Site de genealogia “salva” homem preso há 15 anos por um crime que não cometeu

Ricky Davis é a primeira pessoa a ser libertada com recurso a testes modernos de ADN no estado da Califórnia e o segundo nos Estados Unidos.

Ricky Davis tinha 20 anos quando Jane Hylton, de 54 anos, foi assassinada na mesma casa onde ambos viviam na Califórnia. A moradia pertencia à avó do arguido e patroa da vítima, que teria acolhido Jane e a filha após se ter divorciado do marido. Na mesma casa vivia a filha da patroa, o neto Ricky Davis e a namorada Connie Dahl.

Na madrugada de 7 de julho de 1985, Ricky e a sua namorada encontraram a filha da vítima à porta de casa. Na altura, a jovem disse que se encontrava ali por ter medo de ser repreendida pela mãe, depois de ter ido a uma festa e ter chegado de madrugada a casa

Os três jovens acabaram por entrar juntos em casa. Quando entraram na habitação, encontraram sangue e Jane Hylton inanimada. Segundo os depoimentos prestados à polícia, os jovens chamaram de imediato o serviço de emergência, mas a vítima acabou mesmo por falecer.

Na altura, o marido da vítima chegou a ser considerado suspeito, mas acabou por ser ilibado. Em novembro de 1999, o caso foi reaberto e Connie Dahl, a namorada de Ricky, foi chamada a prestar depoimento novamente.

Segundo o Northern California Innocence Project, o seu depoimento foi completamente diferente do primeiro, pelo que acabou por alterar por completo o caso. Desta forma, no segundo depoimento, Connie incriminou o seu namorado como sendo o principal homicida de Jane Hylton, admitindo até envolvimento no crime.

Em agosto de 2005, Ricky Davis é levado para a prisão para começar a cumprir a pena de 16 anos de cadeia até prisão perpétua, pelo homicídio em 2.º grau de Jane Hylton.

Nove anos depois, em 2014, o Northern California Innocence Project volta a pegar no caso para exigir à procuradoria de El Dorado, na California, novos exames genéticos e de ADN aos vestígios do crime de 1985, uma vez que Ricky foi condenado praticamente apenas com o depoimento da namorada.

É então que os peritos forenses detetam ADN que não pertence ao condenado, que, entretanto, havia passado nove anos preso. Face às evidências, o caso é reaberto e, em 2019, ordenada a repetição do julgamento.

Segundo o The Guardian, na passada quinta-feira, dia 12 de fevereiro, Ricky Davis foi ilibado do crime e abandonou a prisão sem cadastro criminal, após passar quase 15 anos na prisão. A Procuradoria norte-americana confirmou que um outro suspeito foi identificado e detido em Roseville, apesar de a sua identidade não ter sido revelada.

Ricky Davis foi ilibado graças aos testes de ADN e às novas técnicas de análise genealógica forense. As autoridades recorreram a um banco público de amostras de ADN chamado GEDMatch, que contém um milhão de perfis de ADN. Esta base permite associar membros diretos da família ou membros mais afastados, como primos de 4.º ou 5.º grau.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Facebook promete investir 90 milhões para apoiar o jornalismo

A rede social Facebook prometeu esta segunda-feira investir 100 milhões de dólares (90 milhões de euros) na indústria do jornalismo. “O setor das notícias está a trabalhar sob condições extraordinárias para manter as pessoas informadas durante …

Covid-19 já faz estragos na indústria espacial. Concorrente da Space X declara falência

A empresa de satélites OneWeb, que tinha como objetivo ligar os lugares mais remotos do mundo à Internet, declarou esta sexta-feira falência depois de ter perdido um importante investidor por causa da pandemia de covid-19. …

CR7, Bernardo, Mourinho, Lage e mais 22 personalidades do futebol doaram 150 mil máscaras ao Hospital de Santo António

O agente Jorge Mendes juntou 26 personalidade do futebol, que vão desde jogadores, treinador e amigos, com o objetivo de dotar unidades hospitalares com materiais para combater a Covid-19. A iniciativa, que contou com a …

Italiana de 102 anos recuperou da covid-19. "Chamamos-lhe imortal"

Uma italiana, de 102 anos, recuperou da covid-19, depois de ter passado mais de 20 dias no hospital. Os médicos que a acompanharam vão agora estudar o seu caso. "Chamamos-lhe Highlander, a imortal", contou à CNN …

China já lucra com a Covid-19 (mas se a economia não engrenar depressa, pode nascer uma tempestade)

A China já está em fase de recuperação da Covid-19 e a economia do país dá sinais de vida, embora ainda longe dos patamares pré-pandemia. E o facto de o contágio continuar a alastrar por …

Cientistas de todo o mundo trabalham em 20 vacinas e 30 potenciais medicamentos

Cientistas em todo o mundo estão a trabalhar num total de 20 vacinas e 30 possíveis medicamentos contra o Covid-19, alguns dos quais já estão na última fase de testes antes da aprovação definitiva. De acordo …

Há uma vila na Lombardia sem infetados por Covid-19

Em Ferrera Erbognone, uma vila da Lombardia com mil habitantes e uma média de idades de 60 anos, ainda não se registaram casos de Covid-19, embora esteja no epicentro do surto em Itália. De acordo com …

Rei da Tailândia isola-se em hotel de luxo na Alemanha com 20 mulheres e vários servos

O rei da Tailândia, Maha Vajiralongkorn, decidiu isolar-se num hotel de luxo na cidade de Garmisch-Partenkirchen, na Alemanha, com a sua comitiva, que inclui um "harém" de 20 mulheres e vários servos. De acordo com o …

Rendas podem ser suspensas durante estado de emergência e mês seguinte

Empresas e famílias vão poder suspender o pagamento da renda nos meses em que vigore o estado de emergência e mês subsequente, de acordo com a proposta que cria um regime excecional de proteção aos …

Mais 11 pessoas detidas por desobediência. Número total sobe para 81

A PSP e a GNR detiveram até esta segunda-feira 81 pessoas pelo crime de desobediência no âmbito do estado de emergência iniciado dia 22 e decretado devido à pandemia de covid-19, anunciou o Ministério da …