Ex-agentes da DEA revelam detalhes da vida de Escobar na prisão que o próprio construiu

Dois dos agentes do DEA, que durante mais de um ano participaram na operação de captura de Pablo Escobar, revelaram alguns detalhes sobre a vida do narcotraficante e ex-líder do cartel de Medellín na prisão La Catedral.

Steve Murphy e Javier F. Peña, agora reformados, partilham as suas memórias num novo livro sob o título “Caçadores: Como capturamos Pablo Escobar”, que será publicado a 12 de novembro e cujas partes foram reveladas pelo The New York Post.

Foi em 1991 que Escobar se rendeu às autoridades da Colômbia e concordou cumprir cinco anos de prisão. Para isso, criou uma prisão conhecida como La Catedral, no Departamento colombiano de Antioquia, onde tinham como guardas pessoas da sua confiança. Um ano depois de começar a cumprir a sua pena, Escobar fugiu. Cinco meses depois, foi encontrado pelas autoridades da Colômbia e morto a tiro.



Peña conta que, quando os as autoridades chegaram à prisão, o espaço parecia “um clube de campo repleto de coisas sofisticadas”, incluindo televisões, frigoríficos e aparelhos de som. O antigo agente do Drug Enforcement Administration revelou ainda que Pablo Escobar nunca dormia no mesmo cómodo mais do que duas noites consecutivas.

“Usava chalés próximos para festas e dormia alternadamente em cada um deles. Todos [estes espaços] estavam bem decorados, com vasos de flores, cestos e cortinas luxuosas. Um destes espaços tinha uma casa de banho construída como um bunker, com paredes de cimento reforçadas que deveriam ter mais de um metro de espessura”, disse, frisando que Escobar “tinha uma fixação” com casas de banho “bem proporcionadas”.

“Sempre que invadíamos uma casa segura usado por Escobar, encontramos sempre uma casa de banho curiosamente luminosa e com novos acessórios”.

Sátira aos Estados Unidos e a imagem da Virgem Maria

Entre as coisas que encontraram na La Catedral, Peña elencou uma coleção de livros auto-publicados que continham desenhos animados que satirizavam os Estados Unidos.

“Escobar tinha todos os pósteres que tinham sido lançados durante a sua missão de procura e quase todo os artigos que saíram sobre si nos seus arquivos (…) Havia também pilhas de livros de capa dura auto-publicados assinados por Escobar e pelos seus sicários”.

“Os volumes encadernados em couro, com desenhos animados satíricos que gozavam com  os Estados Unidos, foram assinados por Escobar e envoltos em caixas de presente, que também eram feitas do melhor e flexível couro”, conta Peña.

Entre a correspondência do ex-líder do cartel de Medellín, foram encontradas cartas de mulheres que ofereciam as suas filhas a Escobar para que tivessem relações sexuais. Num dos armários da prisão, detalha ainda Peña, encontraram lingerie de renda e “brinquedos sexuais”, incluindo vibradores.

Peña conta ainda que foi desafiado por polícias da Colômbia a passar uma noite na cama de Escobar. “Nunca pensei que entraria no covil dos leões”, revela, dando conta que a cama do narcotraficante era “confortável, grande e feita sob medida”.

“Fiz questão de trocar os lençóis e, quando chegou a hora de dormir, rastejei-me sob o edredão colorido. Um silêncio sinistro envolveu o quarto, virei-me e virei-me, completamente acordado (…) O sonho não viria”.

Peña levantou-se, acendeu uma lâmpada e viu-se à frente de uma imagem em cerâmica da Virgem a segurar o menino Jesus nos braços. “Não pude deixar de pensar como é que um homem que matou milhares de pessoas poderia rezar à Virgem Maria, ousar procurar a sua proteção, a sua bênção”, pode ler-se no livro.

O antigo agente refere ainda que Escobar era muito dedicado aos filhos. Em 1991, o seu filho, Juan Pablo (conhecido como Sebastian) tinha cerca de 14 anos e a sua filha Manuela, com 7, brincaram no recinto da prisão. “Do lado de fora da cela do traficante havia uma área de estar com vista para um playground eletricidade e água corrente”.

Ainda hoje, Peña diz ser difícil acreditar que fez parte da operação que prendeu Escobar. “Fizemos realmente isto? Isto acabou realmente? Parecia um sonho”.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Dinamarca. Reclusos condenados a prisão perpétua proibidos de iniciar novos romances

Os reclusos que cumprem prisão perpétua na Dinamarca serão proibidos de iniciar novos relacionamentos amorosos, decisão proposta pelo governo após uma jovem de 17 anos se apaixonar por Peter Madsen, que assassinou a jornalista Kim …

Casal queria que o seu filho se chamasse Vladimir Putin. A Suécia não deixou

Na Suécia, os pais são obrigados a comunicar os nomes dos seus filhos recém-nascidos ao Skatteverket nos primeiros três meses a partir do nascimento. Um casal sueco, que vive na cidade de Laholm, foi proibido pela …

44 jogos seguidos sem ganhar. Mas o presidente não está preocupado

O Atlético Mogi não vence qualquer jogo oficial há mais de quatro anos. Perdeu em 42 desses 44 duelos. 17 de Junho de 2017 foi o último dia em que o Atlético Mogi venceu um jogo …

Autárquicas: António Costa promete que os municípios terão mais mil milhões de euros

O secretário-geral do PS, António Costa, indicou hoje, em Celorico de Basto, no distrito de Braga, que os municípios “vão passar a ter, a partir de abril, mais mil milhões de euros que acompanham a …

Mais de trinta anos após ter sido lançada ao mar no Japão, mensagem em garrafa é encontrada no Hawaii

Durante uma viagem ao Hawaii, uma jovem de apenas 9 anos encontrou uma garrafa que foi lançada ao mar há mais de trinta anos. Esta continha uma mensagem que, posteriormente, acabou por revelar uma experiência …

Mais 939 infeções, sete mortes e nova redução nos internamentos

Portugal registou nas últimas 24 horas mais 939 casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2, sete mortes atribuídas à covid-19 e nova redução nos internamentos em enfermaria e cuidados intensivos. De acordo com o boletim epidemiológico da …

Milionário norte-americano Robert Durst condenado por matar melhor amiga

O milionário norte-americano Robert Durst, tornado famoso por um documentário do canal HBO, foi condenado na sexta-feira num tribunal de Los Angeles, nos Estados Unidos, por matar a melhor amiga, um crime que remonta a …

Em Inglaterra, há crianças de 16 anos que vão passar a viver em alojamentos não regulamentados

A 9 de setembro, foi aprovada uma nova lei em Inglaterra, segundo a qual as crianças com 16 e 17 anos podem ser colocadas em alojamentos não regulamentados. O sistema de acolhimento de crianças inglês está …

Suspeitos numa mota sem matrícula dispararam na direcção de candidata do CDS

A candidata do CDS à Junta de Freguesia de Palmela, em Setúbal, foi surpreendida, na noite de sexta-feira, por disparos de caçadeira, protagonizados por "duas pessoas sem capacete", numa mota sem luzes, nem matrícula. O incidente …

Jerónimo diz que conquista de Guimarães só é possível "milho a milho"

O secretário-geral do PCP defendeu, esta sexta-feira, que a presença da CDU na autarquia de Guimarães só pode ser reconquistada “milho a milho”, na noite em que a dirigente do PEV Heloísa Apolónia integrou a …