/

Seul tem plano para destruir Pyongyang em caso de ataque nuclear

5

YONHAP / South Korean Ministry / EPA

-

A Coreia do Sul desenhou um plano para destruir a capital da Coreia do Norte, através de bombardeamentos intensivos, se Pyongyang mostrar sinais de ataque nuclear, disse fonte militar à agência sul-coreana de notícias Yonhap.

“Todos os distritos de Pyongyang, particularmente naqueles onde possa esconder-se o líder norte-coreano, serão completamente destruídos por mísseis balísticos e projéteis de alto poder explosivo assim que o Norte mostre sinais de usar arsenal nuclear. Por outras palavras, a capital do Norte será reduzida a cinzas e eliminada do mapa“, disse aquela fonte militar de Seul à agência sul-coreana de notícias Yonhap.

Os detalhes da operação são divulgados depois de o Ministério da Defesa sul-coreano ter dado conta do denominado “Castigo Massivo e Represália da Coreia do Norte” à Assembleia Nacional, em resposta ao mais recente teste nuclear do Norte.

O conceito operativo do Ministério de Defesa pretende lançar bombardeamentos preventivos contra o líder norte-coreano, Kim Jong-un, e a liderança militar do país, se forem detetados sinais iminentes do uso de armas nucleares ou em caso de guerra, explicou a fonte.

Nesse caso, a Coreia do Sul tem previsto lançar os seus mísseis balísticos Hyunmoo 2A e 2B, com um alcance entre 300 e 500 quilómetros, assim como os seus mísseis de cruzeiro Hyunmoo 3, cujo alcance é de mil quilómetros.

Seul anunciou, em meados de agosto, a intenção de incrementar de forma significativa o seu arsenal de mísseis para fazer frente à “crescente” ameaça armamentística da Coreia do Norte.

Outra fonte disse que Seul criou recentemente uma unidade especial encarregada da destruição da cúpula militar da Coreia do Norte, cuja missão se centra no “lançamento de ataques preventivos sobre eles”, segundo declarações recolhidas pela Yonhap.

A Coreia do Norte realizou na sexta-feira o seu quinto teste nuclear, o mais potente até à data, provocando um tremor de terra de magnitude 5,3 na escala de Richter.

/Lusa

5 Comments

  1. Não devemos ser pessimistas nem derrotistas mas, confesso, faz-me sempre confusão ler notícias destas.
    O Mundo está repleto de problemas Naturais, que podem ameaçar a longo prazo a nossa existência, sendo certo que a maioria desses problemas são resultado daquilo que fazemos (onde metemos a mão estragamos, florestas, oceanos, enfim, o ambiente no seu todo). Como se isto não bastasse, ainda têm que aparecer lunáticos a “governar” países, cujo instinto não está centrado num desenvolvimento sustentado, onde se inclui a protecção do ambiente como um aspecto central e a felicidade e bem estar das pessoas, mas que preferem apostar numa matriz belicista e destruidora.

  2. O Kimzinho não irá meter-se em tal aventura porque há partida saberia que seria a última, anda simplesmente entretido a brincar às guerrinhas mas tudo isso ficará entre portas que é para fazer crer aos seus subjugados de que vivem num paraíso capaz de destruir o resto do mundo porque ele é o mais poderoso, se o dia dos santos se virarem contra a igreja chegar o pobre louco terá o mesmo destino de outros loucos enforcados ou fuzilados pelos seus próprios cidadãos e será o fim da macacada.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE