“Será difícil não voltar a adiar a abertura” dos centros comerciais na região de Lisboa

johngarghan / Flickr

O presidente da Associação dos Médicos de Saúde Pública, Ricardo Mexia, considerou que “será difícil não voltar a adiar a abertura” dos centros comerciais na Grande Lisboa, tendo em conta os números da região nos últimos dias.

“Atendendo a que a decisão de adiar a abertura na semana passada foi tomada num determinado contexto e que esse contexto de agravou, vejo como difícil que a decisão agora possa ser diferente, que possa ser outra que não seja voltar a adiar a abertura”, disse o especialista em entrevista à Rádio Renascença.

O número de casos aumentou, o quadro está mais ou menos constante ao longo destes dias e eu acredito que deverá ser tomada uma decisão em linha com a de há uma semana, diferindo um pouco mais essa abertura, face ao risco envolvido”, considerou.

Portugal contabiliza pelo menos 1.447 mortos associados à covid-19 em 33.261 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim diário da Direção-Geral da Saúde, divulgado nesta quarta-feira ao fim da manhã. Relativamente ao dia anterior, há mais 11 mortos (+0,8%) e mais 366 casos de infeção (+1,1%).

Dos novos casos registados na quarta-feira, 92% foram detetados na região de Lisboa.

Os números revelados nesta quarta-feira revelam a maior taxa de crescimento registada desde 29 de aio e o maior número de novos casos identificados em 24 horas desde o dia 8 de Maio (quando foram detetados 553 novos casos), frisa o jornal Público.

Restrições poderão ser levantadas “muito brevemente”

Nesta quinta-feira, durante o debate quinzenal, o primeiro-ministro revelou que as restrições impostas na Área Metropolitana de Lisboa devido à pandemia de covid-19 poderão ser levantadas “muito brevemente”, uma vez que os focos de contágio identificados são “situações muito contidas”.

“Creio que muito brevemente estaremos em condições de levantar também aqui, na Área Metropolitana de Lisboa, as restrições às atividades cujo levantamento foi adiado na passada semana”, vincou António Costa durante o debate na Assembleia da República.

António Costa respondia ao líder parlamentar do CDS-PP sobre os “vários alertas em relação a cautelas que seriam importantes”, quando o executivo decidiu “avançar para esta segunda fase do desconfinamento”.

“Quando avançámos, a área de Lisboa tinha o R acima de 1, é agora aí que está a acontecer o problema, e que faltavam eventualmente algumas condições para o desconfinamento”, considerou Telmo Correia, querendo saber “que avaliação fará [o Governo] da situação concreta na Área Metropolitana de Lisboa”.

O democrata-cristão propôs igualmente que possa ser garantida uma “maior diferenciação de horários” entre os cidadãos, para evitar uma “concentração tão grande nos transportes”.

“Claramente não estamos numa situação de descontrolo da situação, estamos numa situação em que temos um número de casos que tem resistido a baixar”, sublinhou o Costa, apontando que o problema não é generalizado e tem resultado de “focos concretos”.

A reunião desta quinta-feira de Conselho de Ministros analisará o levantamento das restrições à abertura de centros comerciais e lojas do cidadão na região de Lisboa.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Pizza para Itália e salmão para a Noruega. Emissora pede desculpa por imagens usadas nos Jogos Olímpicos

O canal de televisão sul-coreano MBC pediu desculpa publicamente após usar imagens para representar países durante a cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Fotos de pizza para a comitiva italiana, de salmão para a …

"Quanto mais cedo, melhor". A dona da Marlboro apoia a proibição dos cigarros até 2030

O CEO da Philip Morris Internacional, dona da Marlboro, apoia a proibição da venda de cigarros, mas os activistas anti-tabaco já acusaram a empresa de hipocrisia por tentar comprar uma farmacêutica enquanto lucra com o …

Bezos e Branson não são astronautas, clarifica Administração da Aviação norte-americana

Dúvida instalou-se depois dos voos que levaram os dois bilionários ao espaço. Novas diretrizes da Administração Federal de Aviação vêm esclarecer.  Após os voos que os tornaram nos primeiros turistas espaciais, Jeff Bezos e Richard Branson …

Soldados afegãos buscam refúgio no Paquistão após perderem postos na fronteira

Quase meia centena de soldados afegãos buscaram asilo no Paquistão após perderem para os Talibãs o controle das posições militares na fronteira, informou o exército paquistanês esta segunda-feira. Centenas de soldados do exército afegão e oficiais …

Portugal ultrapassa Estados Unidos em população com vacinação completa

EUA vivem atualmente um planalto no seu processo de vacinação, com pouco mais de meio milhão de cidadãos a serem vacinados diariamente. Desaceleração no ritmo de inoculações é atribuída a motivações pessoais da população e …

Mulher que vestia camisola com capa do Charlie Hebdo ferida em Londres

Uma mulher que vestia uma camisola estampada com uma capa da revista satírica francesa Charlie Hebdo foi ferida levemente com arma branca no domingo em Hyde Park, em Londres, informou a polícia, que pediu colaboração …

Novo Banco. Comissão de inquérito aprova que resolução do BES foi "fraude política"

A comissão de inquérito ao Novo Banco aprovou uma proposta do PCP de alteração ao relatório referindo que a resolução do BES e a sua capitalização inicial, de 4.900 milhões de euros, foi "uma fraude …

BCP prevê saída de mais de 800 trabalhadores e admite despedimento coletivo

O presidente do BCP disse esta segunda-feira que deverão sair do banco mais de 800 trabalhadores, abaixo da meta inicial de 1.000, mas que depende dos funcionários que aceitarem rescindir e mantém a possibilidade de …

Jogos Olímpicos. Ouro e prata para atletas de...13 anos

Pódio muito jovem na estreia do skate feminino. A espreitar o pódio ficou uma norte-americana com quase o triplo da idade. O skate está a "viver" os seus primeiros dias na história dos Jogos Olímpicos. Inserido …

SEF e PSP reforçam fiscalização às regras aplicáveis nas viagens de avião

O SEF e a PSP reforçaram a fiscalização nos aeroportos às regras do tráfego aéreo devido às variantes de covid-19 e ao aumento do número de voos previsto para as próximas semanas, segundo um despacho …