De saída da Presidência da Bolívia, Morales acusa: “golpistas estão a destruir o Estado de Direito”

Ministerio de Relaciones Exteriores from Perú / Wikimedia

Evo Morales, o Presidente demissionário da Bolívia

O Presidente demissionário da Bolívia, Evo Morales, denunciou no domingo, “perante o mundo e o povo boliviano”, que “um agente da polícia anunciou publicamente que tem instruções para executar um mandado de prisão ilegal” contra ele.

Horas antes, Evo Morales tinha-se demitido da presidência do país na sequência de semanas de protestos após a sua reeleição, contestada nas ruas como fraudulenta. No mesmo dia, os chefes das Forças Armadas e da Polícia da Bolívia já haviam exigido que o Presidente saísse para que a estabilidade e a paz pudessem regressar ao país, divulgou esta segunda-feira o Expresso.

No Twitter, Evo Morales queixa-se ainda que “grupos violentos assaltaram” a sua casa e que “os golpistas estão a destruir o Estado de Direito”.

A renúncia, anunciada na televisão nacional, foi acompanhada pela demissão do vice-Presidente, Álvaro García Linera.

Explicando os motivos para o seu afastamento do cargo, Evo Morales apontou o dedo ao seu principal rival nas eleições de 20 de outubro, Carlos Mesa, e ao advogado que tem liderado o movimento de protestos, Luis Fernando Camacho.

“Por que motivo tomei esta decisão? Para que Mesa e Camacho não continuem a perseguir os meus irmãos dirigentes sindicais. Para que Mesa e Camacho não continuem a queimar a casa dos governadores de Oruro e Chuquisaca”, disse no anúncio televisivo.

E acrescentou: “Lamento muito este golpe cívico e de alguns setores da polícia que se juntaram para atentar contra a democracia, contra a paz social com violência, com amedrontamento para intimidar o povo boliviano”.

O domingo tinha começado com o anúncio de que Evo Morales convocaria novas eleições, após a Organização dos Estados Americanos ter deliberado que as eleições do mês passado tinham sido fraudulentas.

“Nunca me esquecerei deste dia único”

Carlos Mesa reagiu agradecendo “à Bolívia, ao seu povo, aos jovens, às mulheres, ao heroísmo da resistência pacífica”. “Nunca me esquecerei deste dia único. O fim da tirania”, garantiu, reiterando que se sente “agradecido como boliviano por esta lição” e proclamando: “Viva a Bolívia!”.

Além de Evo Morales e do seu vice, renunciaram igualmente a presidente do Senado, Adriana Salvatierra, e o presidente da Câmara dos Deputados, Víctor Borda. Já a presidente do Supremo Tribunal Eleitoral, María Eugenia Choque Quispe, que tinha renunciado ao cargo de manhã, foi detida pela polícia após a renúncia de Evo Morales.

Entretanto, o ministro mexicano dos Negócios Estrangeiros, Marcelo Ebrard, fez saber que o seu país daria asilo a Evo Morales se este lho pedisse, informando ter recebido 20 funcionários e deputados bolivianos na sua residência em La Paz. O Presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, reconheceu no Twitter “a atitude responsável de Morales, que preferiu renunciar a expor o seu povo à violência”.

O Governo cubano expressou a sua solidariedade com o Presidente cessante, enquanto Gleisi Hoffmann, a presidente nacional do Partido dos Trabalhadores brasileiro, de Lula da Silva, disse que “a direita não combina com a democracia” e denunciou o que apelidou de “outro golpe na América Latina”.

ZAP //

PARTILHAR

10 COMENTÁRIOS

  1. Morales esse maravilho democrata de extrema esquerda, que quando fez o referendo a se poderia concorrer a 3º mandato e o perdeu, a resposta foi concorrer de novo

  2. Foi só o Moro apertar o cerco aos traficantes que o chefe deles perdeu o financiamento. Lugar de cocaleiro é na cadeia.

  3. O livro Cerebrsky fala da iancada da cia, pentagono e outros terroristas do eua que os ianques devem levar esse caos a todos os paises que não se verguem aos interesses desses terroristas ianques.

