“Será difícil não voltar a adiar a abertura” dos centros comerciais na região de Lisboa

johngarghan / Flickr

O presidente da Associação dos Médicos de Saúde Pública, Ricardo Mexia, considerou que “será difícil não voltar a adiar a abertura” dos centros comerciais na Grande Lisboa, tendo em conta os números da região nos últimos dias.

“Atendendo a que a decisão de adiar a abertura na semana passada foi tomada num determinado contexto e que esse contexto de agravou, vejo como difícil que a decisão agora possa ser diferente, que possa ser outra que não seja voltar a adiar a abertura”, disse o especialista em entrevista à Rádio Renascença.

O número de casos aumentou, o quadro está mais ou menos constante ao longo destes dias e eu acredito que deverá ser tomada uma decisão em linha com a de há uma semana, diferindo um pouco mais essa abertura, face ao risco envolvido”, considerou.

Portugal contabiliza pelo menos 1.447 mortos associados à covid-19 em 33.261 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim diário da Direção-Geral da Saúde, divulgado nesta quarta-feira ao fim da manhã. Relativamente ao dia anterior, há mais 11 mortos (+0,8%) e mais 366 casos de infeção (+1,1%).

Dos novos casos registados na quarta-feira, 92% foram detetados na região de Lisboa.

Os números revelados nesta quarta-feira revelam a maior taxa de crescimento registada desde 29 de aio e o maior número de novos casos identificados em 24 horas desde o dia 8 de Maio (quando foram detetados 553 novos casos), frisa o jornal Público.

Restrições poderão ser levantadas “muito brevemente”

Nesta quinta-feira, durante o debate quinzenal, o primeiro-ministro revelou que as restrições impostas na Área Metropolitana de Lisboa devido à pandemia de covid-19 poderão ser levantadas “muito brevemente”, uma vez que os focos de contágio identificados são “situações muito contidas”.

“Creio que muito brevemente estaremos em condições de levantar também aqui, na Área Metropolitana de Lisboa, as restrições às atividades cujo levantamento foi adiado na passada semana”, vincou António Costa durante o debate na Assembleia da República.

António Costa respondia ao líder parlamentar do CDS-PP sobre os “vários alertas em relação a cautelas que seriam importantes”, quando o executivo decidiu “avançar para esta segunda fase do desconfinamento”.

“Quando avançámos, a área de Lisboa tinha o R acima de 1, é agora aí que está a acontecer o problema, e que faltavam eventualmente algumas condições para o desconfinamento”, considerou Telmo Correia, querendo saber “que avaliação fará [o Governo] da situação concreta na Área Metropolitana de Lisboa”.

O democrata-cristão propôs igualmente que possa ser garantida uma “maior diferenciação de horários” entre os cidadãos, para evitar uma “concentração tão grande nos transportes”.

“Claramente não estamos numa situação de descontrolo da situação, estamos numa situação em que temos um número de casos que tem resistido a baixar”, sublinhou o Costa, apontando que o problema não é generalizado e tem resultado de “focos concretos”.

A reunião desta quinta-feira de Conselho de Ministros analisará o levantamento das restrições à abertura de centros comerciais e lojas do cidadão na região de Lisboa.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Cidade japonesa acaba de proibir a utilização de telemóveis enquanto se caminha

A cidade japonesa de Yamato acaba de aprovar uma proposta de lei que proíbe as pessoas de utilizarem telemóveis enquanto caminham. A cidade, localizada num subúrbio de Tóquio, entende que os telemóveis são um risco …

MIT apagou base de dados popular que ensinou IA a ser racista e sexista

O Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), nos Estados Unidos, viu-se obrigado apagar uma base de dados de treinamento de Inteligência Artifical (IA) depois de esta ensinar vários algoritmos a usar insultos racistas e sexistas. …

Escola Básica e fábrica de Paços de Ferreira encerradas, com nove casos positivos

A Escola Básica n.º 2 e a Fábrica de Lacados Abrelac, em Paços de Ferreira, Porto, foram encerradas após diagnosticados nove casos de covid-19 para “prevenção” e para “interromper as cadeias de transmissão”, disseram hoje …

Mais nove mortes e 328 casos confirmados em Portugal

Portugal regista hoje mais nove óbitos por covid-19, em relação a sábado, e mais 328 casos de infeção confirmados, dos quais 254 na região de Lisboa e Vale do Tejo, segundo os dados da Direção-Geral …

Cientistas criam miniatura de ondas de choque de supernovas (e quase desvendam um mistério)

Esta versão em miniatura das ondas de choque das supernovas pode ter ajudado os cientistas a chegar muito perto da resolução de um antigo mistério cósmico. Uma equipa de investigadores do Departamento de Energia do Centro …

Na Indonésia, são os recém-licenciados quem mais vai sofrer com o impacto económico da covid-19

A covid-19 continua a desacelerar a economia na Indonésia e pode causar graves impactos nos recém-licenciados que entram no mercado de trabalho pela primeira vez. Na Indonésia, o crescimento económico diminuiu para 2,97% durante o primeiro …

Mudanças climáticas ameaçam 60% das espécies de peixes do mundo

Uma nova investigação levada a cabo por cientistas do Instituto Alfred Wegener, na Alemanha, sugere que as mudanças climáticas podem destruir mais espécies de peixes do que se pensavam anteriormente. Se as temperaturas globais subirem …

Engenheiros desenvolvem célula de combustível duas vezes mais eficiente do que a de hidrogénio

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Washington, nos Estados Unidos, desenvolveu um novo processo para uma célula de combustível que funciona com o dobro da tensão das células a combustível tradicionais de hidrogénio. O novo …

Preços das bebidas concertados durante anos. Seis supermercados sob suspeita de cartel

Seis grupos de distribuição alimentar e dois fornecedores de sumos, vinhos e outras bebidas, foram acusados pela Autoridade da Concorrência de concertarem preços durante vários anos em prejuízo do consumidor. "Após investigação, a Autoridade da Concorrência, …

Sindicato denuncia mobilização forçada de médicos para tratar surto de Reguengos de Monsaraz

O Sindicado dos Médicos da Zona Sul (SMZS) denunciou hoje o que diz ser uma “mobilização forçada de médicos” pela Administração Regional de Saúde (ARS) do Alentejo para o combate ao surto de covid-19 de …