Fotografia revela que Amelia Earhart sobreviveu e foi presa pelos japoneses

NASA / Wikimedia

Amelia Earhart à frente do Lockheed Electra em que desapareceu, em 1937

Amelia Earhart à frente do Lockheed Electra em que desapareceu, em 1937

A lendária aviadora Amelia Earhart, que desapareceu há 80 anos numa viagem à volta do mundo, pode afinal não ter morrido nesse voo, como se acreditava. Segundo um documentário do canal História, há uma foto que prova que a aviadora sobreviveu à queda do avião e que acabou detida pelos japoneses.

Esta imagem é o centro do documentário do Canal História intitulado “Amelia Earhart: The Lost Evidence” (“Amelia Earhart: A prova perdida”) que vai ser exibido nos EUA no próximo domingo, dia 9 de Julho.

A foto, tirada numa doca, foi encontrada esquecida nos Arquivos Nacionais dos EUA e mostra uma mulher que se parece com Amelia Earhart, ao lado do que será o seu navegador, Fred Noonan, que fez a viagem com ela.

Especialistas forenses e de reconhecimento facial analisaram a fotografia e testemunham no documentário que ela é credível.

Entre os especialistas que participam no trabalho de investigação do Canal História está o ex-director do FBI e actual analista da NBC News, Shawn Henry, que há anos investiga o mistério do desaparecimento da aviadora.

Henry revela que encontrou a imagem num “outrora secreto” ficheiro da Marinha norte-americana. “Estava mal arquivada. Foi a única razão porque a consegui encontrar”, conta Henry no documentário.

Para este ex-especialista do FBI, a imagem “não deixa dúvidas de que são Amelia Earhart e Fred Noonan”, pelo que considera que “muda completamente a história” e prova que “ela sobreviveu ao seu voo e foi feita prisioneira pelos japoneses”.

O último registo de vida de Amelia Earhart data de 2 de Julho de 1937, a meio da viagem de avião em que tentava ser a primeira mulher a dar a volta ao planeta. Acabou por desaparecer misteriosamente e concluiu-se que se teria despenhado no Pacífico.

Nem o corpo da aviadora, nem o do seu navegador, foram encontrados. Mesmo assim, as suas mortes foram oficialmente declaradas em 1939, após longas buscas efectuadas no mar. Só em 2014 foi encontrado o primeiro fragmento do avião de Amelia Earhart, numa praia do Pacífico.

Mas esta nova fotografia parece indicar que Amelia Earhart sobreviveu. Além das figuras que se assemelham a Earhart e a Noonan, a imagem mostra o navio japonês Koshu a rebocar uma barcaça que os investigadores acreditam ter os destroços do avião.

“Acreditamos que o Koshu a levou para Saipan [nas Ilhas Marianas] e que ela morreu lá, sob custódia dos japoneses”, refere o produtor executivo do documentário do Canal História, Gary Tarpinian, citado pela NBC News.

A ideia de que Amelia Earhart foi capturada pelos japoneses não é nova, e surge em relatos antigos de nativos das ilhas da zona do Pacífico onde se deu a queda do avião. Uma dessas testemunhas, que dizem ter visto a aviadora e o seu navegador a serem retirados do local da queda e depois, em cativeiro, participa no documentário do História.

A investigação não conseguiu concluir se as autoridades dos EUA saberiam que era ela na foto que estava arquivada como “top secret”, mas admite que podem ter omitido a captura de Amelia Earhart.

A imagem pode ter sido tirada por espiões dos EUA no Japão, país onde as autoridades garantem que não há registos oficiais de que a aviadora tenha sido capturada.

SV, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Infetados que furem quarentena podem arriscar prisão preventiva

Em Portugal, o crime de propagação de doença tem uma moldura penal que pode ir até oito anos de prisão, admitindo ainda medidas de coação privativas da liberdade, como é o caso da prisão preventiva. Assim, …

Conquistadores espanhóis usaram técnicas indígenas para construir as suas armas

Um novo estudo concluiu que os invasores espanhóis foram obrigados a aprender com os indígenas da Mesoamérica sobre a produção de cobre. Descobertas arqueológicas em El Manchón, no México, apoiam a ideia de que invasores espanhóis, desesperados …

Açambarcamento de medicamentos por Portugal? "É um total absurdo", diz Infarmed

O Infarmed - Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde reagiu à acusação feita por uma organização belga, que dizia que Portugal está a fazer um armazenamento excessivo de medicamentos essenciais para o tratamento …

Descoberto âmbar com 40 milhões de anos com duas moscas a acasalar

Há 40 milhões de anos, no supercontinente Gonduana, duas moscas que se encontravam a acasalar viram-se, inesperadamente, numa situação complicada. De alguma forma, este par de moscas de pernas longas (Dolichopodidae) ficou preso na seiva pegajosa …

40 marinheiros do porta-aviões Charles de Gaulle com sintomas de covid-19

Quarenta marinheiros do porta-aviões francês Charles de Gaulle apresentaram recentemente "sintomas compatíveis" com os da infeção pelo novo coronavírus e estão sob "observação médica reforçada", anunciou o Ministério da Defesa. "A partir de hoje, uma equipa …

Medidas para as prisões, apoios às empresas, suspensão de tarifas. Parlamento discute mais de 100 iniciativas

Medidas excecionais para prisões e banca, mais apoios às empresas ou à cultura ou a suspensão de propinas e das tarifas de gás e luz são alguns dos temas que vão passar esta quarta-feira pelo …

Trump tem "interesse financeiro" em farmacêutica que produz hidroxicloroquina (a sua "cura" para a Covid-19)

Donald Trump falou da hidroxicloroquina como uma potencial "cura milagrosa" para a Covid-19, apesar das recomendações contrárias de especialistas e da falta de estudos científicos válidos que confirmem os benefícios da substância. O The New …

Restos de bombas atómicas revelam longa vida dos tubarões-baleia

Cientistas estão a determinar a esperança de vida do maior peixe dos oceanos com a ajuda de testes de bombas atómicas realizados durante a Guerra Fria, entre os anos 50 e 60. Em perigo de extinção, …

Telescópio russo apanha o despertar de um buraco negro

O telescópio russo ART-XC do observatório espacial Spektr-RG detetou uma fonte brilhante de raios-X no centro da Via Láctea, que acabou por revelar ser o "despertar" do buraco negro 4U 1755-338. A descoberta ocorreu no passado …

O cometa interestelar 2I/Borisov partiu-se em dois

O cometa interestelar 2I/Borisov, o primeiro do seu tipo a ser descoberto em agosto do ano passado, começou a dividir-se em duas partes na semana passada. As imagens contínuas do telescópio espacial Hubble do objeto interestelar …