Ryanair e sindicato dos tripulantes em desacordo sobre novos contratos de trabalho

O Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC) tem recusado chegar a acordo com a Ryanair em relação aos novos contratos de trabalho, alegando que a empresa está a propor a renovação dos mesmos com uma remuneração abaixo do salário mínimo nacional.

Em entrevista ao Expresso, divulgada na terça-feira, o presidente executivo da Ryanair, Eddie Wilson, disse que esta está a propor “uma redução temporária de salário para poder manter o máximo de postos de trabalho” durante a crise provocada pela covid-19. De acordo com o jornal, a proposta da redução de salário é por quatro anos.

O responsável, que indicou estar a fazer acordos com os aeroportos e trabalhadores da Ryanair, informou que os únicos que não aceitaram foram os funcionários na Bélgica e o Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC).

“Os trabalhadores da Ryanair ganham cerca de 20 mil euros por ano. Não sei como é que alguém na imprensa pode dizer que ganham abaixo do salário mínimo. É a maior ‘fake news’ que eu ouvi desde sempre”, indicou, acrescentando: “É uma falta de bom senso e maior lixo que eu já ouvi”.

“Em Portugal neste momento há falhas de informação sobre o que está a acontecer nas negociações com o sindicato dos tripulantes. Infelizmente não estamos a conseguir chegar a acordo. E se não chegarmos a acordo, vamos ter menos tráfego e vamos ter menos emprego em Portugal. Tenho lido que estamos a oferecer contratos abaixo do salário mínimo. Onde foram buscar essa ideia? As pessoas não têm calculadoras em Portugal?”, indagou Eddie Wilson.

E continuou: “Pagamos mais aos tripulantes de cabine do que se paga a professores e enfermeiros em Portugal”. “Os nossos trabalhadores ganham cerca de 20 mil euros por ano. E estamos a falar de um emprego que é essencialmente um part time. Trabalham 12 dias por mês. É um bom trabalho. É um emprego com responsabilidade e é bem pago”, acrescentou ainda.

“Os professores (em início de carreira) em Portugal ganham 14 mil euros por ano, um membro de cabine da Ryanair, com seis semanas de treino e 19 anos de idade pode ganhar mais do que isso”, sublinhou, frisando: “Olhem para os factos. Nós pagamos aos nossos trabalhadores entre 18 mil a 40 mil euros por ano”.

Para Eddie Wilson, a Ryanair é “dos empregadores que mais paga em Portugal”. “Cerca de 20% da tripulação da Ryanair na Europa é portuguesa. Somos grandes empregadores de portugueses na Irlanda, na Alemanha, por todo o lado. São trabalhadores fantásticos”.

“Ninguém deixa a Ryanair em Portugal. Temos zero demissões e estamos cá há muitos anos. Há há nenhuma questão face ao salário mínimo. É uma mentira”, apontou, salientando: “Tivemos sucesso com os pilotos portugueses, mas com a tripulação não. Mas estamos confiantes que vamos chegar a acordo com eles. Queremos preservar o máximo de número de postos de trabalho em Portugal. Vemos grande capacidade em Portugal”.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Há três anos, uma tempestade de poeira em Marte desencadeou a primavera no polo sul

Em 2018, Marte foi palco de uma fortíssima tempestade de areia que destruiu um vórtice de ar frio em torno do polo sul do planeta, desencadeando uma primavera precoce. Já no hemisfério norte, a tempestade …

Vídeo mostra salmões feridos devido ao sobreaquecimento das águas

O vídeo foi gravado por um grupo de conservação ambiental depois de uma onda de calor no Noroeste Pacífico que fez as temperaturas da água atingirem os 21 graus Celsius. De acordo com o jornal The …

Uma prenda de aniversário. Israelita doou um dos seus rins a um menino palestiniano

Uma israelita quis doar um rim a um estranho. Estranho esse que acabou por ser uma criança, de apenas três anos, que vive na Faixa de Gaza, na Palestina. De acordo com a agência Associated Press, …

Novo método permite eliminar a bioincrustação marinha eficazmente

Um projeto inovador demonstrou como os revestimentos de superfície eletricamente carregados podem eliminar a bioincrustação marinha ou o crescimento de organismos marinhos, melhorando a operação e manutenção de embarcações navais. A bioincrustação marinha é um fenómeno …

Aglomerado de safiras estrela encontrado no Sri Lanka pode ser o maior do mundo

Um aglomerado de safiras estrela do mundo foi encontrado num quintal no Sri Lanka. A pedra é azul, pesa 510 quilos e estima-se que valha cerca de 84 milhões de euros. A pedra foi encontrada …

Médico sírio acusado na Alemanha de crimes contra a humanidade

Um médico sírio foi acusado na Alemanha de crimes contra a humanidade por supostamente torturar e matar pessoas em hospitais militares no seu país de origem, informaram os promotores na quarta-feira. O Ministério Público Federal de …

Justiça climática. Vamos todos sofrer com as alterações climáticas, mas não de forma igual

A recente onda de calor na América do Norte é mais um exemplo de que apesar de ser um problema global, as alterações climáticas não vão afectar todos igualmente e podem exacerbar injustiças sociais e …

Os exemplos que Portugal deve seguir (e evitar) nas últimas etapas da pandemia

No plano apresentado pela equipa de Raquel Duarte comparam-se as estratégias opostas adotadas por Israel e Reino Unido, com a segunda a merecer nota negativa por parte dos investigadores. Os dados foram lançados na reunião que …

Jogos da Taça da Liga de sábado adiados para domingo para poderem ter público

O presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) anunciou, esta quinta-feira, que os jogos da Taça da Liga agendados para sábado vão ser adiados para domingo, para que possam ter público nas bancadas. "A Liga, …

Dinamarca enfrenta acção legal por querer repatriar refugiados sírios

O governo dinamarquês quer repatriar sírios naturais de Damasco depois de um relatório mostrar que há zonas da Síria onde a segurança melhorou. A decisão está a ser criticada por activistas e o caso pode …