Restaurante “diferente” chama Erica Fontes a um naco de carne

Erica Fontes / Facebook

A actriz pornográfica portuguesa Erica Fontes.

Um restaurante portuense publicou no Facebook uma fotografia de um pedaço de carne de vaca, comparando-o com a atriz porno Érica Fontes, atitude que levou a um movimento de revolta nas redes sociais.

“Podia perfeitamente ser um pedaço da Érica Fontes… Mas é de uma outra vaca”. Assim era a legenda da fotografia de um naco de carne que o restaurante Tascö, no Porto, publicou no Facebook esta quinta-feira.

A publicação rapidamente levantou uma onda de indignação, considerada por muitos uma piada de muito mau gosto, tendo sido apagada a pedido da equipa da atriz.

Os responsáveis acabaram por publicar um pedido de desculpas que, logo a seguir, também foi eliminado.

“Agradecemos a compreensão demonstrada e como prometido, a pedido da sua equipa, retiramos o post. Pedimos naturalmente desculpa”, podia ler-se.

O responsável pela comunicação garante que não era intenção do restaurante ofender a atriz e que faz tudo parte de uma estratégia de diferenciação.

“Não houve qualquer intenção de ofensa à Érica Fontes, nem tão pouco de promoção do Tascö”, explicou ao Diário de Notícias Miguel Rizzo.

“Se fosse Ricardo Araújo Pereira ou o Rui Xará a fazer o post ninguém criticava, mas como é um restaurante, as pessoas acham que não deve comunicar assim. Não concordamos. Temos o nosso ADN”, defende.

Com quase 12 mil seguidores, o responsável diz que o estabelecimento “é muito mais do que um restaurante” e que a equipa “gosta de ter uma voz ativa na sociedade”.

“Brincar tudo bem, mas a liberdade acaba onde começa a dos outros. A equipa dela mandou um email a pedir para retirarmos o post por causa dos direitos de utilização do nome. Foram muito simpáticos e cordiais e até nem me pareceram chateados”, explicou também ao Observador.

“Tentamos fazemos as coisas de forma genuína e diferente. Às vezes vamos de encontro ao gosto das pessoas, outras vezes não”, conclui.

“Estratégia de comunicação”

Não é a primeira vez que a chamada estratégia de comunicação e o humor “diferente” do restaurante causa polémica nas redes sociais.

Na própria página de Facebook do tascö se encontram comentários a reclamar contra algumas “liberdades” tomadas pelo restaurante no tratamento aos clientes.

É o caso de José Carvalho, que reclama contra comentários jocosos de carácter político que encontrou na conta que o restaurante lhe apresentou no fim da refeição.

Um mundo perfeito seria cavaco silva num colete de forças” pode ler-se no recibo de pagamento da minha refeição no vosso restaurante.
Pedir a conta e ter de levar com as vossas pseudo-piadas não é agradável… Pelo menos tenham a decência de ser transparentes. Coloquem estes dizeres na ementa, assim o cliente pode decidir se quer continuar no restaurante ou vir embora de imediato. Se eu soubesse que isto iria aparecer no recibo nem um copo de água teria pedido…
José Carvalho

As opiniões dividem-se entre quem defende a liberdade de expressão, e os que acusam o estabelecimento comercial de mau-gosto – algo particularmente grave no caso de um restaurante.

ZAP

PARTILHAR

10 COMENTÁRIOS

  1. Francisco Pratas (pela foto) dá a ideia, que já devia suficiente “maduro”,
    para não insultar quem não tem na a haver com a estória…
    Quanto a esta, só mostra o “vale tudo” de agora….

  2. Francisco Pratas (a ver pela foto) dá a ideia, que já devia suficiente “maduro”,
    para não insultar quem não tem na a haver com esta estória…
    Quanto a esta, só mostra o “vale tudo” de agora….

Professor suspenso depois de dizer que se alunos faltassem a Moral não podiam entrar em igrejas

O professor que enviou um documento aos encarregados de educação a avisar que se os seus educandos continuassem a faltar às aulas de Educação Moral e Religiosa Católica "corriam o risco" de não poder entrar …

Cheias já mataram duas pessoas. Veneza vai declarar estado de emergência

Luigi Brugnaro, presidente da câmara de Veneza, vai declarar estado de emergência na cidade que está inundada devido às piores cheias em 50 anos. Esta quarta-feira, é esperada uma nova subida da água na cidade italiana. …

Bolsonaro deixa PSL e cria um novo partido

O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, anunciou esta terça-feira que decidiu abandonar o Partido Social Liberal (PSL) e criar um novo partido chamado Aliança pelo Brasil. A saída de Bolsonaro acontece na sequência de uma série …

Partido Trabalhista britânico sofre dois ciberataques (e suspeita-se que tenham "dedo" russo)

O Partido Trabalhista britânico sofreu dois ataques informáticos em apenas dois dias. Contudo, o partido de Jeremy Corbyn admite que os ataques falharam e que as suas plataformas estão operacionais. Num espaço de apenas dois dias, …

Sterling tentou fazer "mata-leão" a Joe Gomez e foi afastado da convocatória

O estágio da seleção inglesa para os jogos da Qualificação para o Campeonato da Europa, frente ao Montenegro e ao Kosovo, não poderia ter começado da pior forma. Raheem Sterling foi afastado da equipa após …

Alunos com gaguez não terão de fazer exames orais

Os alunos com gaguez podem ser dispensados da realização das provas orais. Há dois anos, estes exames passaram a integrar a avaliação externa em línguas estrangeiras nos exames do ensino secundária e nas provas de …

PSD. Só 15,8% dos militantes poderiam votar se eleições diretas fossem hoje

A dois meses das eleições diretas no PSD, há hoje perto de 17.000 militantes com quotas em dia, que podem ser pagas até 22 de dezembro, de acordo com informação disponibilizada online pelo partido. Se as …

Hong Kong: Reforço policial, Parlamento suspenso e escolas fechadas

O Parlamento de Hong Kong foi suspenso, esta quarta-feira, e a segurança foi reforçada na cidade e nos campus universitários, com as escolas a fecharem num momento em que prosseguem os confrontos entre manifestantes e …

Debate quinzenal: Políticas de rendimento, Rio ao ataque com o lítio e a primeira vitória dos pequenos

Os debates quinzenais com o primeiro-ministro regressam esta quarta-feira. António Costa vai abrir o debate com uma intervenção sobre "políticas de rendimento", mas as atenções estão centradas na primeira vitória dos pequenos partidos. As políticas de …

Governo vai propor 635 euros para salário mínimo em 2020. Proposta não agrada patrões

Ana Mendes Godinho, ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, vai apresentar esta quarta-feira na Concertação Social a proposta de aumento para o salário mínimo nacional para 2020, com uma atualização de 35 euros. Esta quarta-feira, …