Rússia. 5 funcionários morrem num teste de explosão de mísseis

A agência nuclear russa Rosatom anunciou que uma explosão num local de testes de mísseis matou cinco funcionários. Numa cidade próxima, o ensaio deixou os níveis de radiação em valores 20 vezes mais elevados do que o normal.

Em comunicado, a agência nuclear disse que o acidente de quinta-feira, numa instalação militar secreta, também deixou três funcionários com queimaduras e outros ferimentos.

O acidente ocorreu no extremo norte da região de Arkhangelsk, durante o teste a um motor a jato de propelente líquido. Segundo o comunicado do Ministério da Defesa, uma explosão provocou um incêndio.

De acordo com a nota, a equipa da agência Rosatom estava a fornecer suporte técnico e engenharia para a “fonte de energia isotópica” do motor que estava a ser testado.

As primeiras informações fornecidas por fontes militares não faziam qualquer referência à presença de combustível nuclear e descreviam os níveis de radiação como “normais”. Mas as autoridades da cidade vizinha de Severodvinsk relataram que os níveis de radiação subiram após a ocorrência, avança a France-Presse (AFP), citada pela Raw Story.

As autoridades da cidade, que se encontra a 30 quilómetros do local de testes, disseram na quinta-feira que os sensores automáticos de deteção de radiação na cidade “registaram um ligeiro aumento nos níveis de radiação” por volta do meio-dia.

Valentin Magomedov, um representante da defesa civil, disse à agência de notícias TASS, que na quinta feira os níveis de radiação subiram para 2,0 microsieverts por hora — o que excede o limite permitido de 0,6 microsieverts. As autoridades acabariam por esclarecer que este valor não apresentava riscos para a saúde pública.

Durante a quinta-feira, a cobertura mediática do acidente levou a que moradores de Severodvinsk acorressem às farmácias para comprar iodo, que pode ser usado para limitar os efeitos da exposição à radiação.

“As pessoas começaram a entrar em pânico; numa hora, todos os medicamentos de iodo ou que tivessem iodo estavam esgotados”, contou a farmacêutica Yelena Varinskaya à AFP.

A Administração de Portos do Ártico Ocidental — autoridade marítima russa —, anunciou na quinta-feira que seriam proibidos navios em Dvina Bay durante um mês. A baía situa-se no Mar Branco, perto da área militar onde ocorreu a explosão, avança o The New York Times.

De acordo com o The Guardian, a medida levanta especulações de que a água estava contaminada ou que uma trabalho de investigação ia ser lançado. Contudo, na sexta-feira, os media russos noticiaram que um navio especializado para recolha e armazenamento de resíduos nucleares líquidos tinha navegado na área.

O local de testes de Nyonoksa, no Mar Branco, é usado para testar mísseis instalados em submarinos e navios nucleares desde a era soviética.

A União Soviética viu o pior acidente nuclear do mundo acontecer no seu território, em Chernobyl na data de 1986. Na altura as autoridades competentes tentaram encobrir a gravidade do desastre.

DR, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Dois satélites "reformados" podem estar prestes a colidir na órbita da Terra

Dois satélites desativados passarão muito próximos um do outro em 29 de janeiro e, de acordo com a empresa de rastreamento de satélites LeoLabs Inc, há uma probabilidade de 1 em 100 de colidirem. Embora a …

FC Porto 2-1 Gil Vicente | “Dragão” afasta crise com reviravolta

O FC Porto voltou a sorrir. Após dois desaires – ambos diante do Braga – nos últimos três jogos, os “azuis-e-brancos” regressaram aos triunfos e derrotaram o Gil Vicente por 2-1 esta terça-feira, num embate …

Aeroporto de Southampton tem uma equipa canina para acalmar os passageiros

O Aeroporto de Southampton, no Reino Unido, tem uma equipa canina para acalmar os nervos dos passageiros que não gostam muito de andar de avião. Se alguma vez aterrar em Southampton, no Reino Unido, não se admire …

"Padres-robôs" dão bênçãos, fazem casamentos e até funerais

A Inteligência Artificial está a pavimentar o seu caminho em várias religiões espalhadas pelo mundo. "Padres-robôs" são capazes de dar bênçãos, fazer casamentos e até funerais. Há um novo padre em Kodaiji, um templo budista com …

Livro sugeria que o 11 de setembro tinha sido "orquestrado pela CIA". Editora obrigada a corrigir

A editora francesa Ellipses Publications teve que corrigir um livro de História no qual era sugerido que os ataques terroristas de 11 de setembro de 2001, nos Estados Unidos (EUA), foram "orquestrados pela CIA". Segundo noticiou …

Paulo Coelho vai destruir rascunho de livro infantil escrito com Kobe Bryant

O escritor brasileiro Paulo Coelho anunciou hoje que pretende apagar o rascunho de um livro infantil que se encontrava a escrever em conjunto com o antigo basquetebolista norte-americano Kobe Bryant, que morreu no domingo num …

Encontrado famoso navio que desapareceu misteriosamente no Triângulo das Bermudas há 95 anos

Os destroços de um navio que desapareceu misteriosamente no Triângulo das Bermudas há 95 anos foram descobertos na costa da Florida, nos Estados Unidos. O SS Cotopaxi - um navio mercante norte-americano - deixou Charleston, na …

Ana Gomes diz que diretiva europeia sobre branqueamento de capitais é aplicável a Rui Pinto

A ex-eurodeputada socialista Ana Gomes disse hoje em Lisboa que pode aplicar-se ao ‘hacker’ Rui Pinto a diretiva europeia sobre branqueamento de capitais e financiamento do terrorismo, sem esperar pela transposição de legislação sobre o …

"Há grandes chances de Jesus sair em maio para o FC Porto", diz Carlos Alberto

Carlos Alberto, atual comentador desportivo e antigo jogador do FC Porto, acredita que os 'dragões' vão avançar para a contratação de Jorge Jesus, em maio. Recentemente, a ideia de Jorge Jesus no FC Porto tem ganho …

Raras lesmas cor-de-rosa fluorescente sobreviveram aos incêndios na Austrália

Uma rara espécie de lesma cor-de-rosa fluorescente (Triboniophorus aff. graeffei) conseguiu sobreviver aos incêndios que assolaram a Austrália no início de janeiro e que deixaram milhões de animais mortos e outros tantos sem abrigo. Tratam-se …