Rui Rio vence segunda volta. Líder reeleito quer “estabilidade, lealdade e unidade”

José Coelho / Lusa

O líder do PSD, Rui Rio

O presidente social-democrata, Rui Rio, afirmou hoje que espera poder “trabalhar com estabilidade e lealdade”, recusou que o PSD esteja “partido” e vincou estar “a iniciar o momento para marcar a unidade” no partido.

O líder do Partido Social Democrata, Rui Rio, venceu a segunda volta das eleições diretas para a presidência do partido, com 53,2% dos votos dos militantes. Luís Montenegro conquistou 46,98%.

“Encaro esta vitória com satisfação, orgulho e, acima de tudo, com sentido de responsabilidade”, afirmou Rui Rio no seu discurso de vitória.

“Fez hoje um ano que o Conselho Nacional do PSD votou pela estabilidade, ao votar contra a minha destituição. Hoje, os militantes do PSD voltaram a votar pela estabilidade ao votar pela manutenção da atual liderança. Espero que, a partir de hoje, possamos trabalhar com estabilidade e lealdade”, acrescentou o líder reeleito.

No discurso aos militantes, a partir de um hotel do Porto, Rio disse querer, a partir de hoje, “com o PSD, começar a ganhar o país”, observando que “houve um momento para se marcar as diferenças”, mas começa agora a ocasião “para marcar a unidade”.

O presidente do PSD, Rui Rio, e o antigo líder parlamentar Luís Montenegro disputaram hoje eleições diretas para a liderança do partido, numa inédita segunda volta em que podiam votar 40.604 militantes com as quotas em dia.

O atual presidente do PSD foi o candidato mais votado na primeira volta das diretas, realizada há uma semana, com 49,02% dos votos expressos, enquanto o antigo líder parlamentar social-democrata conseguiu 41,42%. Miguel Pinto Luz, o terceiro candidato mais votado, obteve 9,55% (3.030 votos) e ficou fora da segunda volta.

José Coelho / Lusa

Rui Rio venceu com 53,2%.

Montenegro pede a Rio que “devolva unidade”

O candidato à liderança do PSD Luís Montenegro reconheceu a derrota nas eleições diretas e disse que já telefonou ao presidente Rui Rio a saudá-lo pela vitória, pedindo-lhe que tenha “a capacidade de devolver a unidade ao partido”.

“Aqui não há nenhum equívoco e nenhuma dúvida ele é o vencedor destas eleições, é credor do nosso cumprimento”, afirmou Luís Montenegro, que reclamou representar os votos de cerca de 47% dos militantes do PSD.

Montenegro só cumprimentou Rui Rio a meio da sua intervenção inicial, já depois de saudar os militantes do PSD, a sua estrutura de campanha e até o terceiro candidato menos votado na primeira volta, Migue Pinto Luz, a quem agradeceu pela sua campanha e pelo seu “contributo para este debate”.

Além de considerar Rio “credor” do seu cumprimento, Montenegro deixou-lhe de imediato um desafio para os dois próximos atos eleitorais nacionais. “É credor do nosso desejo de que possa ultrapassar com êxito os combates eleitorais que o partido vai enfrentar nos Açores, ainda este ano, e no próximo ano nas autárquicas”, afirmou.

O antigo líder parlamentar fez ainda um outro pedido ao atual e futuro presidente do PSD. “Não pondo em causa de maneira nenhuma os resultados de hoje, mas com a legitimidade de aqui representar cerca de 47% dos militantes, de pedir ao dr. Rui Rio e à nova direção política que saibam interpretar os resultados eleitorais dos últimos atos eleitorais e também da avaliação que os militantes fizeram hoje nas urnas”, afirmou.

Montenegro defendeu ser importante que “o PSD tenha paz e tranquilidade”, mas considerou que é responsabilidade de todos “contribuir para acabar com uma cultura de fação, de divisões insustentáveis e agressividades intoleráveis”. “Esta unidade começa precisamente na liderança e no líder, quero desejar que o dr. Rui Rio tenha a capacidade de devolver esta unidade ao nosso PSD”, afirmou.

