Satélite de televisão da Boeing está em risco de explodir (e pode ameçar outros)

Boeing

Após um acidente inexplicável, um satélite construído pela Boeing e operado pela DirecTV está em risco de explodir nas próximas semanas.

O satélite, chamado Spaceway-1, orbita cerca de 35 mil quilómetros acima da Terra desde 2005, tendo fornecido cobertura televisiva de alta definição durante muitos anos antes de ser “despromovido” para um satélite de backup.

Em dezembro de 2019, a aeronave sofreu uma “grande anomalia” que resultou em “danos térmicos irreversíveis” a suas baterias, segundo escreveu a DirecTV na semana passada num comunicado da Federal Communications Commission (FCC) dos Estados Unidos.



Embora o Spaceway-1 tenha contado com os seus painéis solares para energia nos últimos meses, a nave em breve entrará na sua “estação do eclipse” – um período em que o satélite paira na sombra da Terra – e as baterias devem ser ativadas.

Quando a temporada começar em 25 de fevereiro, as baterias danificadas provavelmente explodirão após a ativação, destruindo o satélite e colocando em risco outros satélites próximos.

O satélite segue uma órbita geoestacionária, permanecendo numa parte específica da Terra enquanto gira, que é a órbita mais alta possível para satélites em uso. Devido à alta localização da nave, redirecionar a nave para baixo – onde outros satélites em uso circulam – para que possa eventualmente queimar na atmosfera não é uma opção viável.

Em vez disso, em 19 de janeiro, a DirecTV solicitou que a FCC permitisse que a empresa reposicionar o satélite para uma órbita mais alta conhecida como “órbita do cemitério”, aproximadamente 300 quilómetros acima do seu local atual, onde Spaceway-1 poderia explodir em paz.

Normalmente, explica o LiveScience, a desativação de um satélite envolve a libertação de todos os propulsores restantes. O processo pode demorar demorar vários meses, dependendo da quantidade de combustível restante no tanque. Porém, não resta assim tanto tempo ao Spaceway-1.

A FCC dita que todos os satélites em fim de vida precisam de esgotar o seu combustível antes de entrar numa rota a 300 quilómetros acima da órbita geoestacionária. No caso do Spaceway-1, o procedimento poderia demorar entre dois a três meses. No entanto, a DirectTV pediu autorização à autoridade reguladora para esgotá-lo em apenas 30 dias. Pedido esse que foi aceite.

De acordo com a AT&T, empresa controladora da DirecTV, o satélite que está prestes a explodir “é um backup e não prevemos impactos no serviço ao consumidor”.

Antes da identificação do problema nas baterias, a DirectTV tinha intenções de manter o Spaceway-1 a funcionar até 2025, ultrapassando largamente o período de vida útil do equipamento. Contudo, agora, a prioridade da empresa é desativá-lo e retirá-lo da órbita geoestacionária.

  ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

O segredo da Coreia do Sul para combater a covid-19? Tecnologia de ponta e toque humano

O sucesso da Coreia do Sul a combater a pandemia de covid-19 não assentou apenas no recurso à tecnologia de ponta — também envolveu o tradicional toque humano. De acordo com um recente relatório da Câmara …

Governo: voto contra do Bloco é "definitivo". Marcelo diz que chumbo provoca dissolução

O Governo afirmou este domingo que entendeu o anúncio de voto contra por parte do BE como “uma posição definitiva”, remetendo eventuais novas negociações com este partido para a fase da especialidade do Orçamento do …

Soldados do exército chinês alinhados.

Chinesas querem "empregos de homem" — mas o sistema educacional corta-lhes as asas

Várias escolas, academia e universidades chinesas impõe cotas que limitam o acesso de estudantes do sexo feminino. Mulheres têm de tirar notas mais altas do que os homens para entrar. Um pouco por todo o mundo …

"A Escola de Atenas", quadro de Rafael Sanzio.

Ideias da filosofia grega podem ter-nos conduzido às alterações climáticas

Algumas das ideias defendidas por antigos filósofos gregos podem ter conduzido a civilização rumo às alterações climáticas. Incêndios florestais causados por ventos crescentes e um calor sem precedentes cercaram Atenas, Grécia, no verão passado, cobrindo os …

Vizela 0-1 Benfica | Milagre de São Rafa no último suspiro

A ressaca pós-goleada frente ao Bayern, na Liga dos Campeões, foi difícil para o Benfica. Os comandados de Jorge Jesus sentiram muitas dificuldades frente a um Vizela que sabia que o seu adversário iria patentear …

Otoniel, o camponês paramilitar (e criminoso mais procurado da Colômbia) foi capturado

O governo da Colômbia anunciou este sábado a captura do narcotraficante mais procurado do país, Dairo Antonio Úsuga (com a alcunha de 'Otoniel'), por quem os Estados Unidos ofereciam uma recompensa de cinco milhões de …

"Tratam as doentes como histéricas". O longo caminho da Medicina até levar a sério a dor feminina está a custar vidas

Muitos dos avanços na medicina tiveram apenas metade da população em conta. Para além da falta de representação das mulheres nos estudos médicos, a dor e os relatos das pacientes são muitas vezes desvalorizados nas …

Bloco faz ultimato: vota contra o OE se até 4ª feira o Governo "insistir em impor recusas"

A coordenadora do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, avisou este domingo que o BE votará contra o orçamento se até quarta-feira “o Governo insistir em impor recusas onde a esquerda podia ter avanços”, mantendo, no …

Nova faca de madeira é três vezes mais afiada do que as de aço - e pode ser lavada após ser usada

Através do uso de métodos alternativos, uma equipa de cientistas criou uma nova forma endurecida da madeira que pode ser transformada em facas afiadas. A equipa da Universidade de Maryland, nos Estados Unidos, refere que as …

Áustria planeia confinar quem não estiver vacinado contra covid-19

O governo austríaco anunciou que, se ocupação de camas de Unidades de Cuidados Intensivos com pacientes covid-19 atingir nível crítico, pessoas não imunizadas poderão sair de casa apenas em casos excepcionais, como compras essenciais e …