Restos de uma antiga supernova encontrados no fundo do Pacífico

U. Texas / CXC / NASA

As observações do remanescente da supernova G299.2-2.9 pelo Chandra revelam informações importantes sobre este objeto.

Observações do remanescente da supernova G299.2-2.9 pelo Chandra

Uma equipa de investigadores da Universidade Técnica de Munique encontrou indícios de ferro de uma supernova em núcleos de sedimentos extraídos do fundo do Oceano Pacífico.

A descoberta foi feita por uma equipa de investigadores alemães e austríacos, liderada pelo físico Peter Ludwig, quando analisava a composição do fundo do oceano para estudar bactérias magnetotacticas.

Estes microorganismos, capazes de se orientar e movimentar ao longo de linhas geomagnéticas, absorvem metais como o ferro, e abrem portas ao estudo dos misteriosos campos magnéticos da Terra.

Surpreendentemente, os cientistas descobriram que várias das amostras que recolheram do fundo do Oceano Pacífico continham 60Fe, o isótopo ferro-60 — uma forma de ferro que não é comum encontrar na Terra.

Num artigo publicado no início do mês na Proceedings of the National Academy of Sciences, a equipa de investigadores descreve a forma como analisou as amostras do fundo do oceano, e explica porque acredita terem origem numa supernova.

Algumas das amostras continham apenas alguns átomos de 60Fe, mas outras tinham inúmeros agrupamentos de moléculas.

(dr) Universidade Técnica de Munique

Amostras do isótopo ferro-60 encontrado nos restos fossilizados de bactérias magnetotaticas

Amostras do isótopo ferro-60 encontrado nos restos fossilizados de bactérias magnetotaticas

Segundo os cientistas, a presença de ferro-60 implica que algum evento cósmico violento – como a explosão de uma supernova ou o impacto de um meteoro – depositou o metal raro na nossa vizinhança.

“O 60Fe é extremamente raro no nosso planeta, e tem uma vida média de cerca de dois milhões e meio de anos, pelo que o 60Fe que pudesse estar presente na altura da formação da Terra já desapareceu.

O ferro trazido para a Terra por meteoros é normalmente encontrado em magnetites ou silicatos, que não se encontravam presentes nas amostras de 60Fe absorvido pelas bactérias magnetotacticas.

Tal parece indicar com clareza que “o 60Fe encontrado no fundo do Pacífico é mesmo proveniente da explosão de uma supernova próxima, provavelmente há cerca de um milhão de anos atrás”, explicam os investigadores numa nota de imprensa da Universidade Técnica de Munique.

“Não há na Terra nenhum mecanismo natural de produção deste radioisótopo, pelo que encontrar 60Fe em depósitos terrestres é uma prova directa de deposição de material de uma supernova no nosso sistema solar”, explicam os investigadores.

Seremos um dia capazes de chegar às estrelas? Talvez, mas entretanto, parece que as estrelas vão chegando até nós.

AJB, ZAP

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Na realidade, tudo o que é mais pesado que o ferro foi sintetizado em supernovas!!
    E tudo o que aqui temos mais pesado que o hélio foi fabricado em estrelas.

RESPONDER

Marcelo não se pronuncia sobre pedidos de demissão de Cabrita

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, recusou pronunciar-se sobre os pedidos de demissão de Eduardo Cabrita. Marcelo Rebelo de Sousa entende que os pedidos de demissão de ministros são "típicos da luta político-partidária" e …

TAP vai pedir a insolvência da Groundforce

Pedro Nuno Santos, ministro das Infraestruturas, disse esta segunda-feira aos representantes dos trabalhadores que a TAP vai avançar com um pedido de insolvência da Groundforce. A TAP anunciou esta segunda-feira que vai avançar, ainda hoje, com …

Ida de Luís Filipe Vieira para o Benfica "foi um pedido de várias instituições financeiras"

Luís Filipe Vieira diz que os bancos quiseram, no início dos anos 2000, que fosse para o SL Benfica devido à sua situação financeira, pois estavam interessados na sua viabilização. Aos deputados, o presidente das …

Alemanha autoriza vacina da Johnson & Johnson a menores de 60 anos

A Alemanha recomenda a vacina da Johnson & Johnson (Janssen) contra o novo coronavírus a partir dos 60 anos, mas permitirá o seu uso em pessoas abaixo desta idade após consulta médica e decisão pessoal. O …

Livatino é o primeiro juiz a ser beatificado. Foi morto pela máfia italiana

A Igreja Católica beatificou este domingo o juiz italiano Rosario Livatino, assassinado em 1990 pela máfia em Agrigento, na Sicília, Itália. Rosario Livatino, que hoje teria 69 anos, foi assassinado em 21 de setembro de 1990 …

Castelo do Drácula oferece vacinas contra a covid-19 aos visitantes

O castelo do Drácula, na Roménia, está a oferecer vacinas contra a covid-19 a todos os que o visitem. Nas ilhas Baleares, os turistas vão poder contar com um seguro de repatriamento. Segundo conta a BBC, …

Trabalho ilegal. Bloco propõe alteração à lei para criminalizar "toda a cadeia"

Catarina Martins anunciou, esta segunda-feira, que o Bloco de Esquerda quer alterar a lei de 2016 para garantir uma melhor fiscalização e condenação dos responsáveis pela exploração de trabalhadores em Portugal. Em Odemira, a coordenadora do …

Laos regista primeira morte por covid-19 desde o início da pandemia

Uma mulher de 53 anos - que tinha diabetes e outros problemas de saúde - foi a primeira vítima mortal por covid-19 em Laos, em mais de um ano de pandemia. Segundo noticiou a agência …

Arábia Saudita vai impor vacinação aos funcionários que queiram voltar ao local de trabalho

A Arábia Saudita quer alcançar a imunidade de grupo o quanto antes. Para aumentar os esforços de vacinação, foram abertos mais de 580 locais de vacinação no país. Além disso, os residentes já podem reservar …

Elon Musk revela que tem síndrome de Asperger

O empresário Elon Musk, de 49 anos, revelou este fim de semana, no Saturday Night Live (SNL), que tem síndrome de Asperger. Musk foi convidado para apresentar o Saturday Night Live - um papel cobiçado que …