Síria. Crianças morrem ao frio após ofensivas do regime de Bashar Al-Assad

A intensificação da ofensiva das forças governamentais em Aleppo e em Idlib, na Síria, levaram a que milhares de famílias tivessem que se deslocar para o noroeste do país, na fronteira com a Turquia. Nas últimas semanas, devido ao frio, nove crianças morreram congeladas.

Segundo noticiou o Expresso, a história de uma delas, de 18 meses, é contada ao New York Times pelo pai, Ahmad Yassin Leila. “Eu sonho com estar aquecido”, indicou o homem, acrescentando que só queria que os filhos se sentissem aquecidos. “Não quero perdê-los para o frio”, frisou. A família vive num abrigo de cimento, parcialmente coberto.

As tropas do Presidente sírio Bashar Al Assad, com o apoio da força aérea russa, tem aumentado os ataques, levando a que quase um milhão de deslocados procurem abrigo em prédios alugados ou abandonados, com a maioria a dormir em tendas e outros nas ruas.

De acordo com o Expresso, há quem compre combustível para os aquecedores, enquanto outros queimam madeira, roupa e sapatos para se aquecer. Uma família acabou por provocar um incêndio na tenda onde vivia, matando dois filhos.

Alertas sobre as condições dos deslocados já foram feitas por diferentes organizações. Num comunicado de 18 de fevereiro, a UNICEF informou que a violência naquela zona do país obrigou à deslocação de mais de 500 mil crianças nos últimos três meses. Segundo a organização, desde o início de 2020 morreram pelo menos 30 crianças e outras 40 ficaram feridas devido ao aumento da violência na zona.

“A situação no noroeste da Síria é insustentável, mesmo para as padrões sombrios Síria”, afirmou Henrietta Fore, diretora-executiva da organização. “As crianças e as famílias são apanhadas entre a violência, o frio, a falta de comida e condições de vida desesperantes. Este desprezo abjeto pela segurança e bem-estar das crianças e das suas famílias está para lá de todos os limites”, afirmou ainda.

A diretora da Save the Children, Sonia Khush, chamou a atenção para as baixas temperaturas e para as “péssimas condições de vida” nos campos de deslocados em Idlib. “À medida que mais civis procuram desesperadamente segurança na fronteira da Síria com a Turquia, estamos preocupados que o número de mortos aumente também devido às condições de vida absolutamente desumanas” nesses campos, indicou.

O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) divulgou que 298 civis foram mortos desde o início do ano e cerca de 900 mil pessoas foram obrigadas a abandonar as suas casas desde dezembro.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Veneno de tarântula pode ser benéfico no tratamento de dores viscerais

Uma equipa de investigadores australianos identificou dois peptídeos do veneno da tarântula, que podem ajudar a aliviar dores em órgãos do sistema digestivo. Há algum tempo que os cientistas investigam a funcionalidade do veneno em doenças, …

Cientistas propõem reciclar beatas de cigarro para fazer tijolos

Os cientistas afirmam que se apenas 2,5% dos tijolos produzidos em todo o mundo, anualmente, incluíssem 1% de beatas, seria possível reciclar todas as pontas de cigarro a nível global. Um grupo de investigadores da Escola …

Taxa de natalidade desce quase um terço em cidade chinesa

As autoridades chinesas reconheceram oficialmente que a taxa de nascimentos em Xinjiang, cidade situada no noroeste da China, desceu quase um terço em 2018, comparada com o ano anterior. De acordo com a CNN, o governo …

Dynetics revela o módulo lunar do programa Artemis (incluindo o interior)

A empresa norte-americana Dynetics revelou, no dia 15 de setembro, um modelo em escala real do módulo lunar especialmente projetado para levar os astronautas da NASA à Lua já em 2024, como parte do programa …

Polícia de Nova Iorque de origem tibetana acusado de espiar ao serviço da China

Um polícia nova-iorquino originário do Tibete foi acusado de espionagem pelas autoridades norte-americanas por, supostamente, ter recolhido para o Governo chinês informações sobre a comunidade tibetana em Nova Iorque. De acordo com a acusação das autoridades …

Football Leaks. PJ desconhecia acesso das autoridades francesas às provas

O inspetor da PJ, José Amador, revelou, esta terça-feira, que esta polícia não teve conhecimento do acesso das autoridades francesas às provas apreendidas a Rui Pinto durante a sua detenção na Hungria. Na quinta sessão do …

Aldeões ajudam tropas indianas que enfrentam militares chineses nos Himalaias

Cerca de 100 residentes da vila de Chushul atravessam o território indiano de Ladakh para chegar a um pico dos Himalaias conhecido como Black Top, a uma altitude de mais de 4500 metros, levando suprimentos …

Detido na Rússia líder religioso que diz ser a reencarnação de Jesus

O líder religioso, que diz ser a reencarnação de Jesus, foi detido, na Rússia, esta terça-feira, durante uma operação especial. De acordo com as imagens divulgadas pelo jornal The Guardian, vários agentes da polícia, armados e …

Covid-19: Universidade de Coimbra tem novo programa de rastreio aleatório para alunos e docentes

A Universidade de Coimbra (UC) preparou um Plano de Prevenção e Protocolo de Atuação para garantir o regresso às aulas em segurança para alunos, professores, docentes e comunidade. "Tendo em conta a situação pandémica que estamos …

Jogador substituído aos 14 segundos

Substituição insólita foi realizada na primeira divisão da Estónia. Jovem nem tocou na bola. Jogo da 21.ª jornada do campeonato nacional da Estónia, primeira divisão. O FCI Levadia recebe o JK Nõmme Kalju e vence por …