Encontrados restos do avião no qual Amelia Earhart poderá ter desaparecido em 1937

Desde que o avião em que Amelia Earhart e o seu navegador desapareceram a 2 de julho de 1937, nenhuma das investigações que foram realizadas para encontrar certezas foi bem-sucedida.

Contudo, em agosto do ano passado, alguns mergulhadores encontraram restos que poderiam pertencer à aeronave onde seguia Earhart em águas perto de Papua Nova Guiné, a cerca de 30 metros de profundidade.

Depois de percorrer as profundezas perto da ilha de Buka, no Oceano Pacífico, estas pessoas encontraram um pedaço de vidro que poderia ter sido parte das luzes de pouso e “partilha algumas consistências” com o Lockheed Electra 10E no qual ia a primeira aviadora a atravessar o Atlântico sozinha e Fred Noonan.

Bill Snavely, diretor do projeto Blue Angel que desenvolve a investigação de maneira oficial, assegura que o lugar “estava diretamente” na rota de Earhart e Nooman, “uma área que ninguém investigou depois do seu desaparecimento”.

Além disso, a aventureira teria encomendado que se realizassem “modificações específicas” no dispositivo e parece que os especialistas descobriram algumas destas variações nos restos encontrados. “Faz-nos acreditar que é muito provável que seja real“, acrescentou Jill Meyers, gerente de relações públicas da Blue Angel.

Os membros desta iniciativa planeiam realizar uma nova expedição para a área de Buka com especialistas e equipamentos adicionais de alta tecnologia subaquática. Juntamente com a despesa que vem com um projeto de investigação deste calibre, a equipa enfrenta o desafio de um ambiente subaquático instável. Anos de águas agitadas e terramotos estão a corroer os destroços.

Para levar a cabo essa iniciativa, em meados de janeiro, abriram um pedido de crowdfunding no site do GoFundMe com a intenção de angariar 200 mil dólares que consideram necessários.

Amelia Earhart desapareceu em 1937, quando voava sobre o Pacífico, numa tentativa de dar a volta ao mundo. Acredita-se que o seu avião se despenhou algures na zona, mas nunca foram encontradas provas que expliquem o que de facto aconteceu.

Há ainda uma teoria que defende que a aviadora foi capturada pelos japoneses, e que acabou por morrer durante o período de detenção.

Em 1940, foram encontrados ossos humanos na ilha mas, desde então, nunca foi possível provar que seriam de Earhart. Até 2018, quando o estudo científico realizado pelo antropólogo forense Richard Jantz fala de uma semelhança de 99% entre os ossos encontrados e as características do corpo da aviadora.

ZAP // RT

PARTILHAR

RESPONDER

Governo britânico expôs acidentalmente identidade de mais de 250 tradutores afegãos

Os endereços eletrónicos de mais de 250 afegãos que colaboraram com as forças britânicas e procuram realocação no Reino Unido foram divulgados por engano pelo Ministério da defesa britânico. O Ministério da Defesa britânico expôs as …

Etna volta a entrar em erupção. É a segunda vez em menos de um mês

O vulcão Etna, em Itália, voltou a entrar erupção, espalhando rapidamente uma nuvem de fumo na parte oriental da ilha italiana da Sicília. O vulcão mais ativo da Europa entrou em erupção esta terça-feira. Segundo o …

CNE recebeu queixas de cidadãos contra Costa por usar PRR em campanha

A Comissão Nacional de Eleições já recebeu queixas de cidadãos contra António Costa pela utilização do PRR nos discursos de campanha. A Comissão Nacional de Eleições (CNE) já recebeu cerca de meia dúzia de queixas de …

Joe Biden afirma que EUA estão "de volta" às Nações Unidas

"Os Estados Unidos estão de volta" às Nações Unidas, afirmou, na segunda-feira, o Presidente dos Estados Unidos. "Os Estados Unidos estão de volta. Acreditamos nas Nações Unidas e nos seus valores", disse Joe Biden após …

Portugal regista mais 11 mortes e 780 casos de covid-19

Portugal registou, esta terça-feira, 780 novos casos e 11 mortes na sequência da infeção por covid-19, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde, Portugal …

Pandemia já matou quase tantos norte-americanos como a gripe espanhola

A covid-19 já matou quase tantos norte-americanos, no último ano e meio, como a gripe espanhola, entre 1918 e 1919, de acordo com dados esta terça-feira divulgados pela Universidade Johns Hopkins. Embora o aumento das novas …

Crónica ZAP - Linha de Fundo por Teófilo Fernando

Linha de Fundo: A sexta, a bonança e um festival de juventude

O pleno das águias, o regresso do campeão às vitórias e um dragão jovem com chama alta. As frases e os números da semana. Visto da Linha de Fundo. A prática de Darwin SL Benfica 3 …

Autoeuropa retoma hoje produção após paragem face à crise dos semicondutores

Falta de semicondutores tem sido uma constante, apesar da melhora da situação pandémica, face ao atraso dos países asiáticos no que concerne à vacinação, o que obriga à paragem das fábricas responsáveis pelo fabrico das …

Os smartphones avariam mal acaba a garantia? Portugal e a UE estão a lutar contra a obsolescência programada

As empresas criam os telemóveis para avariarem pouco depois de acabar a garantia - mas a União Europeia e várias associações estão a lutar contra o desperdício e a tentar proteger os direitos do consumidor. É …

Lava do vulcão de La Palma está a escorrer em direção ao mar aumentando o risco de gases tóxicos

O vulcão Cumbre Vieja na ilha de La Palma, nas Canárias, que entrou em erupção no domingo, tem uma nova boca eruptiva, o que obrigou a evacuar mais habitações, informaram as autoridades. De acordo como Plano …