Salário dos maiores banqueiros portugueses quase duplicou num ano

Manuel de Almeida / Lusa

De acordo com os dados da Autoridade Bancária Europeia, sete banqueiros portugueses ganharam 14.955.278 euros em 2013 – em média, 2.136 milhões de euros. O vencimento médio aumentou mais de 50% em relação a 2012.

O Diário Económico analisou os dados divulgados esta segunda-feira relativos aos banqueiros que, quer na Europa, quer em Portugal, auferem mais de um milhão de euros anuais, e noticia que em 2012, havia em Portugal seis banqueiros com vencimento acima de um milhão de euros, recebendo em média 1.362.398 milhões.

Ou seja, de 2012 para 2013, o valor médio auferido pelos banqueiros milionários aumentou mais de 50%.

Em 2013, havia um banqueiro em Portugal entre os patamares de cinco e seis milhões, tendo recebido 3.967.757 euros de vencimento fixo e 1,925 milhões de variável.

A auferir entre três e quatro milhões de euros encontra-se um outro executivo da banca, também com um vencimento variável de 50% face ao vencimento fixo.

Os restantes cinco banqueiros da lista dos milionários auferiram em 2013 menos de dois milhões de euros, mas a vertente variável ganha maior preponderância: 2.918.491 euros acumulados de vencimento fixo e três milhões de euros na componente não fixa, refere o Económico.

Os dados da Autoridade Bancária Europeia para Portugal não refletem a tendência europeia, onde o número de banqueiros com rendimentos desta ordem caiu dos 3.530 para 3.178, de acordo com a Reuters. Cerca de dois terços destes – 2.086 – encontra-se em Londres, local do centro financeiro da City.

Em Espanha, por exemplo, houve um aumento menor no vencimento médio anual de 2012 para 2013: de 2,16 para 2,18 milhões de euros.

ZAP

PARTILHAR

17 COMENTÁRIOS

  1. Estes, façam o que fizerem, nunca vão viver acima das suas possibilidades, como
    fez o Zé povinho. Os banqueiros é tudo malta honesta que não vive à custa de ninguém. Aliás, como diz o sr. primeiro-ministro no seu livro, “somos o que quisermos ser”, e, por isso, só não é banqueiro quem não quiser.

  2. São uma vergonha. Não se envergonham de explorar trabalhadores e clientes e ainda têm o descaramento de dizer que o zé povinho aguenta aguenta.
    Não sei como mas tem que haver uma inversão destas situações. O arresto de bens em caso de falência, tal como defende o bloco de esquerda, pode ser um passo no bom sentido.

    • … apenas as imparidades e as menos valias é que são PÚBLICAS.
      Inimputáveis dum raio !
      Diz muito boa gente, que o BPI está bem pior que o BES estava. Investigue-se !
      “Qu’ils mangent de la brioche !” (Marie Antoinette)

    • São,privados. Ninguém tem nada com isso.
      Até entendo mas quando antes dava para o torto já era o estado nós a lá meter dinheiros públicos, é como no bes é privado pa pagar papel comercial mas já não é privado para continuar a cobrar a quem lhes devia .

    • São privados e ninguém tem nada com isso. Claro que sim. Depois, quando o roubo já tiver atingido uns milhares de milhões, teremos mesmo todos a haver com isso e pagaremos até ao último tostão. Tal como no BPN, que não era nosso, o BPP, que também não era nosso e a ver vamos o BES, que parece que também não era nosso mas vai ser…

    • Voce deve ser burro!! São privados sim senhor, so nao sao privados no prejuizo e na hora de os salvar cada português la tera mais impostos a pagar…E por mentalidades como a sua que este pais esta como esta!!!!

