Rui Rio vence segunda volta. Líder reeleito quer “estabilidade, lealdade e unidade”

José Coelho / Lusa

O líder do PSD, Rui Rio

O presidente social-democrata, Rui Rio, afirmou hoje que espera poder “trabalhar com estabilidade e lealdade”, recusou que o PSD esteja “partido” e vincou estar “a iniciar o momento para marcar a unidade” no partido.

O líder do Partido Social Democrata, Rui Rio, venceu a segunda volta das eleições diretas para a presidência do partido, com 53,2% dos votos dos militantes. Luís Montenegro conquistou 46,98%.

“Encaro esta vitória com satisfação, orgulho e, acima de tudo, com sentido de responsabilidade”, afirmou Rui Rio no seu discurso de vitória.

“Fez hoje um ano que o Conselho Nacional do PSD votou pela estabilidade, ao votar contra a minha destituição. Hoje, os militantes do PSD voltaram a votar pela estabilidade ao votar pela manutenção da atual liderança. Espero que, a partir de hoje, possamos trabalhar com estabilidade e lealdade”, acrescentou o líder reeleito.

No discurso aos militantes, a partir de um hotel do Porto, Rio disse querer, a partir de hoje, “com o PSD, começar a ganhar o país”, observando que “houve um momento para se marcar as diferenças”, mas começa agora a ocasião “para marcar a unidade”.

O presidente do PSD, Rui Rio, e o antigo líder parlamentar Luís Montenegro disputaram hoje eleições diretas para a liderança do partido, numa inédita segunda volta em que podiam votar 40.604 militantes com as quotas em dia.

O atual presidente do PSD foi o candidato mais votado na primeira volta das diretas, realizada há uma semana, com 49,02% dos votos expressos, enquanto o antigo líder parlamentar social-democrata conseguiu 41,42%. Miguel Pinto Luz, o terceiro candidato mais votado, obteve 9,55% (3.030 votos) e ficou fora da segunda volta.

José Coelho / Lusa

Rui Rio venceu com 53,2%.

Montenegro pede a Rio que “devolva unidade”

O candidato à liderança do PSD Luís Montenegro reconheceu a derrota nas eleições diretas e disse que já telefonou ao presidente Rui Rio a saudá-lo pela vitória, pedindo-lhe que tenha “a capacidade de devolver a unidade ao partido”.

“Aqui não há nenhum equívoco e nenhuma dúvida ele é o vencedor destas eleições, é credor do nosso cumprimento”, afirmou Luís Montenegro, que reclamou representar os votos de cerca de 47% dos militantes do PSD.

Montenegro só cumprimentou Rui Rio a meio da sua intervenção inicial, já depois de saudar os militantes do PSD, a sua estrutura de campanha e até o terceiro candidato menos votado na primeira volta, Migue Pinto Luz, a quem agradeceu pela sua campanha e pelo seu “contributo para este debate”.

Além de considerar Rio “credor” do seu cumprimento, Montenegro deixou-lhe de imediato um desafio para os dois próximos atos eleitorais nacionais. “É credor do nosso desejo de que possa ultrapassar com êxito os combates eleitorais que o partido vai enfrentar nos Açores, ainda este ano, e no próximo ano nas autárquicas”, afirmou.

O antigo líder parlamentar fez ainda um outro pedido ao atual e futuro presidente do PSD. “Não pondo em causa de maneira nenhuma os resultados de hoje, mas com a legitimidade de aqui representar cerca de 47% dos militantes, de pedir ao dr. Rui Rio e à nova direção política que saibam interpretar os resultados eleitorais dos últimos atos eleitorais e também da avaliação que os militantes fizeram hoje nas urnas”, afirmou.

Montenegro defendeu ser importante que “o PSD tenha paz e tranquilidade”, mas considerou que é responsabilidade de todos “contribuir para acabar com uma cultura de fação, de divisões insustentáveis e agressividades intoleráveis”. “Esta unidade começa precisamente na liderança e no líder, quero desejar que o dr. Rui Rio tenha a capacidade de devolver esta unidade ao nosso PSD”, afirmou.

