Site de autenticação do Estado estará a partilhar dados pessoais com o Facebook

O site do sistema de autenticação do Estado – autenticacao.gov.pt – estará a partilhar informações pessoais de quem acede à página com o Facebook.

A denúncia foi feita pelo investigador João Pina no Twitter e confirmada pela revista Exame Informática que falou com um outro especialista na área, mas que não quis ser identificado.

O site tem integrado um kit de desenvolvimento de software (SDK) do Facebook que faz com que algumas informações dos visitantes do site sejam partilhadas com a rede social. De acordo com João Pina e a fonte ouvida pela Exame Informática, pelo menos o endereço de protocolo de Internet (IP) e a versão do browser do utilizador são partilhados com o Facebook.

“Sempre que vou a um site estou a dar certos dados. Agora, não tenho que dá-los a terceiros, que é o que está a acontecer aqui. Os meus dados estão a ir para terceiros. Ainda para mais o Facebook está no meio destas polémicas todas da privacidade de dados”, começa por defender João Pina. “Não há razão técnica que justifique estar a fazer isso”, acrescentou.

«A primeira coisa que o SDK do Facebook faz, quando o site é aberto, é introduzir um iframe dentro dessa página. Esse iframe contém uma ligação para o Facebook.com e a partir deste momento o Facebook sabe que, se a pessoa estiver autenticada no Facebook, está a aceder àquela página”, detalhou João Pina. No caso dos utilizadores com sessão iniciada na rede social, o Facebook consegue depois fazer uma correspondência com os restantes dados que já tem dessa pessoa.

Contudo, mesmo um utilizador que não tenha perfil no Facebook e aceda ao site, vai ter o endereço de IP e versão do browser partilhados com a rede social.

João Pina defende também que a Agência para a Modernização Administrativa (AMA), instituto responsável pela modernização administrativa em Portugal e pelo site, está a registar o email que o utilizador tem associado ao Facebook.

A AMA, questionada com a situação, remeteu o “esclarecimento técnico” para a informação disponível no site da plataforma de autenticação do Estado. Na página é dito que “o autenticação.gov disponibiliza outros meios de autenticação, como a utilização de um user (Utilizador) e password (Palavra-Chave) ou das redes sociais, disponíveis em serviços onde apenas é relevante conhecer o e-mail do utilizador, como por exemplo subscrições de newsletter, recorrendo à incorporação de métodos e código destas redes sociais#.

Num separador de informação dedicado especificamente às redes sociais, a página diz que “não são enviados dados para as redes sociais, de acordo com as melhores práticas. Apenas é incorporado código das redes sociais no autenticação.gov, o qual pode ser usado caso o método de autenticação selecionado pelo utilizador seja através de uma rede social”.

João Pina diz ainda que o mesmo SDK está integrado no site do governo – portugal.gov.pt – e que ambas as páginas têm a plataforma de análise de dados Analytics da Google. João Pina, porém, vê maior gravidade na plataforma de SDK do Facebook pela associação que a rede social pode fazer do acesso ao site com outras informações que já tem dos utilizadores e pelos escândalos de privacidade que tem vivido nos últimos anos.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Portugal no seu melhor! No tempo do Estado Novo eram 3 F, agora são cinco, a saber:

    Fado, Futebol, Fátima, Fraude e Faceboock….

    • Faceboock?
      O que é isso?
      Deves andar a abusar da Super Bock!…
      .
      Relativamente à notícia, quem usa o Facebook não partilha já voluntariamente toda a sua triste vida com o mundo todo?
      Pois…

      • Também “não sei o que é” o Faceboock, se isto significa que não tenho/uso (nunca criei conta).

        Também te poderia responder “Super Bock, o que é isso?” pois o que tenho bebido, muito, é Ipa marca Saudade…

        Uma coisa é a voluntariedade, outra é se ser “papado”!

