Ryanair despediu funcionários que encenaram fotografia a dormir no chão

Os seis funcionários da Ryanair que encenaram uma fotografia a dormir no chão do aeroporto de Málaga em outubro foram despedidos, de acordo com um comunicado enviado ao JN.

Os tripulantes foram acusados, a 17 de outubro, de simular uma fotografia no aeroporto de Málaga, em Espanha, quatro dias antes, quando seis voos com destino ao Porto divergiram para aquele aeroporto devido à passagem da tempestade Leslie por Portugal.

Na ocasião, cerca de 800 passageiros passaram a noite no aeroporto, sem informações, durante cinco a seis horas, muitos destes a dormir no chão ou em bancos.

Pela mesma altura, começaram a correr pelas redes sociais fotografias de funcionários de cabine da Ryanair a dormir no chão do aeroporto, alegadamente por falta de condições para os acolher em Málaga.

O caso chegou mesmo às notícias, com o Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil a fazer uso das fotos para denunciar a alegada falta de condições para os tripulantes em Málaga.

Contudo, um vídeo das câmaras de segurança, divulgado pela companhia irlandesa, mostrava a manipulação, uma vez que os funcionários são filmados a voltar para o local em que estavam sentados depois de tirarem a fotografia.

Ao JN, a Ryanair confirmou o despedimento dos funcionários envolvidos na situação. “Estes seis elementos de cabine do Porto foram despedidos no dia 5 de novembro por quebra contratual”, confirmou a empresa.

Os tripulantes são acusados de “conduta grosseira, após terem encenado uma fotografia para suportar falsas alegações de serem forçados a dormir no chão”, explicou a companhia. “Este comportamento prejudicou a reputação do empregador e causou uma quebra irreparável de confiança com essas seis pessoas”, rematou.

ZAP //

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

    • Não precisas de ser tão “miserável”, até porque não há “consideração” de nenhum tribunal do mundo relativamente a este caso – pelo simples facto de que esta situação ainda não chegou ao tribunal!
      Mas, é bem provável que, tendo em conta o modo como a Ryanair trata os trabalhadores (e o historial de processos perdidos pela Europa fora), o resultado de uma decisão de um tribunal seja favorável aos trabalhadores.
      Segundo a Raynair, os trabalhadores não precisavam de dormir no chão, porque tinham cadeiras para dormir!….
      Enfim…
      Por mim, os trabalhadores, a quem, mais uma vez, não foram dadas condições de trabalho/descanso dignas, tem todo o apoio contra os mafiosos da Ryainar!!

RESPONDER

"Em Casa d’Amália": RTP comemora cententário da fadista

A Fundação Amália Rodrigues junta-se à RTP para assinalar o centenário da fadista. O programa Em Casa d’Amália tem estreia marcada para a próxima sexta-feira (10) e reúne várias figuras da música portuguesa da atualidade. O …

Desapareceram 21 milhões de números de telefone na China. Mas o mistério foi resolvido

O porta-voz de uma das três maiores operadoras chinesas confirmou o desaparecimento dos utilizadores, mas deu uma explicação para este mistério. Nos últimos dias, surgiram vários relatos de notícias que davam conta de que, entre janeiro …

Mercadona doa 20 mil quilos de chocolate aos profissionais de saúde e aos mais carenciados

A Mercadona anunciou, esta quarta-feira, a doação de 20 mil quilos de chocolate ao Banco Alimentar Contra a Fome do Porto. O objetivo é proporcionar uma Páscoa mais doce aos mais carenciados e aos que …

"Paciente 1" em Itália recupera (e dá as boas-vindas a Giulia, a sua filha recém-nascida)

Giulia, a filha recém-nascida do "paciente 1" de Itália, veio para trazer alguma esperança ao país, em plena pandemia de covid-19. Mattia, de 38 anos, foi internado no dia 20 de fevereiro no hospital de Codogno, …

Investigadores transformaram o coronavírus em música (e já o podemos ouvir)

Uma equipa de investigadores do Instituto de Tecnologia de Massachussets (MIT) conseguiu transformar em som a estrutura da proteína spike, que permite que o novo coronavírus adira às células para infetá-las. Até agora, já pudemos ver …

Autoeuropa quer recorrer ao lay-off (e retomar produção a 20 de abril)

A administração da Autoeuropa quer promover um regresso gradual ao trabalho a partir de 20 de abril, pretendendo recorrer ao lay-off simplificado para os trabalhadores que não regressem ao trabalho nessa data. “O regresso ao trabalho …

Ex-mulher de astronauta acusada de mentir sobre o "primeiro crime espacial"

A ex-mulher da astronauta da NASA Anne McClain, Summer Worden, foi acusada formalmente de mentir sobre o "crime espacial" que McClain terá cometido. Em agosto de 2019, o jornal norte-americano The New York Times noticiou que …

Em Singapura, os parques de estacionamento são agora quintas urbanas

A pandemia de covid-19 está a obrigar alguns países a adaptarem-se. É o caso de Singapura, que está a transformar os parques de estacionamento em quintas urbanas para aumentar a produção alimentar. Só 1% do território …

O empresário mais odiado do mundo quer sair da prisão (para desenvolver um medicamento para a covid-19)

Martin Shkreli, o empresário mais odiado do mundo, quer sair brevemente da prisão para ajudar a desenvolver um tratamento para a covid-19. Num artigo publicado no site da empresa de Shkreli, Prospero Pharmaceuticals, juntamente com outros …

Ceferin acusado de ganância. "Manter a Liga dos Campeões foi um ato criminoso irresponsável"

O primeiro-ministro da Eslovénia, Janz Jansa, teceu duras críticas à forma como a UEFA e o seu presidente, Aleksander Ceferin, lidaram com a fase inicial da pandemia de covid-19. "Manter a Liga dos Campeões foi um …