Salgado vai pagar multa de 4 milhões (e não pode ser banqueiro nos próximos 10 anos)

Miguel A. Lopes / Lusa

Ricardo Salgado, ex-presidente do BES

O Tribunal Constitucional rejeitou no dia 8 de janeiro de 2020 o último recurso de Ricardo Salgado relacionado com o primeiro dos quatro processos de contra-ordenação abertos pelo Banco de Portugal contra o ex-presidente do BES e outros ex-administradores.

Em causa está o pagamento de uma multa de cerca de 3,7 milhões de euros e a proibição de Salgado exercer funções em órgãos sociais de instituições de crédito e de instituições financeiras nos próximos 10 anos.

A informação foi avançada este domingo à noite por Luís Marques Mendes no seu habitual espaço de comentário na SIC. “A decisão foi tomada esta semana e dentro de dias vai ser tornada pública. Pelo menos um processo de Ricardo Salgado chega agora ao fim”, disse Marques Mendes. “O acórdão do Tribunal Constitucional dá razão ao Banco de Portugal”.

Amílcar Morais Pires, de acordo com o semanário Expresso, viu a sua coima de 600 mil euros descer para 350 mil euros.

De acordo com o Observador, os conselheiros do Constitucional rejeitaram liminarmente os argumentos de Salgado, entendendo que não havia qualquer fundamento para a arguição de inconstitucionalidade.

A Relação de Lisboa já tinha afirmado que o ex-banqueiro revelou “um elevadíssimo grau de irresponsabilidade quanto sobre si recaía um especial dever de preservar a instituição que geria”, o que exigia a “aplicação de uma coima única de pendor marcadamente intimidatório“, escreveu a desembargadora Maria Leonor Botelho.

O primeiro processo do Banco de Portugal relaciona-se com a alegada falsificação da contabilidade da ESI — Espírito Santo International e o alegado esquema fraudulento de emissão de dívida no valor de 1,3 mil milhões de euros que foi colocada em clientes do BES, e que já levou mesmo à condenação de Ricardo Salgado por parte do Conselho de Administração do BdP, liderado por Carlos Costa.

Além deste primeiro processo que está prestes a transitar em julgado, existem ainda mais três processos de contra-ordenação que não estão concluídos, por estarem em fase de recurso.

Em junho de 2016, a administração do Banco de Portugal condenou Ricardo Salgado por prática de atos dolosos de gestão ruinosa, não implementação de um sistema de informação e comunicação, com dolo, não implementação de um sistema de gestão de risco sólido e eficaz, com dolo, prestação de falsas informações e violação das regras sobre conflito de interesse.

ZAP //

PARTILHAR

24 COMENTÁRIOS

  1. O que são uns míseros «4 milhões» comparados com a quantia que roubada pelo o sr. Salgado e a organização à qual pertence?

    «…(e não pode ser banqueiro nos próximos 10 anos)…»

    O sr. Salgado e a família estão muito preocupados com isso…

  2. Vai ser (ou não) obrigado a pagar trocos, e não trabalhar por 10 anos como se isso fosse importante para ele, isto é, mais uma vez, gozar com a cara de cada português…

    VERGONHA, VERGONHA….

  3. Uma completa vergonha este desfecho da primeira acusação do Cartel Salgado, liderado pelo Ricardo Salgado.
    Como sempre os banqueiros corruptos safam-se com apenas uma multa que vai pagar (se pagar!!) com dinheiro roubado aos contribuintes e antigos clientes do BES. Vai voltar em grande e orquestrar nos bastidores uma tomada de assalto an Novo Banco, vão ver…sabe muitos muita gente…triste…

  4. Portanto ser preso, não…
    Não querendo estar a exagerar dentro da minha especulação, maaaaas imagino que quatro milhões para este senhor sejam trocos. E não trabalhar 10 anos como banqueiro…imagino que tenha estado os seus últimos 10 anos de trabalho a preparar isso mesmo. Pena que à custa de todos nós. Mas isto sou eu a mandar bitaites, que não sou inteligente e culto como os senhores que decidiram esta pena.

  5. Isso é muito pouco para quem fez o que ele fez.
    Devia se-lhe retirado qualquer tipo de credibilidade, qualquer tipo de direito, para o resto da vida.

    • Isto é apenas um pequeno processo. Acalmem-se! Há muitos mais onde ele está metido e que ainda não foram a julgamento.

    • O que mais me admira é este tipo de comentários!
      Enfim… este tipo de comentários explica bem os políticos que temos tido. Isto é apenas uma pequena sanção decorrente de um processo iniciado pelo banco de portugal!!! Isto não é o processo principal!

      • Ou seja…..no seu ver, em quanto o pau vem folgam as costas. Continuando a sua vida de luxo no seu palácio de cristal !…se espera por o dito “processo principal” arranje um banco e sente-se !..mas levante-se de vez em quando para evitar escaras !

        • O seu primeiro comentário parece querer induzir que isto é tudo o que acontecerá ao homem. Isto é apenas um processo menor. O principal não é este.
          E para saber o que vai acontecer efetivamente terá de ir a julgamento e depois ainda haverá recursos e tudo aquilo que já sabemos.

  6. Este caso, infelizmente, continua a servir de exemplo para os ricalhaços sem escrúpulos…se tiverem dinheiro dá sempre lucro roubar!

