O sangue azul do caranguejo-ferradura é fundamental para a vacina da covid-19. Mas há um problema

O sangue azul do caranguejo-ferradura pode ser um elemento muito importante para encontrar a vacina para a covid-19, mas há um grande senão.

O sangue azul do caranguejo-ferradura (Limulus Polyphemus) é a única fonte natural conhecida que contém lisado de amebócitos de Limulus, um extrato de células que deteta endotoxinas, uma substância que pode ser encontrada na membrana externa de algumas bactérias, fatal para a saúde dos seres vivos.

Este sangue azul tem vindo a revelar-se um elemento fundamental para testar várias vacinas, incluindo a vacina contra a covid-19, uma vez que, se alguma bactéria for encontrada, o sangue do animal coagula e transforma-se num gel.

No entanto, segundo avança a Visão, a utilização do sangue do caranguejo-ferradura para os estudos das vacinas de combate à covid-19 está a gerar uma onda de polémica no seio da comunidade científica, já que, todos os anos, várias empresas farmacêuticas utilizam meio milhão destes animais para extrair o seu sangue de uma veia perto do coração, devolvendo-os ao oceano.

Mas esta prática revela-se fatal para a grande maioria e já conduziu a um declínio da espécie na costa do Atlântico nos últimos 10 anos.

O caranguejo-ferradura está em vias de extinção, pelo que é muito importante preservar ao máximo esta espécie. Apesar de estes animais serem importantes para a busca da cura para a covid-19, o maior problema reside na extração do sangue dos animais para estudar as vacinas.

Em 2016, o Fator C recombinante (Rfc), um teste que ajuda a detetar endotoxinas, foi aprovado como alternativa ao lisado, mas, em junho deste ano, a FDA recusou-se a aceitar a rFC como uma alternativa, afirmando que a sua segurança não estaria totalmente comprovada.

Uma vez que as alternativas disponíveis podem não ser suficientes, a busca da cura para a covid-19 pode comprometer os caranguejos e os ecossistemas marinhos que dependem deles.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. “Mas esta prática revela-se fatal para a grande maioria ”

    Há alguma fonte para isso? Tudo o que eu li aponta para taxas de mortalidade entre os 10% e os 30%, o que é longe de ser uma “grande maioria”.

RESPONDER

Já pode "adotar" um pedaço de Notre-Dame para ajudar na sua reconstrução

Uma organização está a dar a oportunidade de o público ajudar na reconstrução de artefactos específicos da catedral de Notre-Dame, em França, que foi parcialmente destruída por um incêndio em 2019. De acordo com a cadeia …

Proporção divina identificada na gerbera

Descobrir como se formam os padrões distintos e omnipresentes das cabeças das flores tem intrigado os cientistas há séculos. Quando se pede a alguém que desenhe um girassol, quase todas as pessoas desenham um grande círculo …

Audi apresenta o novo Q4 e-tron que traz uma autonomia até 520 km

Ainda antes do verão, a Audi vai colocar no mercado o seu primeiro SUV elétrico concebido de raiz e não adaptado a partir de uma plataforma concebida para motores a combustão. O Q4 e-tron destaca-se pela …

Vanuatu em alerta depois de um corpo com covid-19 ter dado à costa

Vanuatu proibiu viagens de e para a sua principal ilha três dias depois de ter dado à costa um corpo de um pescador filipino, que testou positivo à covid-19. De acordo com a Radio New Zealand, …

Cientistas russos querem criar a primeira vacina comestível contra a covid-19

O Instituto de Medicina Experimental de São Petersburgo, na Rússia, anunciou o seu plano de concluir dentro de um ano os testes pré-clínicos da primeira vacina comestível do mundo contra o novo coronavírus. Em entrevista à …

Em plena crise política, o país mais pobre das Américas ainda não recebeu nenhuma vacina

Numa altura em que a maior parte dos países já têm o processo de vacinação a decorrer, o governo do Haiti ainda não garantiu uma única dose da vacina contra o coronavírus. O país mais pobre …

Afinal, Leonardo da Vinci não esculpiu o busto de Flora

Está terminada a controvérsia que durou mais de cem anos após a aquisição do Busto de Flora em 1909, por Wilhelm von Bode. A datação por radiocarbono revelou, recentemente, que a obra não foi …

Crise climática "implacável" intensificou-se em 2020, diz relatório da ONU

Houve uma intensificação "implacável" da crise climática em 2020, com a queda temporária nas emissões de carbono devido ao confinamento a ter um impacto pouco significativo nas concentrações de gases de efeito de estufa, revelou …

Já se sabe o que causou a misteriosa "tempestade de asma", que vitimou dez pessoas em 2016

Em 2016, na cidade de Melbourne, aconteceu o evento de "tempestade de asma" mais grave do mundo. Os cientistas descobriram agora o culpado. No dia 21 de novembro de 2016, as urgências de um hospital em …

Carlos César reivindica papel do PS na construção da democracia e no combate à corrupção

O presidente do PS defendeu, esta segunda-feira, que se deveu ao seu partido o aprofundamento da democracia e os avanços no combate à corrupção, embora admitindo desvios", "erros" e "omissões num ou outro momento da …