Rússia nega uso de armas químicas em ofensiva governamental contra Duma

Youssef Badawi / EPA

A Rússia negou este domingo categoricamente as informações sobre um suposto ataque químico realizado pelas forças governamentais da Síria no reduto rebelde da cidade de Duma, nos arredores de Damasco.

Negamos categoricamente tal informação e, assim que for libertada a cidade de Duma dos rebeldes, declaramo-nos dispostos a enviar imediatamente os nossos especialistas”, disse Yuri Yevtushenko, chefe do Centro de Reconciliação russa na Síria.

O general russo explicou que os especialistas do seu país em limpeza química, biológica e radiativa “recolherão dados que confirmarão que essas declarações são fabricadas“.

Yuri acusou “uma série de países ocidentais” de tentar impedir o reatamento da operação de evacuação de rebeldes de Duma, estancada há dois dias. “Para isso utiliza-se o tema preferido de Ocidente que é o uso de armas químicas por parte das forças governamentais sírias”, afirmou Yevtushenko.

A agência oficial síria, a “SANA”, também rejeitou qualquer responsabilidade das forças sírias e garantiu que “as denúncias do uso de substâncias químicas em Duma são uma tentativa clara de impedir o progresso do Exército”.

Segundo a ONG Capacetes Brancos, pelo menos 40 pessoas, na sua maioria mulheres e crianças, morreram no sábado por asfixia num ataque químico contra Duma, cidade que fica nos arredores de Damasco.

Trump chama “animal” a Assad e exige aceder à área do ataque

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, condenou este domingo no twitter o suposto ataque químico na cidade de Duma e exigiu acesso à área.

O mandatário norte-americano qualifica de “sem sentido” o suposto ataque que, assegura, deixou “muitos mortos, incluindo mulheres e crianças”, enquanto a área encontra-se “bloqueada e rodeada pelo Exército sírio”, pelo que é “completamente inacessível para o mundo exterior”.

Assim, assegurou que o “presidente Putin, a Rússia e o Irão são responsáveis de apoiar o animal Assad”, depois do qual acrescentou a frase: “Um preço muito alto a pagar“, sem dar mais explicações.

Num outro tweet, Trump afirmou que “se o presidente Obama tivesse cruzado a linha vermelha”, o desastre da Síria “teria terminado há muito tempo” e que o “animal Assad já seria história”.

ZAP // EFE

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Claro, os russos só estão na Síria pelo bem nada pelo mal e muito menos sem qualquer responsabilidade no massacre do povo!.

RESPONDER

Aeronave autónoma é uma alternativa acessível aos satélites (e já fez o seu primeiro voo)

A empresa Swift Engineering, em parceria com o Ames Research Center, da NASA, desenvolveu uma alternativa acessível aos satélites: uma aeronave autónoma de alta altitude e longa resistência. Já nasceu a alternativa acessível aos satélites: chama-se …

Reservas naturais chinesas salvaram os pandas da extinção (mas "esqueceram-se" dos leopardos)

Uma nova investigação revela que os esforços da China para salvar os pandas gigantes foram bem sucedidos, mas os mesmos falharam na proteção de outros animais que partilham o mesmo habitat, como é o caso …

Comunidade científica critica Trump por dizer que NASA estava "morta"

Na quarta-feira, o Presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, afirmou no Twitter que "a NASA estava fechada e morta" até que o próprio fez com que voltasse a funcionar, afirmação que gerou consternação na …

É "bastante provável" que chegue à Europa uma Cybertruck de menores dimensões

É "bastante provável" que uma Cybertruck de menores dimensões venha a ser produzida e chegue depois ao mercado europeu, revelou Elon Musk, CEO da Tesla, empresa que produz estas pickups elétricas. Questionado na rede social …

Mais seis mortos e 131 novos casos em Portugal nas últimas 24 horas

Portugal regista hoje mais seis mortos e 131 novos casos de infeção por covid-19 em relação a sábado, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde. O número de pessoas internadas é de 366, mais nove …

"Erro" do Instagram favoreceu conteúdo de Trump face ao de Biden

Um "erro" da rede social Instagram favoreceu durante dois meses o conteúdo gerado pela campanha de reeleição do atual Presidente norte-americano, Donald Trump, quando comparado com as publicações de Joe Biden, candidato democrata que está …

Fotografia partilhada nas redes sociais levou à suspensão de alunos nos Estados Unidos

Pelo menos dois alunos da North Paulding High School, no estado da Georgia, dizem ter sido suspensos depois de terem partilhado nas redes sociais uma fotografia na qual é possível ver um corredor da escola repleto …

Estado de Nova Iorque com mais mortes por Covid-19 do que França ou Espanha

Os Estados Unidos registaram 1.252 mortos e 63.913 infetados com o novo coronavírus nas últimas 24 horas, segundo uma contagem independente da Universidade Johns Hopkins. Os últimos números de casos e óbitos registados devido a Covid-19 …

Turistas voltam a viajar, mas optam pelo low-cost

Mesmo num contexto de pandemia mundial o desejo de ir de férias continua vivo. Os turistas voltaram a procurar voos, contudo as opções recaem em percursos de curta distância e mais económicos. Ao longo dos últimos …

Ventura anuncia recandidatura ao Chega e só sai do parlamento quando “metade daquela esquerda" sair

André Ventura anunciou esta noite a recandidatura à liderança do Chega, numa cerimónia em Leiria em que disse que só vai sair do parlamento “quando metade daquela esquerda sair”. “Estamos a fazer uma revolução democrática e …