Segurança Social vai pagar creche dos filhos de trabalhadores da Autoeuropa ao sábado

Knoxville Museum of Art / Flickr

Ao sábado, as creches dos filhos dos trabalhadores da Autoeuropa passarão a ser pagas pela Segurança Social, num compromisso assumido pelo Governo. O novo horário de trabalho arranca já no final do mês.

A Segurança Social já identificou as vagas em IPSS onde os trabalhadores da Autoeuropa poderão deixar os filhos nos sábados de trabalho, garantindo o pagamento das creches nesses dias, disse à Lusa fonte do Governo.

Os detalhes sobre o apoio aos casais com filhos que trabalham na fábrica da Volkswagen de Palmela serão discutidos numa reunião que se realiza esta quarta-feira entre os serviços da Segurança Social e os recursos humanos da Autoeuropa.

Segundo disse à agência Lusa fonte governamental, a reunião servirá para fazer a correspondência entre as disponibilidades de vagas em Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) e as necessidades dos trabalhadores.

No encontro deverão ainda ser definidas as idades das crianças a apoiar, bem como a localização geográfica, uma vez que nem todas as famílias residem em Palmela.

A Segurança Social irá compensar os encargos das IPSS através do “complemento de horário em creche”, apoio que “durará enquanto houver necessidades por parte dos trabalhadores”, explicou a mesma fonte.

O valor do suplemento será apurado “caso a caso” e na reunião de quarta-feira “será avaliado” se o apoio às famílias pelo trabalho ao sábado poderá abranger o trabalho por turnos, à noite e aos domingos.

Em dezembro, após uma reunião conjunta entre o ministro do Trabalho, Vieira da Silva, a Comissão de Trabalhadores da Autoeuropa e a administração da empresa, o Governo garantiu que iria assumir “responsabilidades em algumas dimensões” como a criação e reforço de “equipamentos sociais de apoio à família” para responder aos novos horários da fábrica.

O novo horário da fábrica de Palmela entra em vigor no final do mês e deverá vigorar até agosto de 2018, altura em que a administração da Autoeuropa irá discutir com a Comissão de Trabalhadores o novo período para o resto do ano.

A questão colocou-se com o fabrico do novo modelo T-Roc e, após a rejeição de dois pré-acordos pelos trabalhadores sobre alterações aos horários de trabalho, na sequência do aumento da produção, a administração impôs unilateralmente o novo modelo laboral.

Apoio não é exclusivo para a Autoeuropa

O Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social veio esclarecer que o apoio agora prestado aos trabalhadores da Autoeuropa não lhes é exclusivo.

Segundo o jornal i, a Segurança Social remete para o Compromisso de Cooperação 2017/2018 com setor social e solidário, onde está previsto o apoio “Complemento de Horário em Creche”, que pode ser atribuído às Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) com acordo de cooperação com a Segurança Social.

“Este apoio, pago à IPSS, pode ser concedido quando, numa creche com acordo de cooperação com a Segurança Social, os pais das crianças atestem necessidades de horários alargados ou horário de funcionamento “distinto” de modo a que a creche assegure um horário ajustado às necessidades parentais”, diz a nota da tutela.

“Este apoio é concedido em IPSS que funcionam, regra geral, perto de empresas ou instituições onde existe trabalho por turnos. Ou seja, não é um apoio a conceder exclusivamente aos trabalhadores da Autoeuropa”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

13 COMENTÁRIOS

  1. Um escândalo! É uma vergonha esta inicitaiva do Governo. E ou outros trabalhadores ? Como vão ser tratados? E sou eu que vou pagar isto aqueles “meninos” que montam pópós para os abastados!!! Boa!! Isto é uma maravilha !!!! Viva a Geringonça!!!!
    O que estão a pedir é que a Auto Europa se deslocalize para Marrocos.

  2. É uma vergonha o que se passa na AutoEuropa.. trabalhadores com ordenado entre 1000 e 2 mil euros, reclamam de tudo e um par de botas.. eu se fosse director da auto Europa varria esses canalhas todos.. fazia uma nova formação e despedia esses bandidos todos… milhares de portugueses a ganhar o ordenado mínimo e a trabalhar fins de semana, e em contrapartida existem bandidos destes a expropriar as entidades patronais desta forma.. espero que a AutoEuropa vá mesmo para Marrocos.. esses agiotas que vão depois lavar terras!

  3. É bom que o governo não crie precedentes, ou será que o governo vai pagar a creche a todos os que trabalham ao Sábado, e que não têm a quem deixar os seus filhos, mas que ainda não reclamaram? Não estou a ver … Esses trabalhadores da Autoeuropa, não são melhor que ninguém. Se a empresa for para outro país porque os portugueses são teimosos e ficam mais caros, aí sim eles vão ter muuuuito tempo para ficar com os seus filhos, mas não vão ter o que comer. é o que acontece aos trabalhadores normais deste país.

