Rui Rio vence segunda volta. Líder reeleito quer “estabilidade, lealdade e unidade”

José Coelho / Lusa

O líder do PSD, Rui Rio

O presidente social-democrata, Rui Rio, afirmou hoje que espera poder “trabalhar com estabilidade e lealdade”, recusou que o PSD esteja “partido” e vincou estar “a iniciar o momento para marcar a unidade” no partido.

O líder do Partido Social Democrata, Rui Rio, venceu a segunda volta das eleições diretas para a presidência do partido, com 53,2% dos votos dos militantes. Luís Montenegro conquistou 46,98%.

“Encaro esta vitória com satisfação, orgulho e, acima de tudo, com sentido de responsabilidade”, afirmou Rui Rio no seu discurso de vitória.

“Fez hoje um ano que o Conselho Nacional do PSD votou pela estabilidade, ao votar contra a minha destituição. Hoje, os militantes do PSD voltaram a votar pela estabilidade ao votar pela manutenção da atual liderança. Espero que, a partir de hoje, possamos trabalhar com estabilidade e lealdade”, acrescentou o líder reeleito.

No discurso aos militantes, a partir de um hotel do Porto, Rio disse querer, a partir de hoje, “com o PSD, começar a ganhar o país”, observando que “houve um momento para se marcar as diferenças”, mas começa agora a ocasião “para marcar a unidade”.

O presidente do PSD, Rui Rio, e o antigo líder parlamentar Luís Montenegro disputaram hoje eleições diretas para a liderança do partido, numa inédita segunda volta em que podiam votar 40.604 militantes com as quotas em dia.

O atual presidente do PSD foi o candidato mais votado na primeira volta das diretas, realizada há uma semana, com 49,02% dos votos expressos, enquanto o antigo líder parlamentar social-democrata conseguiu 41,42%. Miguel Pinto Luz, o terceiro candidato mais votado, obteve 9,55% (3.030 votos) e ficou fora da segunda volta.

José Coelho / Lusa

Rui Rio venceu com 53,2%.

Montenegro pede a Rio que “devolva unidade”

O candidato à liderança do PSD Luís Montenegro reconheceu a derrota nas eleições diretas e disse que já telefonou ao presidente Rui Rio a saudá-lo pela vitória, pedindo-lhe que tenha “a capacidade de devolver a unidade ao partido”.

“Aqui não há nenhum equívoco e nenhuma dúvida ele é o vencedor destas eleições, é credor do nosso cumprimento”, afirmou Luís Montenegro, que reclamou representar os votos de cerca de 47% dos militantes do PSD.

Montenegro só cumprimentou Rui Rio a meio da sua intervenção inicial, já depois de saudar os militantes do PSD, a sua estrutura de campanha e até o terceiro candidato menos votado na primeira volta, Migue Pinto Luz, a quem agradeceu pela sua campanha e pelo seu “contributo para este debate”.

Além de considerar Rio “credor” do seu cumprimento, Montenegro deixou-lhe de imediato um desafio para os dois próximos atos eleitorais nacionais. “É credor do nosso desejo de que possa ultrapassar com êxito os combates eleitorais que o partido vai enfrentar nos Açores, ainda este ano, e no próximo ano nas autárquicas”, afirmou.

O antigo líder parlamentar fez ainda um outro pedido ao atual e futuro presidente do PSD. “Não pondo em causa de maneira nenhuma os resultados de hoje, mas com a legitimidade de aqui representar cerca de 47% dos militantes, de pedir ao dr. Rui Rio e à nova direção política que saibam interpretar os resultados eleitorais dos últimos atos eleitorais e também da avaliação que os militantes fizeram hoje nas urnas”, afirmou.

Montenegro defendeu ser importante que “o PSD tenha paz e tranquilidade”, mas considerou que é responsabilidade de todos “contribuir para acabar com uma cultura de fação, de divisões insustentáveis e agressividades intoleráveis”. “Esta unidade começa precisamente na liderança e no líder, quero desejar que o dr. Rui Rio tenha a capacidade de devolver esta unidade ao nosso PSD”, afirmou.

