Ricardo Salgado acusa Passos Coelho no colapso do BES

PSD / Flickr

O presidente do PSD, Pedro Passos Coelho

O banqueiro e ex-líder do BES e do grupo GES, Ricardo Salgado, acusou o antigo primeiro-ministro Pedro Passos Coelho de ter contribuído para o colapso daquele grupo financeiro. Em causa estão declarações públicas do ex-líder do PSD que, segundo Salgado, tiveram “consequências negativas sobre o BES”.

Segundo escreve o Correio da Manhã este domingo, Ricardo Salgado apresentou uma petição no Tribunal do Comércio de Lisboa, onde contesta a falência culposa do do BES e aponta o dedo ao ex-primeiro-ministro.

“Em 24 de Junho de 2014, o senhor primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, proferiu declarações públicas no sentido de que a questão da capitalização do GES era um problema, exclusivamente, deste Grupo (porque constituíam ‘problemas da área não financeira’) e, ainda, que não teria informação que o levasse a ‘temer instabilidade no setor financeiro”, lê-se na petição, citada pelo matutino.

Em causa estão as declarações do então primeiro-ministro a 24 de junho de 2014, pouco antes do colapso do BES e da criação do Novo Banco, em agosto do mesmo ano.

“As questões que respeitam a problemas de capitalização de grupos que também têm uma área financeira, como é o Grupo Espírito Santo, mas que têm muitas outras atividades não respeitam especificamente nem ao Governo nem ao supervisor da área financeira, porque são problemas de natureza não financeira”, disse Passos na época. “O Grupo Espírito Santo terá com certeza, como outros grupos, os seus problemas para resolver, e o Estado não é chamado a resolver esses problemas. É apenas aquilo que eu posso dizer”.

Para Ricardo Salgado estas declarações tiveram “consequências negativas sobre o BES”, explicitando que, entre 19 de junho (data em que o Governo recusou viabilizar empréstimos da Caixa Geral de Depósitos ao BES) e 24 de junho (dia das declarações de Passos Coelho), as ações do BES “caíram 16%”, ocorrendo uma “fuga de depósitos”.

Embora diga que “do ponto de vista jurídico, não se discute o mérito da opção política” de Pedro Passos Coelho, o banqueiro sublinha ainda assim que “o que se discute, por ter um impacto com relevância jurídica, são as consequências de tais declarações públicas do senhor primeiro-ministro então em funções”.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

    • O Viajante demonstra bem a sua falta de clarividência. Então não sabe que o Salgado procurou por todos os meios que a CGD tapasse o buraco com os dinheiros do banco público? Ele bem que o tentou mas ao contrário dos anteriores governos o Passos mandou-o passear! E fez muito bem.

RESPONDER

Dieta ocidental está a deixar as pessoas menos inteligentes

Uma dieta pouco saudável, à base de hambúrgueres e doces está literalmente a deixar as pessoas menos inteligentes apenas no espaço de uma semana. Esta foi a conclusão de um estudo de investigadores da Universidade …

Pedro Proença: Sociedade deve atuar no combate ao racismo

O presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) disse, esta sexta-feira, que a sociedade portuguesa deve atuar no combate ao racismo, violência, xenofobia e intolerância. A Liga vai lançar, durante este fim-de-semana, uma campanha com …

Na última década, Coreia do Norte gastou mais de meio milhão de dólares em cavalos russos

A Coreia do Norte gastou recentemente dezenas de milhares de dólares na aquisição de 12 cavalos provenientes da Rússia, de acordo com os dados alfandegários. A Coreia do Norte gastou quase meio milhão de dólares (584.302 …

O caranguejo "supervilão" do Canadá vai ser transformado em plástico biodegradável

Uma equipa de cientistas no Canadá desenvolveu um plano para transformar uma espécie invasora de crustáceo - conhecida como como caranguejo supervilão - em copos e talheres  de "plástico", usando as suas carapaças para criar …

Covid-19. Tripulante de navio japonês pode ser o primeiro português infetado

Um português que é tripulante do navio Princess Cruises, atracado no porto de Yokohama, no Japão, pode ter sido diagnosticado "positivo" com o novo coronavírus. Contactada pela agência Lusa, a diretora-geral de Saúde, Graça Freitas, afirma …

Harry e Meghan vão deixar de poder usar a marca Sussex Royal

O duque e a duquesa de Sussex vão deixar de poder usar a marca Sussex Royal, anunciou, esta sexta-feira, um porta-voz da casa real. "Estando o duque e a duquesa focados nos seus planos de estabelecer …

Messi marca quatro e embala Barcelona para o topo da La Liga

Um póquer de Lionel Messi embalou o FC Barcelona, este sábado, para a liderança da Liga espanhola, com uma "mão cheia" de golos na receção ao Eibar (5-0). Os catalães subiram ao topo de La Liga …

Fátima esperava pela mãe à porta da escola. Foi torturada e assassinada

A menina de sete anos desapareceu, no dia 11, quando esperava pela mãe à porta da escola, num bairro da capital mexicana. O seu corpo foi encontrado alguns dias depois, com sinais de tortura. Fátima Anton, …

Última residência do czar Nicolau II reabre portas este verão

O Palácio de Alexandre, na Rússia, vai reabrir ao público este verão, depois ter sido sujeito a obras de remodelação profundas durante oito anos. O Palácio de Alexandre, a última residência do czar Nicolau II antes …

Banco de Portugal quer rever regras sobre governo e controlo interno de bancos

O Banco de Portugal (BdP) vai rever as regras de governo e sistemas de controlo interno nos bancos, incluindo práticas remuneratórias, tendo até 23 de março em consulta pública dois projetos regulamentares. Segundo o Banco de …