  3. Vão continuar a votar tolos Portugueses que eles agradecem, quanto a estes nada a dizer são os chico espertos do Pais alias se eu lá estivesse fazia o mesmo pois o mal não está neles e sim onde começa a dita democracia do pais, sou novo mas quer parecer que segundo o que dizem os antigos pelo menos Salazar tinha de verdade os cofres do Pais cheios e ninguém aumentava preços sem ordem do próprio o que hoje em dia por exemplo em relação a gasolinas e outros é a vontade do freguês, pois aqui é igual não a regras nem medidas assim o freguês aviasse a sua vontade, espertos são eles.

  4. Claro que nunca na vida este tipo de gente deveria ganhar o que ganha pois só se fossem como a galinha dos ovos de ouro, se ainda fizessem a Poia e fossem esses ovos de ganho até se compreendia nem que fosse pela dor de os por mas claro que nunca fazem ganhar os bancos o lucro para esses mesmo ordenados senão vejam nos ultimos anos quais os ganhos destes.

  5. São privados….ninguém tem nada que ver com o que ganham…..assim sería, se de facto fossem também responsabilizados em nome pessoal e privado, pelos actos de gestão danosa que, apsear de serem privados, têm repercussões públicas que são pagas pelos impostos de todos os cidadãos! Quantos exemplos? BPN, BPP, BES, quem é o senhor que se segue??? é ainda importante não esquecer que, enquanto empresa, os bancos gozam de um sistema fiscal privilegiado quem mais nenhuma empresa tem… Quer dizer, as empresas de fornecimento de combustíveis, as empresas de fornecimento de energia e provavelmente no futuro as empresas de fornecimento de água, também vivem em leis de mercado destorcidas… Qualquer outra empresa tem de ajustar as despesas à facturação,,,,nestes casos, ajustasse a facturação às despesas. A lei da oferta e da procura não existe….é um mercado livre em que quem o domina tem a total liberdade de mandar, e a concorrência (inexistente) é a alternativa. Assim sobem os preços dos combustíveis, da energia e da água….. Descer? só mesmo os salários ! Ou alguém está convencido que a subida do salário mínimo foi real? então e os 7 dias efectivos de trabalho acrescidos no ano? e o banco (sem fundo) de horas anuais para recuperar (que ninguém controla)…. isso não entra nas contas? Acho muito bem que os banqueiros ganhem mais 50% de salario! eles são “livres”, nao têm uma regulamentação nem tabelas de vencimento, … eu se fosse banqueira faria o mesmo! Afinal, a honestidade não paga contas e é cada vez mais penalizada, e menos valorizada…..lamentávelmente

  6. Se dissesse vão-se lixar contava com os que não lhes serviria a carapuça…
    – Num estado de direito o estado não se mete na actividade privada. É o regulador apenas.
    1- Em todas as áreas da vida social, política ou económica de qualquer país há crimes, o que desde logo pressupõe criminosos!
    2- Vivemos num estado de direito democrático
    3-Temos 40 anos de democracia!
    –a) 2 casos do foro criminal que envolvem baqueiros e outros tantos bancos
    –b) São criminosos os que procedem contra a lei desde que detectados e depois investigados, julgados e condenados…
    – Além de inócuo, não será extemporâneo o tipo de generalização que por aqui prolifera quando afinal, estamos ao fim de 40 anos perante dois casos criminais e que se encontram sob a alçada das magistraturas? Vão-se catar “paladinos” da treta – Por ventura a falta de “decoro” nos vencimentos praticados pelos bancos não nos dá o direito de presumir que são nossa propriedade! Nem a tanto o próprio regulador tem direitos!

  7. O sistema financeiro funciona assim:
    Quando tem lucros, são privados (ganham e fazem o que lhes apetece e sobra-lhes tempo), mas quando tem dívidas/falências, já são públicos (o povo paga)!!
    A máfia do sistema financeiro mundial tem feito isso um pouco por toda a Europa (e não só)…
    Ou seja: os parasitas recebem mais e o povo paga a factura!!