Resultados finais oficiais:
Rui Rio: 16.420 votos (53,2%)
Luís Montenegro: 14.547 (46,98%)
Número de eleitores: 40.628
Total de votantes: 31.295
Votos em branco: 199
Votos nulos: 129

O 38.º Congresso do PSD está marcado para 7, 8 e 9 de fevereiro, em Viana do Castelo.

// Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Vá lá… cheguei a recear o pior!…
    Por um triz, o bando que vendeu o país ao desbarato (enquanto esmifrava os portugueses) tomava conta do PSD!…

  2. Agora que Rui Rio é presidente do PPD, vou ficar a aguardar o que o preocupa no País que soluções vai apresentar e como as vai pôr em prática, é que do bota abaixo já me cansei de ouvir os políticos conforme o lugar que ocupam, nos governos são todos bons na oposição ainda são melhores no bota a baixo, o País precisa e o Povo também é de propostas de soluções e que as ponham em prática, não de lavagem de roupa uns dos outros.

RESPONDER

Aumento salarial exigido por Jesus deixa renovação por um fio

A cumprir a segunda temporada no Flamengo, Jorge Jesus quer um aumento salarial. No entanto, o Flamengo não terá capacidade financeira para responder às suas exigências. A renovação do contrato de Jorge Jesus no Flamengo está …

Já há 100 mortos por Covid-19 em Portugal. Infectados sobem para 5170

O número de pessoas infectadas com o coronavírus em Portugal subiu para 5170. São 902 novos casos confirmados nas últimas 24 horas, o que representa um acréscimo de 21%. Já morreram 100 pessoas.  A taxa de mortalidade …

Trump invoca lei de guerra para conseguir mais ventiladores

Donald Trump invocou uma lei de guerra para obrigar a General Motors a fabricar ventiladores. Os Estados Unidos são o país com o maior número de infetados em todo o mundo. Os Estados Unidos tornaram-se nesta …

Jackson Martínez recorda penálti falhado: "Adeptos do Benfica pensam que me vendi"

Os adeptos do Benfica não esquecem o penálti falhado por Jackson Martínez frente ao FC Porto, esta temporada. O golo teria colocado o Portimonense na frente do marcador. Em entrevista ao jornal Record, o avançado do …

"Solidariedade não é dar dinheiro." Holanda finca o pé e até critica Itália por "internar os mais velhos"

Há um novo braço-de-ferro na União Europeia (UE) entre os países do Norte e do Sul. Tudo por causa dos famigerados "coronabonds", instrumentos de dívida comum que países como Portugal, Espanha e Itália defendem para …

Vaga de doentes graves nas urgências poderá deixar SNS "inacessível"

Uma vaga de doentes graves às urgências, a juntar a cirurgias e consultas reagendadas, pode vir a deixar o SNS "inacessível" no futuro, alerta o presidente da Associação de Administradores Hospitalares. As idas à urgência nas …

CDS quer cheque de emergência para empresas encerradas

Uma das medidas, apresentadas por Francisco Rodrigues dos Santos, é a atribuição, às pequenas e médias empresas “encerradas ou com a actividade suspensa, um cheque de emergência no valor máximo de 15 mil euros”. O CDS …

Espanha regista 832 mortos nas últimas 24 horas. É o dia mais mortífero no país

A Espanha registou, nas últimas 24 horas, 832 mortos com o novo coronavírus, o maior número de vítimas mortais num só dia, elevando o balanço total para 5.690, de acordo com a última atualização das …

"O Brasil não pode parar". Bolsonaro compra campanha contra o isolamento social

Jair Bolsonaro gastou cerca de 800 mil euros numa campanha contra o isolamento social com o mote "O Brasil Não Pode Parar". O presidente brasileiro tem desvalorizado a pandemia de covid-19. Face à pandemia de covid-19, …

Crise leva Costa a reforçar intenções de voto. Ventura chega ao quarto lugar

Na mais recente sondagem às intenções de voto, os portugueses mostram estar de confiança reforçada em António Costa. O Chega ganha força e chega ao quarto lugar. Numa sondagem que apenas capta os primeiros dias do …