        • O amigo não percebeu do que se trata. Isto é um pequeno processo interposto pelo banco de portugal. Há mais processos e, sobretudo, o maior em que o Ricardo Salgado está envolvido ainda sequer foi deduzida acusação.
          Imagine que tem um carro todo desfeito, acabou de ultrapassar num traço contínuo, matou 5 pessoas, ia alcoolizado, não fez pisca, ia a falar ao telemóvel, não tem seguro,… Neste momento apenas o julgaram por não ter a inspeção do carro em dia. O grosso ainda irá ser julgado.

  7. Enfim. O que retiro de tudo isto.
    O grande público anda totalmente desinformado e a grande maioria nem sequer compreende o que lê.

    Este é apenas um processo. Há mais que ainda não foram a julgamento. Este é um simples processo de contra-ordenação que foi aberto pelo Banco de Portugal. Isto é coisa pequena tendo em conta os restantes.

    É mais ou menos como um indíviduo ter um carro mal estacionado e que devido a esse estacionamento indevido provocou um acidente de grandes dimensões com mortes incluídas. Neste momento apenas estará a ser multado porque pelo polícia porque não tinha a inspeção em dia. O resto a seu tempo.

  8. Esta é a prova provada que o crime compensa, do tanto que esse e outros senhores se apropriaram ele está condenado a “restituir” uma ínfima parte, o resto pagam, ou já pagaram e continuam a pagar, todos os portugueses.
    10 anos sem trabalhar e a receber uma reforma milionária, também eu queria… Será que ele dura tanto?

  9. VERGONHA, VERGONHA, VERGONHA, VERGONHA…
    Roubou Biliões e vai pagar multa de 4 milhões onde está a justiça que praticamente o ilibou de serr feita justiça!
    Deveria ser preso e devolver tudo que roubou, é VERGONHOSO SIM, VERGONHA da Justiça não funcionar, só funciona para o Zé.
    Os outros ladrões do povo e corruptos estão protegidos pela justiça e governo.
    E assim Rui Pinto está preso!
    Pudera ele livre descobria os malditos corruptos e ladrões do povo, por isso continua preso…
    MALDITOS, É A VERGONHA DAS VERGONHAS É ESCANDALOSO…
    VIVA PORTUGAL SEM ESTES ABUTRES E HIENAS…

  10. Nos E.U.A. o Malofe em meio ano foi julgado apanhou 150 anos de cadeia, aqui em Portugal, é um paraíso para estes malfeitores, temos aquilo que merecemos.
    VOLTA SALAZAR.

RESPONDER

Homem pede "julgamento por combate" com espadas japonesas para resolver disputa legal com a ex-mulher

Para resolver uma disputa legal com a sua ex-mulher, David Ostrom sugere que seja feito um "julgamento por combate" com espadas japonesas. Há precedentes legais que o podem favorecer em tribunal. O insólito aconteceu no Iowa, …

Crimes violentos podem aumentar drasticamente nos EUA devido ao aquecimento global

O número de crimes violentos nos Estados Unidos pode aumentar drasticamente nos próximos anos devido ao aquecimento global, concluiu uma nova investigação levada a cabo por cientistas da Universidade do Colorado, em Boulder. "Dependendo da rapidez …

Twitter pede desculpa por permitir anúncios direcionados a neonazis

O Twitter emitiu esta quinta-feira um pedido de desculpa público depois de a BBC denunciar que a rede social estava a permitir anúncios direcionados a neonazis, islamofóbicos e outros grupos de ódio. A emisorra britânica …

Carlos Silva alega falta de apoio do PS e anuncia saída da liderança da UGT

O secretário-geral da UGT não é candidato a um novo mandato na central sindical, alegando que o “desgaste tem sido tremendo” e que é visto como força de bloqueio. “Não quero continuar”, “já está decidido e …

A maior aeronave do mundo vai ficar ainda maior. Medirá quase 100 metros

A maior aeronave do mundo vai ficar ainda maior: o dirigível híbrido Airlander 10, que media 92 metros de comprimento, vai bater o seu próprio recorde. De acordo com a emissora britânica BBC, a aeronave passará a …

Mortes nos Comandos. Governo só indemniza famílias se for condenado

O Governo deu ordem para parar as negociações com as famílias dos recrutas que morreram durante o 127.º Curso de Comandos, que decorreu na região de Alcochete, em 2016. Segundo o Jornal de Notícias, o Governo …

Eduardo Cabrita diz que polícias compram equipamento "porque querem"

O ministro da Administração Interna afirmou que os agentes policiais que compram equipamento de proteção do seu próprio bolso fazem-no porque o querem. Numa entrevista ao Diário de Notícias e à TSF, divulgada este fim-de-semana, o …

Chuva deixa Austrália entre incêndios e cheias. Número de mortos sobe para 29

A chuva trouxe algum alívio aos bombeiros e habitantes do leste da Austrália, mas também causou cheias e novos problemas. As equipas ainda combatem cerca 100 focos de incêndio na região e o número de …

Sem Joacine, nova direção do Livre foi eleita com 95 votos a favor e 15 brancos

Este domingo, no segundo dia do IX congresso do Livre, a nova direção do partido foi eleita com 95 votos a favor e 15 brancos (e não conta com a deputada Joacine Katar Moreira). No final …

Juiz pede escusa do caso dos emails por ser adepto do Benfica

O juiz desembargador apresenta vários motivos para pedir escusa do processo, nomeadamente por ser "sócio do Benfica desde 1968". De acordo com o jornal Público, Eduardo Pires, juiz desembargador do Tribunal da Relação do Porto (TRP), …