Resultados finais oficiais:
Rui Rio: 16.420 votos (53,2%)
Luís Montenegro: 14.547 (46,98%)
Número de eleitores: 40.628
Total de votantes: 31.295
Votos em branco: 199
Votos nulos: 129

O 38.º Congresso do PSD está marcado para 7, 8 e 9 de fevereiro, em Viana do Castelo.

// Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Vá lá… cheguei a recear o pior!…
    Por um triz, o bando que vendeu o país ao desbarato (enquanto esmifrava os portugueses) tomava conta do PSD!…

  2. Agora que Rui Rio é presidente do PPD, vou ficar a aguardar o que o preocupa no País que soluções vai apresentar e como as vai pôr em prática, é que do bota abaixo já me cansei de ouvir os políticos conforme o lugar que ocupam, nos governos são todos bons na oposição ainda são melhores no bota a baixo, o País precisa e o Povo também é de propostas de soluções e que as ponham em prática, não de lavagem de roupa uns dos outros.

RESPONDER

"É demasiado tarde". As palavras dos médicos aos doentes com covid-19 que recusaram a vacina

Estados Unidos da América contam com 48.49% da população totalmente vacinada, apesar de o processo ter estagnado nas últimas semanas. Os números de novas infeções crescem, assim como as mortes face ao crescimento galopante da …

"Pingdemic". Há uma nova "pandemia" a causar escassez de comida e combustível no Reino Unido

As medidas de distanciamento social no Reino Unido caíram e, como consequência, centenas de milhares de pessoas estão a ser notificadas para cumprir isolamento. A partir desta segunda-feira o uso de máscara e outras medidas de …

O lago mais improvável de Roma é um refúgio urbano (que impulsiona o ativismo ambiental)

O lago mais improvável de Roma, que nem sequer devia existir, motivou uma luta pela proteção ambiental do local. No anos 90, num local de construção a apenas alguns quilómetros a leste do Coliseu de Roma, …

Afeganistão. EUA lançam ataques aéreos enquanto Talibãs exigem a renúncia do Presidente

Os Estados Unidos (EUA) entraram num confronto pela cidade de Kandahar, realizando ataques aéreos em apoio às forças afegãs, enquanto os Talibãs apelam ao Presidente Ashraf Ghani para renunciar. O porta-voz do Pentágono, John Kirby, avançou …

A primeira casa impressa em 3D no Canadá é inspirada na sequência de Fibonacci

Depois de ter inspirado inúmeros edifícios, a sequência de Fibonacci serviu de musa à empresa de impressão em 3D Twente Additive Manufacturing (TAM), que criou a primeira casa impressa em 3D do Canadá. A Fibonacci House é …

Marcha do Orgulho de Budapeste será um protesto contra as leis anti-LGBTQI, diz organização

A marcha do Orgulho em Budapeste, que ocorrerá no sábado, será "uma celebração, mas também um protesto", disseram os organizadores, enquanto a comunidade LGBTQI húngara se prepara para desafiar a escalada da campanha anti-homossexual do …

PSD propõe máximo de 215 deputados e divisão de grandes círculos eleitorais

O PSD apresentou, esta sexta-feira, a sua proposta para a reforma do sistema eleitoral, que fixa um máximo de 215 deputados, menos 15 do que o total atualmente em vigor. A proposta do PSD para a …

Variante Lambda: o que saber sobre a nova mutação que preocupa as autoridades

Está a ter um foco mais circunscrito à América Latina, mas já houve dois casos desta mutação em Portugal. A OMS está atenta e de momento classifica a Lambda como uma variante de interesse. Foi inicialmente …

PSD força audição de Eduardo Cabrita sobre inquérito da IGAI

O PSD recorreu à figura da audição potestativa a que os partidos têm direito a usar regimentalmente para ouvir membros do Governo e entidades públicas.  O PSD requereu esta sexta-feira a audição parlamentar obrigatória do ministro …

Nuno Graciano "disponível" para acordo com Carlos Moedas

Nuno Graciano, candidato à Câmara Municipal de Lisboa pelo Chega, disse que há "condições" para conversar com Carlos Moedas, em caso de vitória do social-democrata. Em entrevista ao Diário de Notícias, Nuno Graciano, candidato do Chega …