Padre morto em ataque jihadista em igreja francesa

-

Dois homens armados fizeram esta manhã vários reféns numa igreja perto de Rouen, no norte de França. Um padre foi morto e os assaltantes foram neutralizados pela polícia.

Segundo a BBC, que cita a imprensa francesa, os dois homens, armados com facas, entraram na igreja de Saint-Etienne de Rouvray, no norte de França, e fizeram vários reféns.

Entre os reféns estava um padre, a única vítima mortal do sequestro, duas freiras e alguns fiéis.

Em comunicado, o arcebispado de Rouen confirmou a morte do padre, Jacques Hamel, de 84 anos.

O presidente François Hollande confirmou que se tratou de um ato terrorista e que os dois homens disseram agir em nome do Estado Islâmico.

Segundo o jornal alemão Bild, a organização terrorista já reivindicou o ataque.

Agentes do corpo de elite da Brigada de Investigação e Intervenção da polícia estiveram no local para tentar pôr fim ao sequestro, que começou entre as 09h00 e as 09h30 da manhã.

A área foi interdita e a polícia pediu aos moradores para se afastarem daquela zona. Neste momento, estão a vasculhar a igreja e a tentar perceber se há explosivos no seu interior.

Os dois assaltantes foram abatidos pelas autoridades, confirmou o porta-voz do Ministério do Interior, Pierre-Henri Brandet, que acrescentou ainda que um dos feridos está em estado crítico.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Bem, o problema entrou na europa com toda a força.
    A questão agora é, o que vão fazer os governos para eliminar esta violência?
    Vão censurar as notícias sobre estes crimes, sim porque se tratam de crimes, como algum defendem? Não se esqueçam, se começarem a censurar estas notícias, brevemente a censura poderá passar a outros níveis.
    Alguém aceita passar a viver em sobressalto, sem saber se um maluco lhe vai cortar o pescoço, porque somos europeus?
    Alguém aceita viver com esta insegurança?
    Os fanatismos são todos perigosos, sejam eles políticos ou religiosos, mas situações extremas requerem medidas extremas…

  2. Ok, pelo menos não são só os judeus. Assim talvez se comece a pensar melhor no porquê disto tudo antes que eles larguem as facas e passem para as NUKEs…

  3. Isto é o Islamismo na sua genuinidade, por muito que isto custe à nossa sociedade multicultural. Aconselho a leitura de alguns livros escritos em primeira pessoa, não são estudos, são testemunhos: O véu rasgado; o preço a pagar por me tornar cristão; rosto queimado, e outros que existem no mercado livreiro.
    É só ler

  4. A Europa está a ser degolada dia após dia, resta agora saber se os europeus estarão dispostos a morrer inertes desta maneira com a complacência dos governantes atuais ou se estes decidem mudar de rumo ou se optam por ficar à espera que lhe apontem outras funções.

  5. O islamismo é diferente das outras religiões, tendo surgido para apagar e substituir pela força toda e qualquer religião, incluindo o ateismo (só ha 2 caminhos, conversão ou morte), ao contrario da biblia, o corão não tem interpretação, é o que lá está escrito e pronto, sendo que a versão horrorosa e violenta de Medina abrroga a versão (ou suratas) pacifica e tolerante de Meca.
    Mais, o Islão é um aniquilidor e inimigo de civilizações;
    – Os muçulmanos invadiram a Persia (Irão) (Kalid a espada de allá) e fizeram autenticos genocidios, apagando a civilização evoluida persa, (aquemenida) substituindo-a pelo atrasado do Islão.
    – Os muçulmanos invadiram a India e aniquilaram quase a civilização HIndu; foram tão violentos e separatistas que a India dividiu-se em Paquistão e Bangladesh para os Muçulmanos convertidos a fio de espada e a actual India também já infestada de muçulmanos, mas predominando ainda a civilização Hindu.
    – A indonesia era um reino budista, eis que chega um pregador muçulmano, engana nessa mentira chamada islão os indonesios e converte esse pais num pais muçulmano e os reis que acolheram esse pregador islamico tiveram que fugir para salvar a vida e aí, o islão apagou os vestigios da civilização budista, aniquilando esta.
    – O afeganistão já foi budista, eis que chega o islão, aniquila a civilização budista e recentemente até destruiram os budas de pedra, patrimonio da humanidade;
    – Tal como a destruição dos budas de pedra, o islão arrasa igrejas, sinagogas, cemiterios, mausoleus (veja-se tumbuktu no Mali) e como tal é um aniquilador da história e Arqueologia;
    – O islão tem por objectivo aniquilar o judaismo (pois esta comprova a mentira e barbárie do Islão: Porque razão maomé em Meca num dia degolou 800 judeus, roubou-lhes os seus bens, possuiu as suas mulheres como cuncubinas, porque? Ou os judeus são bestas (não me parece) ou ele era um demónio; a história inclina-se para o segundo adjectivo e isso deitará por terra o islamismo um dia, que é construido numa mentira e cujo seu maior inimigo é a verdade. Um dia o mundo perceberá claramente esse engano.
    – Só me resta concluir que o islão é um verdadeiro inimigo da raça humana, apagando os seus costumes e história locais e impondo a sua mentira criada por maomé.