    • Boa noite
      Concordo no que diz ,e ja venho a dizer isto a muito tempo , por causa de meia duzia de empregados de mer.. e por sindicatos com vertentes politicas que em política nunca chegaram a nada e agora com esta situação estão a querer aparecer como os que olham pelo povo.
      Isto é tudo uma treta que so acontece mesmo num pais como portugal.
      E fácil , fome eles não vão passar ,pois quando por causa desses poucos trabalhadores que são uma cambada de malandros querem ganhar muito e fazer muito pouco , quando isto sem contar com pequenas empresas subsidiárias da auto europa serão mais de 5000 mil sem trabalho…
      Eu quero ver depois como e que os palhaços que aqui aparecem a falar em favor desses trabalhadores de merd. se assim se podem chamar , vão reagir quando tiverem que pagar mais impostos para pagar subsídios de desemprego a mais de 5000 assim so de uma vez …
      Como sempre culpa o governo (não a cambada de palhaços que não querem trabalhar…

  4. estamos num país de palhaços, cá temos trabalhadores de primeira e de segunda, minha mulher ficou desempregada, nada tem direito a receber, esses meninos que ganham fortunas mamam e mamam de todos nós, vergonha, puxa agora com isto os Portugueses de segunda toca irmos a luta para ter direitos tão bem..

    Puxa não tenho filhos, mas tenho que pagar o bem estar dos filhos dos outros..

    Então se tenho obrigação de pagar algo, e sobre tudo que não me diz respeito, vou ver se esses sacanas me vão pagar as minhas contas, é uma vergonha ser roubado dessa forma..

  5. Será que algum de vocês leu a notícia até ao fim?! A ser verdade, não é um exclusivo dos funcionários da autoeuropa…
    Por outro lado, estes funcionários têm de ser solidários com quem recebe o ordenado mínimo e aceitar mudanças unilaterais de contrato, comer e engolir, é?! Cada um que lute como ache correcto para reinvindicar um trabalho justo, e na autoeuropa, se não o tivessem feito estariam a encher ainda mais o bandulho da empresa.

  6. Chega de incompetência e é inadmissível que este governo ceda perante uma exigência dos privilegiados trabalhadores da Autoeuropa. Estes que tomem o exemplo das trabalhadoras da Triumph, que não têm trabalho e lutam por o obter. Os da Autoeuropa têm trabalho ( o que querem é não trabalhar) e já são remunerados muito acima da média dos trabalhadores deste país.
    Em Portugal e desde sempre (veja-se o caso da indústria têxtil) sempre houve e há trabalhadores em turnos e a trabalhar aos fins de semana e nunca vimos o ineficiente/incompetente Ministério da Segurança Social a preocupar-se criando ou subsidiando Creches e Infantários que estejam abertos em fim de semana.
    Basta e sejamos razoáveis, já que do governo o que sabe é vender bem a sua imagem, à custa dos nossos impostos e contribuições.
    Que o Ministro se preocupe isso sim é com aquilo que cada mais funciona pior, como seja o Centro Nacional de Pensões, que está a demorar mais de 5 meses para atribuir as pensões de reforma, a quem trabalhou e pagou contribuições durante toda a sua carreira profissional e está a 1/2 ano para receber a sua pensão. Que falta de respeito…. No pico da crise em 2011/2012 o Centro Nacional de Pensões atribuía as reformas em 2 / 3 meses. Se calhar, agora até aqui funcionam as cativações das contribuições dos trabalhadores. Isto é uma vergonha…. terem os políticos a “lata” dizer que o país está melhor e o essencial estar, como está, pior. Ainda hoje os Jornais relatam situações de doentes estarem mais de 1000 dias à espera por uma consulta médica. Não precisamos que as “vacas” voem. Precisamos, isso sim, de respeito pelos cidadãos e de eficiência dos serviços do Estado.

  7. Volto a dizer , sai de portugal a mais de 16 anos pois nunca consegui vivercom a mentalidade de muitas pessoas em portugal ,hoje olho a isto tudo e vejo que realmente foi a melhor decisão que algum tomei.
    Tantas pessoas a quererem trabalhar nesse pais e não encontram trabalho e dispostos a trabalhar dia e noite se for preciso.
    Essa meia duzia trabalhadores de mer.. que ganham muito acima da media em portugal vão arranjar forma de mandarem mais de 5000 mil para o desemprego e mamar dos que trabalham novamente e levar novamente o pais para o buraco…
    Trabalhem cambada de malandros , que e disso que se faz a vida…
    Nos povo português ja fomos vistos como da melhor mão deobra em toda a parte do mundo , e incrivel como andando agora andando por este mundo fora o que ouvimos e que os portugueses estao pior que os brasileiros , so querem mamar e boa vida…
    E triste mesmo…

  8. Eu acho que o direito é o mesmo para todos , pois apesar de que na noticia estarem a dizer que chegara a todos , eu sinceramente não acredito.
    Seguramente vão inventar umas quantas regras que deixarão a maior parte de fora.
    E para quem acredita que isso saira gratuito ao bolso dos contribuintes eu digo ,parem de ser tão crentes e ingênuos pois de uma forma ou de outra vai sempre ser o ze povinho a desembolsar….

