"

O secretário de Estado Adjunto e da Saúde garantiu, esta sexta-feira, que a vacinação para a covid-19 não terá qualquer limite de idade e que os idosos e doentes com comorbilidades serão uma prioridade. Numa conferência …

Descontos nas ex-SCUT poupam privados, mas é o Estado quem sai lesado

Os descontos nas ex-SCUT, aprovados em Parlamento esta quinta-feira, poupam os privados, mas geram perdas de 1.500 milhões de euros para o Estado. Uma maioria de deputados ditou a aprovação da parte de uma proposta do …

Portugal com mais 67 mortes e 5444 novos casos de covid-19

Portugal regista, esta sexta-feira, mais 67 mortes e 5444 novos casos de infeção por covid-19, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 5444 novos casos, 3161 …

Microsoft vai contratar 300 pessoas, formar funcionários públicos e investir em startups em Portugal

A Microsoft Portugal e o Governo assinaram esta sexta-feira um memorando de entendimento, numa parceria que prevê reforçar a cooperação entre a empresa e o país. O protocolo assinado, descreve o Jornal Económico, estipula que a …

Jerónimo critica "ofensiva anticomunista" e justifica abstenção no Orçamento

O secretário-geral do PCP afirmou, esta sexta-feira, no discurso de abertura do XXI congresso nacional, que a abstenção na votação final global do OE2021 resultou da "persistência" do partido para garantir "importantes soluções". Jerónimo de Sousa …

Câmara de Lisboa pode encaixar 10 milhões com penalizações no IMI de imóveis devolutos

Desde este ano que a Câmara de Lisboa (CML) penaliza mais os proprietários de imóveis devolutos em zonas de pressão urbanística, tendo agravado o Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI). Em 2021, quer tornar toda a …

Estado não usou pandemia para negociar custos da Web Summit (e podia fazê-lo)

O Estado português não utilizou a pandemia de covid-19 que assola todo o mundo para tentar reduzir os custos de realização da cimeira tecnológica Web Summit de 2020, apesar de o contrato firmado permitir fazê-lo. …

Apoios a fundo perdido. Excesso de procura bloqueia sistema

A corrida aos apoios a fundo perdido no site do Balcão 2020, destinados a ajudar os setores da restauração, comércio e cultura, gerou um bloqueio na plataforma. A maioria dos empresários viram-se impossibilitados de entregar …