Responder a XPTO Cancelar resposta

Trump obriga grupo chinês a vender operações do TikTok nos EUA

O Presidente norte-americano deu, na sexta-feira, 90 dias ao grupo chinês ByteDance para vender as suas operações do TikTok nos Estados Unidos, segundo um decreto presidencial assinado por Donald Trump. Trump tem acusado nos últimos meses, …

Pandemia fez com que quase metade dos portugueses poupe menos

Quase metade dos portugueses (48%) afirma poupar menos devido ao impacto da pandemia, embora mais de um terço assuma que a crise sanitária está a ter um efeito positivo nos seus gastos, segundo um estudo …

"Ministra da Insensibilidade Social". CDS pede a demissão de Ana Mendes Godinho

O CDS criticou este sábado a reação da ministra a Solidariedade Social à morte de 18 idosos num lar em Reguengos de Monsaraz e considerou que Ana Mendes Godinho desvaloriza o impacto da pandemia nos …

Esgotos de dois milhões de portugueses monitorizados para prever segunda vaga de covid-19

Os esgotos de dois milhões de portugueses estão a ser monitorizados para detetar a eventual presença do vírus da covid-19 e prever uma nova vaga. O Jornal de Notícias avança este sábado que a análise está …

Covid-19. Mais 198 infetados e 3 mortes em Portugal

Portugal registou nas últimas 24 horas mais 198 casos de infeção por covid-19 e três óbitos, de acordo com o boletim epidemiológico publicado pela Direção-Geral da Saúde (DGS). O boletim epidemiológico Direção-Geral da Saúde (DGS) desde …

Média já divulgaram publicidade institucional (mas Estado ainda não lhes pagou)

O Sindicato dos Jornalistas lamentou esta sexta-feira que o Governo não tenha disponibilizado os 15 milhões de euros relativos à compra antecipada de publicidade institucional, vincando que o executivo está em dívida com as empresas …

Autoridades admitem que extrema-direita vá vigiar manifestações antifascistas de domingo

A Frente Unitária Antifascista anunciou que vai organizar no próximo domingo duas manifestações - uma Lisboa (Praça Luís de Camões) e outra no Porto (Avenida dos Aliados). O mote é a luta contra o fascismo. Estas manifestações …

Marcelo não entende por que Portugal continua na "lista negra" do Reino Unido (e leu os relatórios de Reguengos)

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse, em declarações transmitidas pela RTP3, que não entende porque é que Portugal continua na "lista negra" do Reino Unido. Em declarações transmitidas pela RTP3 a partir de …

Estado só recuperou 21% dos créditos tóxicos do BPN

O Estado apenas recuperou 21% dos créditos tóxicos do Banco Português de Negócios, que derivaram da nacionalização da instituição bancária em 2008. Até final de 2019, o Estado só conseguiu recuperar 21% da carteira de créditos …

Novas matrículas "só" vão durar 45 anos (por causa das palavras obscenas)

O novo formato de matrículas entrou em vigor a 2 de março. As novas matrículas vão durar menos tempo do que poderiam porque não serão usadas combinações “que possam formar palavras ou siglas que se …