  2. E o que são as Redes Sociais para além de serem – literalmente – “redes de pesca”?
    De modo livre e ingénuo, os peixinhos vão-se arrumando dentro das redes… No dia em que “alguém” quiser levantar uma determinada “rede”, os peixinhos já estão todos lá dentro…. e entraram de livre e espontânea vontade, e, sem recurso a qualquer violência…
    De modo hábil e disfarçado, o retrato COMPLETO de cada cidadão já está a ser construído, pixel por pixel, e nós é que vamos dando todas essas informações, cantando e rindo… Este é o verdadeiro chip completo.
    A estas informações de comportamentos sociais, por cruzamento de dados, a inteligência artificial adiciona tudo: as compras que fazemos, os locais que frequentamos, a nossa completa identificação e até a impressão digital. Neste momento, nós já estamos todos chipados e os nossos dados estão armazenados “algures”…
    “Não há almoços gratuitos”… Bilderberg já pensou em tudo…
    Assinado: Maria da Maia

    • Maria, quer ver até onde vai o buraco do coelho? Procure: Facebook Insider Confesses All: Mark Zuckerberg’s a Fraud Used by the C I A
      E já em 2009, quando isso começou a ser utilizado em força em Portugal, esse pequeno grande pormenor já era conhecido, e avisei muitas pessoas, mas caiu em ouvidos moucos… Agora não se queixem.

RESPONDER

Portugal regista mais quatro mortes e 636 novos casos de covid-19

Portugal registou, esta quinta-feira, mais quatro mortes e 636 novos casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 636 …

Luís Correia lança-se a Castelo Branco, num movimento que ainda não tem nome

O movimento ainda não tem nome e a apresentação da candidatura não tem data marcada, mas Luís Correia já assumiu que vai liderar uma candidatura independente à Câmara Municipal de Castelo Branco. Luís Correia vai testar …

Pavilhão de escola de Matosinhos fechado devido a estirpe de legionella

O pavilhão desportivo da Escola Secundária Abel Salazar, em Matosinhos, está fechado devido à presença de uma estirpe de legionella detetada nas canalizações, mas que "não constitui qualquer perigo para a saúde", confirmou a câmara …

TAP regista um prejuízo recorde de 1,2 mil milhões em 2020

Com menos 12,4 milhões de passageiros transportados, a TAP apresentou um resultado líquido negativo de 1,230 mil milhões de euros em 2020, contra um prejuízo de 106 milhões de euros em 2019, segundo dados enviados …

Chega organiza Convenção para "Governar Portugal" no fim de maio, mas promete "uso das máscaras"

O Chega vai organizar a sua III Convenção Nacional entre 28 e 30 de maio, em Coimbra, tendo por base a moção estratégica "Governar Portugal" do presidente reeleito, André Ventura, disse hoje à Agência Lusa …

Falta de plano e reservas face à viabilidade. Banco de Fomento chumba empréstimo à Groundforce

O Banco Português de Fomento (BPF) não aprovou o empréstimo de 30 milhões de euros pedido pelo Conselho de Administração da Groundforce, por não haver um plano de reestruturação da empresa e por falta de …

Operação Lex. Juiz Luís Vaz das Neves arrisca reforma compulsiva

O juiz Luís Vaz das Neves, ex-presidente do Tribunal da Relação de Lisboa e arguido na Operação Lex, arrisca passar à aposentação compulsiva.  De acordo com o Correio da Manhã, que avança a notícia esta quinta-feira, …

Nove administradores e 24 diretores. Banco de Fomento já terá fechado estrutura

O jornal ECO avança, esta quinta-feira, que a estrutura do Banco Português de Fomento vai contar com nove administradores, dos quais quatro são executivos, e 24 diretores. A estrutura do Banco de Fomento já estará fechada, …

Guerra aberta no PSD. Rui Rio arrisca repreensão, Adão Silva pode perder o mandato

Rui Rio, presidente do PSD, e Adão Silva, líder do grupo parlamentar, estão a ser alvo de um processo disciplinar aberto pelo Conselho de Jurisdição do partido e arriscam sanções. A decisão ainda não está tomada, …

A maior "cidade-fantasma" da China voltou a florescer (graças à educação)

Kangbashi, na Mongólia Interior, é considerada há muitos anos a maior "cidade-fantasma" da China. Agora, tem muito a agradecer a uma jogada inesperada, mas muito eficaz: o setor da Educação. Há alguns anos que Kangbashi, uma …