Salvini prepara-se para lançar a liga dos eurocéticos para as eleições europeias

Angelo Carconi / EPA

Matteo Salvini

Matteo Salvini quer ser o chefe de um movimento de conquista da União Europeia. A Polónia parece esperar pelos resultados eleitorais para decidir se participa ou não.

O vice-primeiro-ministro italiano convidou vários partidos populistas e anti-imigração para um encontro em Milão, na próxima segunda-feira. O objetivo é criar uma aliança para as eleições europeias de 26 de maio.

Salvini entrou em conversações diretas com Jaroslaw Kaczynski, do Partido Direito e Justiça (PiS) polaco, que está a pôr em prática uma revolução conservadora e eurocética de tom semelhante à que Viktor Orbán lançou na Hungria em 2010. No entanto, o partido de Governo na Polónia só aceita dar apoio a esta frente após as eleições.

Segundo a imprensa italiana, além de aliados tradicionais como a francesa União Nacional (RN), de Marine Le Pen, e o Partido da Liberdade da Áustria (FPÖ), juntaram-se recentemente a Salvini a Alternativa para a Alemanha (AfD), os Verdadeiros Finlandeses e o Partido do Povo Dinamarquês.

O lançamento do “manifesto soberanista” de Salvini, marcado para segunda-feira num hotel de luxo de Milão, ocorre depois de o líder da Liga ter visto frustrado um compromisso com Jaroslaw Kaczynski, que chegou a levá-lo a Varsóvia, em janeiro, para propor um “eixo anti-imigração”.

Kaczynski preferiu contudo, para já, manter-se no grupo político europeu Aliança de Conservadores e Reformistas (ECR), de que fazem parte os Irmãos de Itália (Fratelli d’Italia), e qualquer possibilidade de uma aliança fica adiada para depois das eleições europeias.

O “plano B” de Matteo Salvini passa por ampliar a Europa das Nações e das Liberdades (ENF), grupo político no Parlamento Europeu (PE) de que a Liga faz parte. O político italiano tem dado por outro lado mostras de grande proximidade com o primeiro-ministro húngaro, Viktor Orbán, que em janeiro disse ver em Salvini “um herói”.

Mas o Fidesz, o partido de Orbán, mantém-se na principal família política europeia, o Partido Popular Europeu (PPE, centro-direita), apesar de ter sido suspenso em março por uma campanha contra Bruxelas.

Na segunda-feira, em Milão, Matteo Salvini lança o seu “manifesto soberanista”, assente na defesa das raízes cristãs e da identidade nacional, na luta contra a imigração e proteção das fronteiras externas, no primado das leis nacionais sobre as diretrizes europeias, algo que o político nacionalista define como “senso comum”.

“A diferença entre nós e os outros é que os outros precisam de ir ao estrangeiro à procura de alianças”, disse Salvini, citado pelo diário Stampa, numa indireta à líder dos Fratelli, Giorgia Meloni, que esta semana esteve na Polónia, e ao seu parceiro de coligação Movimento 5 Estrelas (M5S), de Luigi di Maio, que foi a França encontrar-se com representantes do movimento de protesto dos “coletes amarelos”.

“A Liga convida outros movimentos europeus para Itália. Tornámo-nos centrais, como país, graças a este governo”, acrescentou.

Depois do encontro de segunda-feira, a Liga volta a Milão, onde o partido nasceu como Liga do Norte, para o encerramento da campanha eleitoral na central Piazza Duomo, a 18 de maio.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. A União Europeia deveria repensar rapidamente o regresso à CEE.
    Depois da saída do UK, outros países se seguirão.
    As regras e quotas da UE, são um impedimento ao crescimento económico da cada membro.

RESPONDER

Há 853 profissionais de saúde infetados. Cerco sanitário no Porto em discussão

O secretário de Estado da Saúde, António Lacerda Sales, revelou que existem 853 profissionais de saúde infetados com a covid-19 em Portugal. Em conferência de imprensa ao fim da manhã desta segunda-feira, depois de a …

Fazer despedimentos ou não renovar contratos são situações distintas, explica Siza Vieira

O ministro da Economia afirma que o acesso aos apoios financeiros do 'lay-off' simplificado está condicionado ao compromisso de não haver despedimentos, mas reconhece que despedimento e não renovação são situações distintas. O ministro da Economia …

Empresas denunciadas por abusos nos despedimentos e violações ao código de trabalho

A CGTP recebeu denúncias a 40 empresas em que são relatadas situações de abuso e aproveitamento laboral. Milhares de trabalhadores foram afetados em todo o país, garante a líder sindical. Isabel Camarinha, classificou como "muito negro" …

NOS Primavera Sound adiado para setembro

Devido ao estado de emergência em que o país se encontra, resultado do surto de COVID-19, a nona edição do NOS Primavera Sound foi adiada e vai acontecer de 3 a 5 setembro. “Perante este cenário …

Twitter apaga publicações de Bolsonaro que defendiam fim das medidas de contenção

O Twitter bloqueou dois vídeos publicados no perfil oficial de Jair Bolsonaro sobre a visita que fez no domingo a vários pontos de Brasília, contrariando as recomendações sanitárias da Organização Mundial de Saúde (OMS) para …

País vai entrar no "mês mais crítico" da pandemia (e medidas vão ser prolongadas)

O primeiro-ministro, António Costa, avisou esta segunda-feira que Portugal "vai entrar no mês mais crítico desta pandemia" da covid-19 e por isso é necessário que se prepare para esta fase. António Costa falava aos jornalistas na …

Bancos também dão moratória no crédito automóvel

Para além da moratória no crédito à habitação decretada pelo Governo, alguns bancos estão a alargar a moratória ao crédito de consumo, como por exemplo, à prestação do carro. Face à pandemia de covid-19, o Governo …

Justiça dos Estados Unidos investiga senadores por delitos financeiros

Vários senadores norte-americanos estão a ser investigados por terem vendido ações depois de terem recebido briefings sobre a pandemia de covid-19. De acordo com a CNN, o Departamento de Justiça dos Estados Unidos começou a investigar …

MAI aconselha que se circule com comprovativo de deslocação

Este domingo, o Ministério da Administração Interna (MAI) aconselhou os automobilistas a circular com comprovativos de deslocação. Além de fazer um apelo aos automobilistas para que circulem apenas quando for absolutamente imperioso, o Ministério da Administração …

Casos de covid-19 sobem 7,5% em Portugal. Há 140 mortos

De acordo com o boletim epidemiológico da Direção-geral da Saúde, há 6.408 casos de covid-19 em Portugal - mais 446 do que no domingo. Mortes sobem de 119 para 140 e o número de recuperados mantém-se …