  8. Já eram horas de impor um limite máximo aos ordenados que se possam ganhar. Na minha honesta opinião ninguém deveria ganhar mais do que um primeiro-ministro ou um presidente da república, com algumas pequenas excepções, como o futebol por exemplo(que ao meu ver também deveria ser moderado, mas enfim). Os deputados não deveriam poder usufruir da reforma por inteiro com 8 anos de actividade. Todos os reformados deveriam ter uma reforma digna e deveriam acabar com as reformas milionárias(um tecto máximo de 2500 eur já seria muito para quem não contribui em nada para o desenvolvimento do nosso país). E já agora acabar com todo o tipo de lobbies, e subsídios aos partidos, quer seja por parte de grandes empresas, bancos ou outro tipo de entidades a troco de favores. Fica a dica. Abraço e saúde a todos.

RESPONDER

O chef sírio Imad Alarnab

Imad fugiu da Síria há seis anos. Agora, tem um restaurante de sucesso em Londres

O chef sírio Imad Alarnab deixou a Síria há seis anos, onde tinha vários restaurantes, rumo a Inglaterra. Não desistiu dos seus sonhos e agora tem um novo projeto no agitado Soho, no centro de …

Máquina de venda automática de brindes

Máquina das bolas japonesa. As pequenas esferas de plástico guardam os detalhes de uma viagem surpresa

As máquinas de venda automática de brindes, conhecidas como gachapon no Japão, têm inovado nos últimos anos. Agora, são os detalhes de uma viagem que estão guardados nas pequenas bolas de plástico. O valor das bolas …

O Supremo dos EUA mudou as suas regras para que as juízas não fossem constantemente interrompidas

Revelação foi feita por Sonia Sotomayor, uma das três mulheres que compõe o coletivo de nove juízes e a primeira latina a chegar ao cargo. O facto de serem constantemente interrompidas em reuniões ou outros …

A candidata a primeira-ministra da Hungria, Klára Dobrev.

Num futuro sem Orbán, a oposição escolhe entre um novo conservador ou uma liberal divisiva

Os opositores de Viktor Orbán estão na dúvida quanto ao candidato para enfrentar o atual primeiro-ministro nas próxima eleições. Esta indecisão pode custar-lhes o assalto ao cargo. Viktor Orbán é um nome recorrente na política húngara. …

Nuno Melo, do CDS/PP

Nuno Melo ataca líder do CDS por anunciar sentido de voto sem consultar deputados

O candidato à liderança do CDS-PP criticou, este sábado, o atual líder do partido por ter comunicado publicamente a intenção de votar contra a proposta de Orçamento do Estado sem se ter reunido com os …

Vaticano tem três celas e um só prisioneiro. Uma onda de julgamentos pode mudar isso

Dez pessoas vão ser julgadas no Vaticano por crimes relacionados com a venda de um edifício em Londres. Visto como limitado e sombrio, o sistema judicial da cidade-estado está a mudar. Carlo Capella é o único prisioneiro …

Alexandra Leitão diz que "não há trabalhadores a mais na Administração Pública"

A ministra da Modernização do Estado assegura que não há trabalhadores a mais na Administração Pública e assume toda a abertura do Governo para negociar, "com humildade e responsabilidade", medidas adicionais às inscritas no OE2022. Em …

Start-up israelita quer fazer roupa a partir de algas

A Algaeing, criada em 2016, é uma empresa que converte as algas numa fórmula líquida, que depois pode ser usada como corante ou transformada num tecido. A indústria da moda é uma das responsáveis pelas emissões …

O antigo Presidente dos Estados Unidos, Bill Clinton

Bill Clinton já teve alta hospitalar e deve regressar a Nova Iorque

O ex-Presidente dos Estados Unidos deixou, neste domingo de manhã, o hospital da Califórnia onde foi internado com uma infeção, informou o chefe da equipa de médicos que o tratou. "O Presidente Clinton teve alta do …

Acordo escrito. Bloco diz que Governo "conhece bem" os pontos negociais

O Bloco de Esquerda anunciou, este domingo, que vai enviar ao Governo propostas de articulado de nove pontos negociais colocados em cima da mesa no início de setembro, aos quais declara não ter obtido resposta …