  9. Eu tambem como contribuinte honesto para com o Governo, tambem quero osufruir destes direitos, emporraram me para o estangeiro para garantir o meu sustento e do estado português e deixar os meus filhos por minha conta em portugal. São fins de semana e Dias huteis, obga estado português , por esse andar portugal não é dos portuguses mas sim dos ricos.

  10. A VW com o escândalo que teve e continua a ter com as reparações feitas aos veículos aldrabados já nem devia de existir como é que ainda compram carros desta marca?
    Gostava de ver se a situação fosse por exemplo a VW ser uma empresa portuguesa o que lhe teria acontecido…
    Bom… não critiquem mas exijam também igual ou melhor

  11. Que bonito!…
    Uma empresa mafiosa (VW) faz a maior burla de sempre da industrial automóvel e para compensar os prejuízos resolve fazer um carro que venda muito/lucro rápido, obrigando os trabalhadores a trabalhar ao Sábado, e, no fim, o Estado é que tem que pagar a creche aos filhos dos trabalhadores?!
    No mínimo dos mínimos, a AutoEuropa deveria pagar a creche!!
    Já há tantas empresas portugueses a pagar a creche aos filhos dos trabalhadores (e muitos nem sequer tem que trabalhar aos Sábados) e nenhuma tem a dimensão da VW, portanto…
    Mas, a administração da VW preferiu dar uma indemnização de mais de 25 milhões ao presidente da VW que foi demitido na sequência do Dieselgate, e, assim é difícil sobrar dinheiro para ajudar a melhorar as condições de vida dos trabalhadores que realmente produzem e criam riqueza para a empresa!…

Responder a Adsm Cancelar resposta

Fisco vai controlar declarações de IRS de beneficiários do programa "Regressar"

A Autoridade Tributária e Aduaneira vai desenvolver mecanismos para verificar se os contribuintes abrangidos pelo regime fiscal do programa "Regressar" reúnem as condições exigidas, prevendo-se que parte desse controlo ocorra com a entrega da declaração …

Greta Thunberg vai de Lisboa a Madrid num carro elétrico emprestado por Espanha

A Junta da Extremadura, região espanhola, disponibilizou um carro elétrico à jovem ativista sueca Greta Thunberg para que possa viajar de Lisboa para Madrid para assistir à Cimeira do Clima respeitando o meio ambiente, adiantou …

Enfermeiros garantem voltar à luta com os 200 mil que sobraram do crowdfunding

Os enfermeiros, que no ano passado iniciaram o "Movimento Greve Cirúrgica", pretendem voltar às ações de protestos com os cerca de 200 mil euros que restaram da campanha de crowdfunding. A intenção é revelada por …

OCDE: Nova crise pode tirar metade do rendimento às famílias portuguesas

Uma nova crise económica e financeira a nível global pode ter efeitos dramáticos para as famílias portuguesas, levando à perda de metade dos seus rendimentos. Esta é a previsão da Organização para a Cooperação e …

O cofre da rica mãe, heranças às dúzias e a vida "sem luxos". O que Sócrates disse a Ivo Rosa

Foram cerca de 20 horas de interrogatório no âmbito da Operação Marquês, em que José Sócrates manteve, perante o juiz Ivo Rosa, a versão de que as avultadas quantias de dinheiro que gastou nos últimos …

Associados podem ser chamados a resolver "buraco" do Montepio

Os cerca de 630 mil associados e pensionistas da Associação Mutualista Montepio Geral correm o risco de virem a ser chamados para resolver as perdas da instituição financeira, escreve o jornal Público. De acordo com o …

Bolívia divulga vídeo que sugere que Morales incitou bloqueios à entrada de alimentos

Arturo Murillo, ministro do Governo da Bolívia, divulgou na manhã de quarta-feira um vídeo que sugere que o antigo presidente do país, Evo Morales, incitou os bloqueios à entrada de alimentos que fragiliza o país. Os …

Christine Lagarde foi conselheira de duas empresas sediadas em paraísos fiscais

Christine Lagarde, presidente do Banco Central Europeu (BCE) desde outubro, foi conselheira de duas filiais da empresa de advocacia Baker & McKenzie (BM) entre 2003 e 2005, ambas sediadas em países considerados à data paraísos …

Provas contra Trump "são claras". "Ele usou o cargo para fins pessoais", diz Nancy Pelosi

A presidente da Câmara dos Representantes e líder da maioria democrata na câmara norte-americana, Nancy Pelosi, declarou na quinta-feira que considera já haver provas suficientes para afirmar que o Presidente deve ser destituído. Contudo, segundo avançou …

Benfica tem seis jogadores de malas feitas. Um deles chegou em julho

Há seis jogadores que poderão estar de saída do emblema da Luz, sendo que um deles, Caio Lucas, chegou em julho ao clube. O agente de Samaris já veio negar a saída do seu cliente. Bruno …