Restos de uma antiga supernova encontrados no fundo do Pacífico

U. Texas / CXC / NASA

As observações do remanescente da supernova G299.2-2.9 pelo Chandra revelam informações importantes sobre este objeto.

Observações do remanescente da supernova G299.2-2.9 pelo Chandra

Uma equipa de investigadores da Universidade Técnica de Munique encontrou indícios de ferro de uma supernova em núcleos de sedimentos extraídos do fundo do Oceano Pacífico.

A descoberta foi feita por uma equipa de investigadores alemães e austríacos, liderada pelo físico Peter Ludwig, quando analisava a composição do fundo do oceano para estudar bactérias magnetotacticas.

Estes microorganismos, capazes de se orientar e movimentar ao longo de linhas geomagnéticas, absorvem metais como o ferro, e abrem portas ao estudo dos misteriosos campos magnéticos da Terra.

Surpreendentemente, os cientistas descobriram que várias das amostras que recolheram do fundo do Oceano Pacífico continham 60Fe, o isótopo ferro-60 — uma forma de ferro que não é comum encontrar na Terra.

Num artigo publicado no início do mês na Proceedings of the National Academy of Sciences, a equipa de investigadores descreve a forma como analisou as amostras do fundo do oceano, e explica porque acredita terem origem numa supernova.

Algumas das amostras continham apenas alguns átomos de 60Fe, mas outras tinham inúmeros agrupamentos de moléculas.

(dr) Universidade Técnica de Munique

Amostras do isótopo ferro-60 encontrado nos restos fossilizados de bactérias magnetotaticas

Amostras do isótopo ferro-60 encontrado nos restos fossilizados de bactérias magnetotaticas

Segundo os cientistas, a presença de ferro-60 implica que algum evento cósmico violento – como a explosão de uma supernova ou o impacto de um meteoro – depositou o metal raro na nossa vizinhança.

“O 60Fe é extremamente raro no nosso planeta, e tem uma vida média de cerca de dois milhões e meio de anos, pelo que o 60Fe que pudesse estar presente na altura da formação da Terra já desapareceu.

O ferro trazido para a Terra por meteoros é normalmente encontrado em magnetites ou silicatos, que não se encontravam presentes nas amostras de 60Fe absorvido pelas bactérias magnetotacticas.

Tal parece indicar com clareza que “o 60Fe encontrado no fundo do Pacífico é mesmo proveniente da explosão de uma supernova próxima, provavelmente há cerca de um milhão de anos atrás”, explicam os investigadores numa nota de imprensa da Universidade Técnica de Munique.

“Não há na Terra nenhum mecanismo natural de produção deste radioisótopo, pelo que encontrar 60Fe em depósitos terrestres é uma prova directa de deposição de material de uma supernova no nosso sistema solar”, explicam os investigadores.

Seremos um dia capazes de chegar às estrelas? Talvez, mas entretanto, parece que as estrelas vão chegando até nós.

AJB, ZAP

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Na realidade, tudo o que é mais pesado que o ferro foi sintetizado em supernovas!!
    E tudo o que aqui temos mais pesado que o hélio foi fabricado em estrelas.

RESPONDER

OE2021. Bloco prepara voto contra. PSD só salva proposta se Costa pedir desculpa

O Bloco de Esquerda prepara-se para votar contra o Orçamento do Estado para 2021 na generalidade, avança este sábado o semanário Expresso. Governo e Bloco de Esquerda tem negociado nos últimos dias a proposta de …

Inscrição perdida contém a chave para o enigma dos esqueletos de Almaçã

Uma inscrição de pedra desaparecida esconde a chave para o mistério dos esqueletos de Almaçã, enterrados debaixo de uma muralha medieval. Em Almaçã, Espanha, onze corpos foram enterrados debaixo de uma enorme muralha de uma vila …

Espanha prepara-se para decretar estado de alerta

O Governo espanhol prepara-se para decretar estado de alerta em todo o território, depois de ter colocado a região de Madrid neste nível de alerta. A notícia é avançada este sábado pelo jornal espanhol El País, …

Jerónimo de Sousa deve ser reconduzido na liderança do PCP

O atual secretário-geral do PCP deve ser reconduzido no cargo no congresso que está agendado para o final de novembro, avança este sábado o jornal Público. De acordo com o matutino, as atuais regras sanitárias …

Elixir oral (e outros produtos domésticos) poderá ajudar a neutralizar o SARS-CoV–2

Alguns produtos domésticos, como é o caso do elixir oral e produtos para a descongestionar as vias nasais, mostraram-se eficazes em neutralizar um tipo coronavírus num estudo científico levado a cabo com células humanas. A …

Presidente da Polónia com teste positivo de covid-19

O Presidente da Polónia, Andrzej Duda, testou positivo para o novo coronavírus, anunciou este sábado o porta-voz do chefe de Estado. "Como se esperava, o Presidente @AndrzejDuda foi ontem [sexta-feira] submetido a um teste para detetar …

"Com o futebol acabei com a Guerra do Iraque". Jorvan Vieira, o treinador português que é Deus no mundo árabe

Jorvan Vieira é um nome que pouco deve dizer à maioria dos adeptos de futebol. Filho de portugueses emigrados no Brasil, fez grande parte da sua carreira no Médio Oriente, onde é acarinhado por milhões. …

Capacidade de cuidados intensivos na Europa vai chegar ao limite, alerta OMS

A Organização Mundial de Saúde (OMS) alertou esta sexta-feira que muitas unidades de cuidados intensivos na Europa vão chegar ao limite da sua capacidade nas próximas semanas. "Há uma situação muito preocupante a acontecer na Europa. …

Geólogos "ressuscitam" placa tectónica desaparecida

A existência da placa tectónica Ressurreição nunca foi consensual: alguns geólogos argumentam que nunca foi real e outros alegam que a placa sofreu um processo de subducção no manto da Terra, em algum lugar da …

Não se esqueça: muda a hora este domingo

Os relógios vão atrasar 60 minutos na madrugada do próximo domingo em Portugal para dar início ao horário de inverno. Em Portugal Continental e na Região Autónoma da Madeira, os relógios deverão ser atrasados uma hora …