Smellicopter, o drone que usa uma antena de traça para detetar cheiros

Uma equipa liderada pela Universidade de Washington, nos Estados Unidos, desenvolveu o Smellicopter, um drone autónomo que usa uma antena viva de uma traça para navegar em direção aos cheiros.

Por serem tão pequenos, os drones conseguem ter acesso a lugares que os seres humanos não conseguem chegar, uma característica que se torna muito útil em situações de emergência.

Com este objetivo em mente, uma equipa de cientistas liderada pela Universidade de Washington quis desenvolver um dispositivo capaz de se mover em situações perigosas, “farejando” substâncias tóxicas para encontrar sobreviventes de acidentes, fugas de gás ou ameaças relacionadas com explosivos.

O resultado é um drone autónomo que usa antenas de traças para o ajudar a mover-se em direção a cheiros diferentes. “Usando uma antena de traça real, conseguimos obter o melhor dos dois mundos: a sensibilidade de um organismo biológico numa plataforma robótica cujo movimento pode ser controlado por nós”, explicou Melanie Anderson, da Universidade de Washington, citada pelo EurekAlert.

Os cientistas batizaram-no de Smellicopter, ou “Cheirocóptero” e o artigo científico foi recentemente publicado na Bioinspiration & Biomimetics.

As traças usam as suas antenas para detetar produtos químicos, procurar fontes de alimento e até eventuais companheiros. Como as antenas destes insetos são capazes de amplificar sinais químicos, os cientistas decidiram anestesiar traças Manduca sexta para, desta forma, retirarem as suas antenas e poderem usá-las neste drone biónico.

Uma vez separada, a antena permanece biologica e quimicamente ativa durante quatro horas, mas o intervalo de tempo pode ser estendido armazenando as antenas no frigorífico.

A antena foi depois conectada por fios a um circuito de análise, que deteta as alterações elétricas na antena conforme é exposta a odores. Para isso, a equipa comparou os sinais da antena com os sinais gerados por sensores eletrónicos enquanto submetia ambos aos mesmos cheiros, como etanol e perfumes florais.

A antena reagiu mais rapidamente e demorou menos tempo para recuperar entre os odores. “Do ponto de vista da robótica, isto é ótimo”, comentou o investigador Sawyer Fuller.

O drone não necessita de ajuda para procurar odores. O Smellicopter voa de forma autónoma, imitando o modo como as próprias traças procuram os cheiros.

O equipamento começa a sua busca movendo-se para a esquerda e, se não se cruzar com o cheiro específico que está a procurar, move-se para a direita pela mesma distância, evitando qualquer obstáculo que surja no caminho.Assim que deteta um odor, muda o seu padrão de voo para avançar na sua direção.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Sobrevivência da TAP depende da “implementação rigorosa” da reestruturação

O presidente executivo interino da TAP, Ramiro Sequeira, despediu-se esta segunda-feira dos trabalhadores sublinhando que a sobrevivência da companhia aérea dependerá da "implementação rigorosa" do plano de reestruturação. Num email enviado aos trabalhadores, a que a …

Novo (e nono) caso positivo de covid-19 no Euro 2020

Billy Gilmour não vai participar no último jogo da Escócia na fase de grupos, que pode terminar com uma qualificação inédita. Há mais um futebolista infetado pelo novo coronavírus, entre os que foram convocados para a …

Governo britânico estuda isenção de quarentena para vacinados

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, admitiu esta segunda-feira estar a avaliar a possibilidade de isentar de quarentena pessoas totalmente vacinadas contra a covid-19 que cheguem do estrangeiro, mas evitou falar sobre a expansão da “lista …

Ministra da Saúde quer “ganhar tempo” com vacinação para conter variante Delta

A ministra da Saúde admitiu esta segunda-feira que a variante Delta do coronavírus SARS-Cov-2 se tornará dominante em Portugal e disse que a estratégia é acelerar a vacinação contra a covid-19. “O que estamos a assistir …

Pais de bombeiro que morreu relatam vegetação lastimável na EN 236-1

Os pais do bombeiro Gonçalo Conceição, que morreu na sequência de queimaduras nos incêndios de Pedrógão Grande, relataram esta segunda-feira, no Tribunal Judicial de Leiria, que a vegetação junto à Estrada Nacional (EN) 236-1 estava …

Em 2020, nasceram em casa o dobro dos bebés do ano anterior. Mas não existe regulamentação

No último ano, os partos em casa aumentaram para quase o dobro em Portugal. No entanto, esta é uma realidade ainda sem regulamentação e que as seguradoras recusam financiar. Mais de 1100 mulheres optaram por …

Noah brincou e "comportou-se de forma muito normal". Alta hospitalar já foi autorizada

A criança de dois anos e meio que esteve desaparecida mais de 30 horas em Proença-a-Velha, concelho de Idanha-a-Nova, teve esta segunda-feira alta do Hospital Amato Lusitano, disse a diretora clínica daquela unidade hospitalar de …

Espanha. Indultos aos líderes catalães serão aprovados na terça-feira, anuncia Sánchez

O primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez, informou que o conselho de ministros vai aprovar na terça-feira a concessão de indultos aos líderes independentistas catalães, anúncio feito esta segunda-feira, no Grande Teatro do Liceu, em Barcelona. "Amanhã [terça-feira], …

Número de desempregados inscritos nos centros de emprego recua em maio

O número de desempregados inscritos nos centros de emprego recuou 1,7% em maio em termos homólogos e 5,1% face a abril, segundo dados divulgados hoje pelo Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP). De acordo com …

BE quer retirar da fatura elétrica taxa de carbono paga às barragens e eólicas

A coordenadora do Bloco de Esquerda anunciou, em Torres Novas, a apresentação de uma proposta para que os portugueses deixem de pagar taxa de carbono na energia produzida pelas barragens e eólicas, a exemplo do …