  4. Pois, mesmo?
    Eleito a primeira vez sob uma constituição que vetava duas reeleições tentou, sob pretextos mais que duvidosos, alçar-se novamente ao cargo, usando plebiscito. Ocorre que a plebe em seu saber não decretou legítima sua pretenção. Apelou então ao direito torto que é produzido em cortes como a da Bolívia e do Brasil, onde conseguiu conspurcar (com ajuda do judiciário partidário, ideológico e nada isento) a constituição; a segurança jurídica e a tal democracia. Diante da iminência de derrota nas urnas (o plebiscito não serviu-lhe de lição) tentaram a fraude eleitoral. Ao final pretende fazer-se de vítima. Tenha dó!

  5. Este pelos vistos estava na intenção de se perpetuar no tempo como presidente a exemplo de alguns “democratas” do seu continente, ambições desmedidas!.

RESPONDER

Especialistas de 32 países alertam OMS: covid-19 também se transmite pelo ar

Numa carta aberta à Organização Mundial de Saúde, 239 cientistas pedem que a organização reveja as recomendações que tem emitido, alertando para o facto de a covid-19 poder transmitir-se pelo ar. Numa carta dirigida à Organização …

Moreirense 0-0 Sporting | Nulo em jogo de pólvora seca

A 30ª jornada fechou no Minho com um nulo entre Moreirense e Sporting, que continua sem derrotas sob o comando de Rúben Amorim. A formação leonina poderia muito bem ter vencido em Moreira de Cónegos, pois …

Armazém flutuante. A China está a guardar petróleo no mar (e já se sabe porquê)

A China está a guardar uma quantidade épica de petróleo no mar. De acordo com a CNN, o país comprou tanto petróleo estrangeiro a preços baratos que formou um congestionamento maciço de navios-tanque no mar, …

Peregrinos em Meca proibidos de tocar ou beijar a Caaba por causa da covid-19

Os muçulmanos que vão participar na peregrinação a Meca não poderão tocar ou beijar a Caaba nem a "pedra negra", presentes na Grande Mesquita, local considerado como um dos mais sagrados pelo Islão, informaram as …

Países Baixos continuam a abater milhares de martas. 20 quintas afetadas pela pandemia

Esta segunda-feira, as autoridades holandesas abateram milhares de martas em mais duas fazendas onde foram detetados surtos de covid-19. Esta segunda-feira, as autoridades abateram milhares de martas em mais duas fazendas, sendo agora 20 as quintas …

Cientistas criam robô para fazer testes à covid-19 (e proteger os profissionais de saúde)

O Korea Institute of Machinery & Materials (KIMM) desenvolveu um novo robô de coleta remota de amostras que elimina o contacto direto entre os profissionais de saúde e os pacientes, potencialmente infetados com o novo …

"Não use desodorizante". A peculiar estratégia de Berlim para promover o uso de máscaras nos transportes públicos

"Não use desodorizante". Esta é a peculiar campanha adotada pela empresa que controla os transportes públicos em Berlim, na Alemanha, para promover o uso correto de máscaras, evitando assim novos casos de covid-19.  Tal como escreve …

Vírus pode ter estado adormecido antes de surgir na China, diz investigador de Oxford

O novo coronavírus pode ter estado adormecido algures no mundo antes de ter surgido na China, defendeu o investigador da Universidade de Oxford, Tom Jefferson, apontando para várias descobertas de amostras do vírus em Espanha, …

Federer sente falta de Wimbledon. "Deu-me tudo"

Roger Federer admitiu sentir a falta de Wimbledon, o torneio do "Grand Slam" que, se não tivesse sido cancelado devido à pandemia de covid-19, estaria a decorrer em Londres. O tenista suíço Roger Federer admitiu, esta …

Vanessa Guillen foi espancada até à morte. Jovem soldado tinha dito à mãe que era vítima de assédio

Vanessa Guillen foi vista pela última vez a 22 de abril, pouco tempo depois de confessar à mãe que estava a ser assediada por um sargento. O principal suspeito da morte da jovem suicidou-se e …