Uma sardinha no pão chega a custar 5 euros no Santo António

A sardinha é a grande figura dos Santos Populares, e num ano marcado pelas limitações na pesca, quem for para os arraiais de Lisboa, para celebrar o Santo António, pode esperar um aumento de preços. Há casos em que uma sardinha no pão chega a custar 5 euros.

Os preços a pagar por uma sardinha, no Santo António, podem variar entre 1,50 euros e quatro euros, mas nalguns casos os preços chegam aos cinco euros, segundo dados apurados pelo jornal i no bairro de Alfama.

Este bairro lisboeta é especialmente procurado por turistas, o que pode ajudar a explicar este preço inflacionado. Mas as limitações impostas à pesca de sardinha, neste ano, também são uma justificação.

“Os preços sempre aumentaram, nesta altura, porque a procura é sempre muito elevada, mas se há uns anos atrás era possível duplicar a quantidade que era pescada para responder às necessidades, actualmente não é possível”, explica ao i João Almeida, da Federação dos Sindicatos do Sector da Pesca (FSSP). “A lei da oferta e da procura leva a este tipo de situações”, considera.

Mas, na maioria dos casos, o preço da sardinha ainda se situa nos 1,50 euros, como noutros anos.

Predomina a sardinha congelada

A comerciante Raquel Chaves, responsável pelo “Retiro Tia Alice”, em pleno bairro de Alfama, explica à Agência Lusa que o preço da sardinha nas docas “subiu um pouco”, em relação ao ano anterior, mas que houve necessidade de manter os valores na venda ao público porque a adesão por parte dos turistas “está fraca só por si”. “Nota-se bastante, tanto nas mesas como na rua”, lamenta.

Raquel Chaves acrescenta que o “Retiro da Tia Alice” compra sardinha congelada, uma vez que a fresca “não vale a pena, porque fica seca quando vai à chapa”.

No “Retiro da Recoqueira”, Ana Palma também está a vender a sardinha a 1,50 euros a unidade, preço que se mantém igual “há sete anos”.

“As pessoas já se queixam que vir aos Santos é caro. Enquanto der para manter, vamos deixar assim o preço”, sublinha Ana Palma que também compra sardinha congelada “porque é mais prático”.

O “Retiro Tia Beatriz” também trabalha “mais à base de sardinha congelada, mas boa”, diz à Lusa a responsável do espaço, Cecília Lopes.

O “Retiro Mãe e Filhos”, localizado no centro do arraial de Alfama, é um dos mais procurados pelos turistas, e Tina Costa, a responsável, diz que a sardinha está entre um euro e 1,50 euros. O peixe é “fresco”, garante, revelando que, por dia, são vendidas “umas cinco caixas”, com “à volta de dez quilos” cada.

O ponto alto das Festas de Lisboa deve acontecer entre terça-feira e quarta-feira, e até ao final do mês há arraiais por toda a cidade.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. E chamam-lhe a isto Santos Populares, o que seria se fossem impopulares! Nada como ficar por casa e comer uma boa sardinhada como fizemos hoje os três da casa pelo preço de uma sardinha no pão no Santo António, nada de alimentar chulos!.

    • Concordo inteiramente com a sua posição, mas como em tudo o que acontece de diferente, excêntrico ou porque é socialmente correcto, são as pessoas que alimentam essas situações; é claro que os comerciantes aproveitam para ganharem mais uns euros….a culpa não é deles, é de quem alimenta essa situação. Eu e a minha família, gostamos de sardinhas…compro-as congeladas, mais baratas e vão directamente para a grelha com uns salpicos de sal. Acrescento uma salada e umas batatas cozidas com casca e temos uma refeição económica , em família e não alimentamos oportunistas.

    • Pois. pois… 5€ por uma sardinha no pão… chulos/oportunistas!…
      Agora imagina que a “civilização” ocidental deixava de comprar Iphones, Nike’s, McDonald’s, Coca Cola’s, Disney’s, Google’s, Facebook’s, Igreja Católica, IURD’s, etc, etc…
      Lá se ia a “cultura pop” (“popular”) e grande parte da “chulice”!…
      Mas, claro que os piores são mesmo os vendedores de sardinhas no pão por 5€ cada!…

RESPONDER

Depois do "selo Brexit", os correios da Áustria emitem o "selo corona" impresso em papel higiénico

O serviço postal da Áustria uniu dois pontos da pandemia do novo coronavírus ao criar um selo impresso em papel higiénico que, segundo os correios, as pessoas também podem, a qualquer momento, usar para ajudar …

A Moog celebra os 100 anos do Theremin com um novo instrumento: o Claravox Centennial

Este ano marca o 100º aniversário do Theremin - um dos primeiros instrumentos musicais completamente eletrónicos, controlado sem qualquer contacto físico pelo músico. Para celebrar vai ser lançado o Claravox Centennial. Foi em 1920 que Leon Theremin, …

Depósito inexplorado na Sibéria tem uma das maiores reservas de ouro do mundo

O maior produtor de ouro da Rússia, PJSC Polyus, anunciou esta semana que o seu depósito inexplorado em Sukhoi Log, na região siberiana de Irkutsk, possui uma das maiores reservas mundiais deste metal preciosos. De …

Os novos iPhones não trazem carregador. Apple poupa muito nos custos, mas não no ambiente

A Apple decidiu vender os seus novos iPhones sem carregador ou auscultadores, alegando que a alteração tem em conta o ambiente, uma vez que serão utilizados menos produtos na embalagem dos telemóveis, mas os especialistas …

Caça ao tesouro secular. Lendária ilha pode esconder Santo Graal, manuscritos de Shakespeare e jóias reais

Perto da Nova Escócia, no Canadá, há uma lendária ilha com misteriosos túneis e estranho artefactos. Há quem acredite que esconde o Santo Graal, os manuscritos de Shakespeare e um tesouro de um capitão. Porém, …

Aprender "baleiês" pode evitar choque de navios com o animal

Uma equipa de cientistas da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, tem uma nova ideia para salvar as baleias-azuis em migração das colisões com navios. Durante a época de migração das baleias-azuis, os animais enfrentam sérios …

Afinal, os carros elétricos não são a melhor resposta para combater as alterações climáticas

Os carros elétricos, surgem como alternativas mais sustentáveis aos veículos a gasolina ou gasóleo, podem não ser a melhor forma de combater as alterações climáticas no âmbito dos transportes, de acordo com um novo estudo. …

Seria Jesus um mágico? Há arte romana que parece sugerir que sim

Em alguma arte antiga, Jesus é retratado a fazer milagres com algo na mão que parece ser uma varinha. Investigadores sugerem que se trata de um cajado, que era usado como símbolo de poder. Segundo a …

Nem todos os clubes estão a afundar – alguns estão a prosperar durante a pandemia

Nem todos os clubes estão a sofrer às mãos desta pandemia de covid-19. Alguns deles têm conseguido bons resultados financeiros apesar da crise. A covid-19 provou ser um adversário devastador para o desporto profissional em todo …

Kibus: o aparelho que vai revolucionar a forma como os nossos cães se alimentam

Ter cães como melhores amigos pode ser muito benéfico, mas também traz a sua dose de trabalho e responsabilidades. Levar ao veterinário, dar banho, levar a passear, brincar, dar de comer... No fundo é como …