20 anos sem Rui Pedro (e um condenado que jura inocência)

José Coelho / Lusa

Afonso Dias foi condenado pelo rapto de Rui Pedro

Rui Pedro desapareceu da Lousada a 04 de março de 1998 quando tinha 11 anos e, duas décadas depois, o seu paradeiro continua desconhecido, com o único condenado no âmbito deste caso a reafirmar a sua inocência.

O advogado que defendeu Afonso Dias, condenado em 2013 pelo crime de rapto de Rui Pedro, mantém que o seu constituinte não cometeu o ilícito.

“Independentemente de o senhor Afonso Dias ter cumprido pena de prisão, a minha profunda convicção é que não praticou os factos pelos quais foi condenado”, afirmou Paulo Gomes à Lusa.

Rui Pedro Teixeira Mendonça, nascido a 28 de janeiro de 1987, em Paredes, é um dos sete nomes que constam da lista da Polícia Judiciária sobre menores desaparecidos.

Segundo indica a página da Polícia Judiciária, desapareceu a 4 de março de 1998, faz este domingo 20 anos. Tinha então 11 anos, 1.50 metros de altura, cabelo e olhos castanhos e pesava 45 quilogramas.

No tribunal de primeira instância, Afonso Dias tinha sido absolvido por não ter sido provado crime, mas a família de Rui Pedro recorreu para a Relação do Porto, que condenou o arguido a três anos de cadeia.

Afonso Dias cumpriu pena no estabelecimento prisional de Guimarães, depois de esgotadas todas as possibilidades legais de recurso. O cumprimento da pena foi iniciado a 18 de março de 2015 e a sua restituição à liberdade aconteceu a 29 de março de 2017, depois de ter cumprido dois terços da pena.

Ouvido pela Lusa, o advogado recordou que Afonso Dias foi absolvido em primeira instância, condenado depois pelo Tribunal da Relação do Porto, não tendo o recurso interposto no Supremo Tribunal de Justiça sido apreciado por “razões técnicas”.

Não foi uma condenação justa. O que o senhor Afonso Dias referiu desde sempre corresponde à verdade e é que, de facto, ele não tem nada a ver com o desaparecimento do Rui Pedro”, insistiu o advogado.

Quinze anos após desaparecimento, a 4 de março de 2013, os desembargadores condenaram o camionista Afonso Dias a uma pena efetiva de três anos, acreditando que ele tinha levado Rui Pedro a Alcina Dias, prostituta, cujo depoimento foi alegadamente desvalorizado em primeira instância, por entrar em contradição com o que tinha sido investigado em 1998.

Afonso Dias, já depois de sair da cadeia, continuou a clamar inocência, garantindo nunca ter sabido o que aconteceu a 4 de março de 1998, dia em que Rui Pedro, seu amigo, desapareceu. Paulo Gomes disse esperar que “um dia, por obra seja de quem for, se consiga demonstrar que esta condenação do senhor Afonso Dias foi uma decisão injusta”.

A Lusa tentou, sem sucesso, ouvir Ricardo Sá Fernandes, o advogado que representou em tribunal a família da criança desaparecida.  Quando a Relação do Porto condenou Afonso Dias, Ricardo Sá Fernandes comentou que saía do tribunal “muito feliz”, logo após consultar o acórdão que alterou a decisão do tribunal de Lousada.

“Hoje, o que temos aqui, no preciso dia em que faz 15 anos que o Rui Pedro desapareceu, é uma boa notícia para esta família“, considerou, referindo-se a Filomena Teixeira e Manuel Mendonça, pais de Rui Pedro.

(dr) Move Notícias

Rui Pedro desapareceu há 20 anos. A mãe, Filomena Teixeira, nunca desistiu de procurar o filho

O advogado disse que o acórdão da Relação do Porto “veio alterar a matéria de facto dada como provada pela primeira instância e veio, efetivamente, reconhecer que o miúdo, que esteve com Alcina Dias nessa tarde, foi o Rui Pedro e quem o levou foi o Afonso Dias”. Por outro lado, Ricardo Sá Fernandes comentou que mais importante do que a condenação de Afonso Dias era saber o que foi feito de Rui Pedro.

“E isso vamos continuar a tentar saber”, frisou.

Segundo dados divulgados por uma campanha lançada em 2014 pela mão de Rui Pedro, Filomena Teixeira, em Portugal há mais de 60 crianças menores desaparecidas. São traficadas todos os anos, para exploração sexual a nível mundial, mais de três milhões de crianças.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

O único carro-avião do mundo vai ser vendido em leilão

O Taylor Aerocar, aquele que é o único carro-avião legalizado em todo o mundo, vai a leilão no início do próximo ano. Este modelo da marca data do ano de 1954. Se é um apaixonado por …

Marcha pelo Clima. Polícia espanhola deteve duas pessoas com facas e martelos

A Polícia Nacional de Espanha deteve, na sexta-feira, duas pessoas que pretendiam perturbar a manifestação pelo clima em Madrid, tendo apreendido vários materiais, como facas e martelos. Um homem e uma mulher foram detidos e enviados …

Reflexão, ritual ou mundo idealizado. Um Natal sem filmes, não é Natal

Se é daquelas pessoas que passa a noite da Natal com uma chávena na mão, meias nos pés e um filme na televisão, saiba que não está sozinho. Nesta altura do ano, os filmes tornam-se …

Musk ilibado depois de ter chamado "pedófilo" a mergulhador no resgate da gruta da Tailândia

O magnata fundador da Tesla, Elon Musk, foi absolvido na sexta-feira no processo por difamação movido pelo espeleólogo britânico Vernon Unsworth, que alegava ter sido chamado de pedófilo. Após cerca de uma hora de deliberações, o …

Luzes nas redes de pesca? Os golfinhos e as tartarugas agradecem

A implementação de luzes nas redes de pesca reduz a probabilidade de tartarugas marinhas e de golfinhos serem apanhados por acidente. Luzes LED nas redes de pesca eliminariam a "captura acidental" de tartarugas marinhas em mais …

Presidente da República passa o fim de ano na ilha do Corvo

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, vai passar a noite de 31 de dezembro para 1 de janeiro na ilha do Corvo, nos Açores, de onde será transmitida a sua mensagem de Ano …

O calor extremo está a fazer com que os bebés nasçam mais cedo

Investigadores descobriram que o calor extremo faz com que os bebés nasçam mais cedo. Tal como quase tudo neste mundo, as coisas só vão piorar com as alterações climáticas. Segundo o Science Alert, os dois investigadores …

Empresa está a contratar uma pessoa que será paga para usar pijamas e dormir

Um start-up de colchões da Índia, que se descreve como uma "empresa de soluções para dormir" está a contratar alguém que será pago apenas para fazer isso mesmo. O objetivo é testar os seus produtos de …

O primeiro local funerário de compostagem humana do mundo abre em 2021

Prevê-se que a primeira instalação funerária de compostagem humana do mundo abra na primavera de 2021, depois de os legisladores do Estado de Washington terem legalizado o processo póstumo no início do ano. A empresa Recompose, …

Estado emprestou dois milhões à Cruz Vermelha para pagar salários

A Parpública SGPS emprestou dois milhões de euros ao Hospital da Cruz Vermelha, nomeadamente para fazer pagamento de salários. A Parpública SGPS, holding tutelada pelo Ministério das Finanças, libertou dois milhões de euros para permitir ao …