Ricardo Salgado libertado por 3 milhões

Mário Cruz / Lusa

Ricardo Salgado, ex-presidente do BES

O ex-presidente do Banco Espírito Santo, Ricardo Salgado, viu esta quarta-feiara as suas medidas de coação alteradas, podendo ficar em liberdade, mediante o pagamento de uma caução de três milhões de euros, revelou o Ministério Público.

O Tribunal de Instrução Criminal determinou que a prisão domiciliária de Ricardo Salgado fosse “substituída pela prestação de uma caução de 3 milhões de euros”.

“O arguido fica igualmente sujeito à proibição de contactos, designadamente com os restantes arguidos no processo, e à proibição de se ausentar para o estrangeiro”, refere uma nota à imprensa divulgada pela Procuradoria-Geral da República (PGR).

A alteração da medida de coação surge no momento em que legalmente tinha de ser feita uma reavaliação da medida em vigor.

Ricardo Salgado encontra-se em prisão domiciliária, desde 24 de julho, no âmbito do processo “Universo Espírito Santo”, situação em que se manterá “até ser proferido despacho que julgue válida a prestação de caução”.

O ex-banqueiro ficou “sujeito à obrigação de permanência na habitação”, sem vigilância eletrónica, mas com polícia à porta da sua moradia em Cascais, a pedido do Ministério Público, que considerava existir perigo de fuga.

Além de Ricardo Salgado, foram constituídos arguidos na investigação ao “Universo Espírito Santo” a ex-diretora diretora financeira do BES, Isabel Almeida, e António Soares, Pedro Luís Costa, José Castella e Cláudia Boal de Faria, antigos responsáveis de topo em diversas empresas do grupo.

Em causa no processo estão suspeitas da prática de crimes de falsificação, falsificação informática, burla qualificada, abuso de confiança, fraude fiscal, corrupção no sector privado e branqueamento de capitais.

Ricardo Salgado é também arguido no processo Monte Branco, por branqueamento de capitais.

Defesa admite contestar caução

A defesa do ex-presidente do Banco Espírito Santo admitiu hoje contestar a alteração das medidas de coação de Ricardo Salgado que incluem o pagamento de uma caução de três milhões de euros para ficar em liberdade.

Em declarações à entrada para o julgamento do caso das Secretas, onde é advogado do presidente da Ongoing, Nuno Vasconcelos, Francisco Proença de Carvalho disse que Ricardo Salgado, a quem tinha sido decretada a prisão domiciliária, vai reagir muito em breve à decisão do juiz Carlos Alexandre.

O advogado acrescentou que a reação da defesa será conhecida muito em breve, depois de comunicada ao juiz.

Lembrou, a propósito, que está ainda pendente um recurso relativo às medidas de coação que tinham sido aplicadas a Ricardo Salgado e que os fundamentos desse pedido se mantêm válidos.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Portugueses abram os olhos.. isto vai ser assim: pagou 3 milhões de outro processo, agora paga mais 3 deste, e está livre.. daqui a 2 anos é ilibado, e as cauções são devolvidas.. para quem roubou mais de 500 milhões, isto são trocos.. e é assim que o país vai seguindo.. corrupto, sujo, e pidesco!

  2. A pois é amigo Paulo era bom que os abrissem mas quando é altura de votos quem não vota é considerado uma pessoa que não liga ao Pais e não lhe quer bem,alias muitos que por aqui passam durante o ano só falam mal de um e de outro partido como se fossem a vida deles em vez de incentivarem a não votar pois isto só muda quando um dia nenhum Português o faça e ai sim os partidos de certeza absoluta que teriam de agir de outra forma, a quem diga pois é pior a ementa que o soneto mas o que é certo é que ao fim de tantos anos estamos cada vez pior por todos estes maus motivos.

RESPONDER

Portugal, Lituânia e Malta são os únicos países da UE sem 5G

Portugal, Lituânia e Malta são os únicos países na União Europeia (UE) que ainda não têm qualquer oferta comercial de 5G, revelou o último relatório trimestral do Observatório Europeu do 5G, um organismo da Comissão …

Jair Bolsonaro diz que quem votar em Lula da Silva "merece sofrer"

No mês passado, o Supremo Tribunal Federal decidiu que Lula da Silva pode voltar a candidatar-se à presidência do Brasil e Jair Bolsonaro, o atual presidente do país, considera que quem votar em Lula "merece …

Covid-19. Plano Nacional inclui testes em centros comerciais ou empresas

O Plano Nacional para a Testagem Massiva prevê a realização generalizada de testes para deteção precoce do coronavírus, passando a estar disponível em centros comerciais, estações de transportes públicos ou empresas, e podendo pode ser …

Seul vai aceitar descarga de água radioativa de Fukushima (se o Japão cumprir certas condições)

A Coreia do Sul aceitará, caso sejam cumpridas algumas condições, o plano do Governo japonês para despejar gradualmente no mar águas tratadas, mas ainda radioativas, da central nuclear destruída de Fukushima, segundo o Governo sul-coreano. O …

CDS vai apresentar projeto sobre enriquecimento ilícito. PSD só apoia medida que seja "eficaz e constitucional"

O CDS-PP vai apresentar no Parlamento um projeto sobre o enriquecimento ilícito, anunciou o presidente do partido esta terça-feira, antecipando que a iniciativa se debruçará sobre o poder político, o poder judicial e o funcionamento …

Deputada Cristina Rodrigues propõe campanha contra pirataria de jornais

A deputada não inscrita Cristina Rodrigues recomendou, esta segunda-feira, ao Governo a divulgação de uma campanha nacional que promova o combate à pirataria de jornais e revistas e que aumente a fiscalização relativa ao crime …

Fuga a notificações judiciais deixa 15 mil pessoas à margem da lei

A Direção-Geral da Administração da Justiça (DGAJ) divulgou uma lista com 15.178 nomes de cidadãos e gerentes de empresas procurados por não prestarem contas dos crimes cometidos. Dessa lista, 7900 são homens, 1401 mulheres, 5665 pessoas …

EMA encontra possível ligação entre vacina da Johnson & Johnson e coágulos, mas benefícios superam riscos

A Agência Europeia do Medicamento (EMA) concluiu, esta terça-feira, que a vacina Janssen, do grupo Johnson & Johnson, tem uma "possível ligação" a casos muito raros de coágulos sanguíneos, mas insistiu que os benefícios do …

Emirados Árabes "empurram" Isabel dos Santos para fora do Dubai

Autoridades dos Emirados Árabes Unidos terão comunicado à empresária Isabel dos Santos "o desejo" de que esta abandone "tão cedo quanto possível" o Dubai. Uma posição que é vista como uma cedência a um pedido …

Ex-gestor do Grupo Espírito Santo vai ser julgado nos EUA. Pena pode chegar aos 65 anos

Paulo Murta vai ser julgado por um tribunal norte-americano após a sua extradição ter sido autorizada. Caso seja condenado, a sua pena pode chegar aos 65 anos. Paulo Murta, antigo gestor do Grupo Espírito Santo (GES) …