Resultados finais oficiais:
Rui Rio: 16.420 votos (53,2%)
Luís Montenegro: 14.547 (46,98%)
Número de eleitores: 40.628
Total de votantes: 31.295
Votos em branco: 199
Votos nulos: 129

O 38.º Congresso do PSD está marcado para 7, 8 e 9 de fevereiro, em Viana do Castelo.

// Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Vá lá… cheguei a recear o pior!…
    Por um triz, o bando que vendeu o país ao desbarato (enquanto esmifrava os portugueses) tomava conta do PSD!…

  2. Agora que Rui Rio é presidente do PPD, vou ficar a aguardar o que o preocupa no País que soluções vai apresentar e como as vai pôr em prática, é que do bota abaixo já me cansei de ouvir os políticos conforme o lugar que ocupam, nos governos são todos bons na oposição ainda são melhores no bota a baixo, o País precisa e o Povo também é de propostas de soluções e que as ponham em prática, não de lavagem de roupa uns dos outros.

"Tofu nunca causou uma pandemia", publica PETA em outdoors

A organização de direitos dos animais PETA está a incentivar os norte-americanos a experimentar tofu, através de anúncios em 'outdoors' nos Estados Unidos (EUA) onde defendem que o produto de soja "nunca causou uma pandemia". A …

Portugueses estão menos preocupados com a pandemia, mas apreensivos com a economia

O grau de preocupação com a pandemia diminuiu de 80,9% durante o estado de emergência para 76,2% no estado de calamidade, mas os portugueses estão mais alerta quanto ao impacto na economia, conclui um inquérito …

Nova morte, saqueamentos e protestos. Minneapolis vive caos após homicídio de George Floyd

Um homem foi encontrado morto a tiro, na madrugada de hoje, suspeito de ter sido vítima dos protestos, em Minneapolis, contra a morte de um homem negro sob custódia policial. Durante a noite de quarta-feira, milhares …

Filho de Deeney tem problemas respiratórios. Jogador foi alvo de abusos por recusar treinar

O futebolista Troy Deeney, capitão do Watford, revelou que tem sido alvo de abusos e comentários depreciativos, por ter recusado voltar aos treinos, face aos problemas respiratórios do seu filho. “Vi comentários em relação ao meu …

Parlamento aprova alargamento de apoios a todos os sócios-gerentes afetados pela pandemia

O parlamento aprovou hoje, em votação final global, um texto final que alarga os apoios no âmbito do `layoff´ aos sócios-gerentes das micro e pequenas empresas afetadas pela pandemia covid-19, independentemente do volume de faturação. Com …

Pandemia de covid-19 alimenta corrupção na América Latina

A propagação da Covid-19 na América Latina está a alimentar a corrupção nos vários países que a integram, que vai desde a inflação dos preços a situações de aproveitamento económico e de ligações entre políticos …

Mais de 500 católicos portugueses contra proibição de comunhão na boca

Mais de 500 católicos portugueses, entre leigos e sacerdotes, apelaram à Conferência Episcopal Portuguesa para revogar a proibição de os fiéis receberem a comunhão na boca, por causa da pandemia de covid-19, informou na quarta-feira …

Adeptos recusam devolução dos bilhetes. Bayern distribui dinheiro por clubes amadores

Os adeptos do Bayern renunciaram ao direito de serem reembolsados pelos bilhetes comprados para os jogos até ao final da temporada. O clube decidiu distribuir o dinheiro pelos emblemas amadores da região da Baviera. Tal como …

Trabalhadores acusam TAP de pagar abaixo do salário mínimo a tripulantes em lay-off

O Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC) acusou hoje a TAP de não estar a pagar o previsto na lei do ‘lay-off’, indicando vários casos em que a remuneração é inferior …

Tesla baixa preço de quase todos os modelos nos Estados Unidos

A empresa de carros elétricos Tesla baixou o preço dos Modelos 3, S e X no mercado norte-americano, visando estimular as vendas que estão em declínio durante a pandemia, avança a agência Reuters. O semanário …