Rússia. 5 funcionários morrem num teste de explosão de mísseis

A agência nuclear russa Rosatom anunciou que uma explosão num local de testes de mísseis matou cinco funcionários. Numa cidade próxima, o ensaio deixou os níveis de radiação em valores 20 vezes mais elevados do que o normal.

Em comunicado, a agência nuclear disse que o acidente de quinta-feira, numa instalação militar secreta, também deixou três funcionários com queimaduras e outros ferimentos.

O acidente ocorreu no extremo norte da região de Arkhangelsk, durante o teste a um motor a jato de propelente líquido. Segundo o comunicado do Ministério da Defesa, uma explosão provocou um incêndio.

De acordo com a nota, a equipa da agência Rosatom estava a fornecer suporte técnico e engenharia para a “fonte de energia isotópica” do motor que estava a ser testado.

As primeiras informações fornecidas por fontes militares não faziam qualquer referência à presença de combustível nuclear e descreviam os níveis de radiação como “normais”. Mas as autoridades da cidade vizinha de Severodvinsk relataram que os níveis de radiação subiram após a ocorrência, avança a France-Presse (AFP), citada pela Raw Story.

As autoridades da cidade, que se encontra a 30 quilómetros do local de testes, disseram na quinta-feira que os sensores automáticos de deteção de radiação na cidade “registaram um ligeiro aumento nos níveis de radiação” por volta do meio-dia.

Valentin Magomedov, um representante da defesa civil, disse à agência de notícias TASS, que na quinta feira os níveis de radiação subiram para 2,0 microsieverts por hora — o que excede o limite permitido de 0,6 microsieverts. As autoridades acabariam por esclarecer que este valor não apresentava riscos para a saúde pública.

Durante a quinta-feira, a cobertura mediática do acidente levou a que moradores de Severodvinsk acorressem às farmácias para comprar iodo, que pode ser usado para limitar os efeitos da exposição à radiação.

“As pessoas começaram a entrar em pânico; numa hora, todos os medicamentos de iodo ou que tivessem iodo estavam esgotados”, contou a farmacêutica Yelena Varinskaya à AFP.

A Administração de Portos do Ártico Ocidental — autoridade marítima russa —, anunciou na quinta-feira que seriam proibidos navios em Dvina Bay durante um mês. A baía situa-se no Mar Branco, perto da área militar onde ocorreu a explosão, avança o The New York Times.

De acordo com o The Guardian, a medida levanta especulações de que a água estava contaminada ou que uma trabalho de investigação ia ser lançado. Contudo, na sexta-feira, os media russos noticiaram que um navio especializado para recolha e armazenamento de resíduos nucleares líquidos tinha navegado na área.

O local de testes de Nyonoksa, no Mar Branco, é usado para testar mísseis instalados em submarinos e navios nucleares desde a era soviética.

A União Soviética viu o pior acidente nuclear do mundo acontecer no seu território, em Chernobyl na data de 1986. Na altura as autoridades competentes tentaram encobrir a gravidade do desastre.

DR, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Poluição no rio Lis arrasta-se há mais de 20 anos

A poluição na bacia hidrográfica do rio Lis arrasta-se há mais de duas décadas, com o contributo das descargas ilegais das suiniculturas, mas a construção da estação de tratamento de efluentes suinícolas tem sido adiada …

No Quénia, há meninas a faltar às aulas por não terem acesso a tampões

No Quénia, há adolescentes que não têm dinheiro para comprar pensos higiénicos ou tampões. Por isso, faltam às aulas. O Expresso conta a história de uma menina queniana, de 14 anos, que não aguentou ser humilhada …

As sestas podem ser boas amigas do coração

Fazer uma sesta uma ou duas vezes por semana pode reduzir o risco de ataque cardíaco ou AVC. No entanto, se fizer mais sestas do que o recomendado, os benefícios desaparecem. Uma equipa de cientistas decidiu …

Qual o tamanho mínimo para que um planeta possa ser habitável? Cientistas responderam

Uma equipa de cientistas de Harvard revelou o tamanho crítico abaixo do qual um planeta nunca pode ser habitável, mesmo que esteja numa área com uma distância à sua estrela que permita a existência de …

Criatura com "cabeça de canivete suíço" deu origem aos escorpiões e às aranhas

Encontrada no Canadá, esta nova espécie de fóssil provou ser o quelicerado mais antigo, situando a origem dos escorpiões e das aranhas há 500 milhões de anos. Com o tamanho de um dedo polegar, olhos em …

Benfica 2-0 Gil Vicente | "Águia" q.b. bate minhotos aguerridos

O Benfica cumpriu frente ao Gil Vicente, no Estádio da Luz, e venceu por 2-0, com um golo a fechar a primeira parte e outro a abrir a segunda. A formação “encarnada” sentiu muitas dificuldades para …

Há cidades que, em 2050, vão ser quentes demais para se visitar

Em 2050, há cidades que vão ser vítimas do flagelo das alterações climáticas. As altas temperaturas vão impedir que os turistas explorem cada recanto destas metrópoles. Os efeitos das alterações climáticas são cada vez mais visíveis.. …

As legislativas não se ganham nas sondagens, alerta Costa

Após ter sido divulgada mais uma sondagem este sábado, António Costa afirmou que as eleições não se ganham nas sondagens e apelou para a mobilização de modo a garantir a vitória. O secretário-geral do PS, António …

Prémios IgNobel: uma máquina para mudar fraldas e uma pizza anticancro

Os vencedores da 29.ª edição dos prémios IgNobel foram anunciados na quinta-feira, na Universidade de Harvard, no Estado norte-americano do Massachusetts. Os prémios IgNobel - uma paródia dos prémios atribuídos pelas academias suecas e norueguesa - …

Atriz Felicity Huffman condenada a 14 dias de prisão

A atriz de "Donas de Casa Desesperadas" foi ainda multada em 30 mil dólares e terá de cumprir 250 horas de serviço comunitário. Depois de cumprido o tempo de prisão, Felicity Huffman ficará um ano …