Requisição civil. Cavaco Silva é o líder com oito em dez anos

Miguel A. Lopes / Lusa

A requisição civil foi usada 32 vezes desde 1974. Cavaco Silva decretou-a por oito vezes em dez anos. Mário Soares recorreu a esta opção cinco vezes em apenas um ano.

A requisição civil é um instrumento que está na lei desde 1974 e só deve ser usada em “circunstâncias particularmente graves”, tendo de ser decidida em Conselho de Ministros e efetivada por portaria. O decreto-lei 637/74 determina que a requisição civil pode ser acionada se for necessário “assegurar o regular funcionamento de serviços essenciais de interesse público ou de sectores vitais da economia nacional”.

O diploma expressa, aliás, que a requisição civil tem “caráter excecional” e que pode ter como objeto “a prestação de serviços, individual ou coletiva, a cedência de bens móveis ou semoventes, a utilização temporária de quaisquer bens, os serviços públicos e as emersas públicas de economia mista ou privadas”.

No fundamento do diploma de 1974, é estabelecido que a requisição civil fica estabelecida tendo em conta “a necessidade de assegurar o regular funcionamento de certas atividades fundamentais, cuja paralisação momentânea ou contínua acarretaria perturbações graves da vida social, económica e até política”.

Entre a lista de serviços ou empresas que podem ser objeto de requisição civil está “a prestação de cuidados hospitalares, médicos e medicamentosos”. Acrescem vários outros, como exploração de serviço de transportes, produção e distribuição de energia ou produção e transformação de alimentos de primeira necessidade.

Mário Soares e Cavaco Silva lideram

Desde a sua criação, a requisição civil já foi usada 32 vezes: 18 vezes por governos de direita e 14 vezes por governos de esquerda. Este ano, é a terceira vez que António Costa recorre a esta opção legal. O atual primeiro-ministro usou pela primeira vez a 7 de fevereiro, durante a greve dos enfermeiros e, pela segunda vez, na greve de abril dos motoristas de matérias perigosas.

No entanto, a estatística é liderada por Cavaco Silva, que entre 1985 e 1995 usou a requisição civil oito vezes. Segundo o Público, a primeira vez que usou este recurso foi em 1986, durante a greve dos trabalhadores da Petroquímica e Gás de Portugal (PGP).

O antigo primeiro-ministro Mário Soares usou a requisição civil por seis vezes em três anos, fazendo dele o segundo da lista. Só em 1977, Mário Soares decretou cinco requisições civis, muito graças à greve do setor dos transportes.

Pedro Passos Coelho recorreu a esta possibilidade apenas uma vez, em dezembro, durante a greve declarada pela plataforma de sindicatos da TAP. José Sócrates apenas decretou duas — ambas para os oficiais de justiça.

A primeira vez que foi decretada a requisição civil foi para o pessoal de enfermagem dependente da Direção-Geral do Ensino Superior, da Direção-Geral dos Hospitais, da Direção-Geral de Saúde e da Direção-Geral da Previdência, quando José Pinheiro de Azevedo era o primeiro-ministro.

Incumprimento pode dar multa ou prisão

Quem não cumprir a requisição civil decretada pelo Governo está sujeito por lei “a crime de desobediência e a despedimento por justa causa”, afirmou o advogado de direito laboral Luís Gonçalves da Silva.

Segundo explicou à Lusa o especialista, a requisição civil “coloca as pessoas ao dispor do Estado, ou seja, ficam requisitadas e o vínculo laboral é entre o trabalhador e o Estado”.

Caso haja incumprimento da requisição civil, além das sanções disciplinares como o despedimento por justa causa, o Código Penal prevê no artigo 348º o crime por desobediência a quem faltar “a ordem ou a mandado legítimos, regularmente comunicados e emanados de autoridade ou funcionário competente”.

Nestes casos, os trabalhadores são punidos com pena de prisão até um ano ou com pena de multa até 120 dias, em caso de desobediência simples, ou prisão até dois anos e multa até 240 dias, em situação de desobediência qualificada.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

De Amora a Lima. Jorge Jesus "está a dois passos de alcançar a eternidade"

A cumprir a 31.ª época da sua carreira de técnico, iniciada há 30 anos, na temporada 1989/90, ao serviço do Amora, Jesus precisa de bater os argentinos do River Plate, os detentores do título, para …

Revolucionários colombianos estão a recrutar crianças venezuelanas para guerrilha

A Federação de Associações de Professores Universitários da Venezuela (FAPUV) denunciou na quarta-feira que grupos e subversivos da vizinha Colômbia estão a recrutar crianças em idade escolar para a guerrilha. "Temos jovens e crianças, especialmente nas …

Jornal espanhol arrasa Bale. "Desrespeitoso. Mal-agradecido"

O jornal desportivo espanhol Marca arrasa esta quinta-feira o internacional galês Gareth Bale, que representa o Real de Madrid, na sua manchete. "Desrespeitoso. Mal-aconselhado. Mal-agradecido", pode ler-se no jornal. Em causa esta a atitude do …

Porteiro recua e diz que errou em mencionar Bolsonaro no caso Marielle

O porteiro do condomínio onde o Presidente brasileiro tem casa recuou na informação cedida anteriormente à polícia, admitindo que errou ao citar o nome de Jair Bolsonaro no caso do homicídio da vereadora Marielle Franco. De …

Peixes, pássaros e humanóides. Revelados mais 140 geóglifos de Nazca no Peru

Foram descobertos 142 novos geóglifos, que representam pessoas, animais e outros seres, nas famosas linhas na superfície de Nazca e dos seus arredores no Peru. Localizados principalmente a oeste da Pampa de Nazca, estes novos geóglifos …

Sem-abrigo morta a tiro no Brasil após pedir esmola

Uma mulher sem-abrigo foi morta no sábado, em Niterói, no estado brasileiro do Rio de Janeiro, quando pedia esmola a um transeunte, que disparou sobre ela. O crime, que ocorreu no sábado, foi filmado por câmaras …

Polícias saem à rua para reivindicar promessas do Governo. Chega e mais seis partidos vão ao protesto

Elementos das forças de segurança (PSP e GNR) manifestam-se esta quinta-feira, em Lisboa, para pressionarem o novo Governo a cumprir as reivindicações da classe e as promessas do anterior Executivo. Sob o lema “tolerância zero”, a …

Homens ficam mais stressados quando esposas ganham quase tanto como eles

https://vimeo.com/374392301 Um novo estudo sugere que o homem fica mais stressado quando a mulher ganha mais do que 40% do rendimento do casal. Em sentido contrário, ficam menos ansiosos quando a esposa ganha menos do que …

Estratégia Nacional para Sem-Abrigo prevê que ninguém fique na rua mais de 24 horas

A atual Estratégia Nacional para a Integração das Pessoas em Situação de Sem-Abrigo está assente num modelo de intervenção em que ninguém fique na rua por mais de 24 horas e um conhecimento permanente do …

Protesto nacional de quinta-feira na Colômbia leva governo a encerrar fronteiras

A Colômbia é esta quinta-feira palco de um protesto nacional convocado por sindicatos e movimentos sociais, que levou as autoridades a adotarem várias medidas preventivas, designadamente o encerramento das fronteiras. O objetivo do Governo é assegurar …