/

Santander Totta atinge lucros históricos (mas perde trabalhadores e balcões)

Mário Cruz / Lusa

O Santander Totta perdeu 249 trabalhadores e 30 balcões em 2019 quando comparando com 2018, de acordo com os números conhecidos hoje juntamente com a divulgação de resultados anuais, um lucro de 527,3 milhões de euros.

De acordo com os dados hoje divulgados, o banco liderado por Pedro Castro e Almeida contava com 6.188 trabalhadores no final de 2019, uma redução de 249 face aos 6.437 registados no mesmo período de 2018.

A instituição explica que o crescimento do produto bancário em 7% no ano de 2019 refletiu “a evolução positiva ao nível das comissões, da atividade de seguros e de resultados em operações financeiras”.

Em termos de balcões, o Santander Totta fechou 2019 com 505, menos 30 do que os 535 com que tinha terminado o ano de 2018.

Face aos números do terceiro trimestre de 2019, o Santander perdeu desde setembro de 2019 até ao final do ano 83 trabalhadores e 34 agências. Em setembro de 2019, o Santander contava com 6.271 trabalhadores e 539 agências.

Os cinco maiores bancos a operar em Portugal registaram um agregado de menos 807 trabalhadores e 193 agências entre o final de setembro de 2018 e o mesmo período de 2019, de acordo com dados das instituições.

  ZAP // Lusa

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.