Relação dá razão ao Santander e rejeita anulação de swap

Pranav Bhatt / Flickr

-

O Tribunal da Relação de Lisboa deu razão ao banco Santander Totta numa ação movida por uma construtora de Gondomar que pedia a anulação de um contrato ‘swap’ por considerar que não se verificaram nenhuma das razões apontadas pela empresa.

De acordo com o acórdão a que a Lusa teve acesso, que confirma a decisão da primeira instância, o contrato ‘swap’ celebrado em maio de 2008 não pode ser classificado “como contrato de jogo e aposta”, uma das razões que poderia fundamentar a anulação do contrato de gestão de risco financeiro (‘swap’).

“O contrato de ‘swap’ é um contrato lícito, admitido e tutelado pelo nosso direito, e que, considerados os respetivos elementos essenciais, não se confunde com o contrato de jogo e aposta”, lê-se no documento.

O Tribunal da Relação de Lisboa considera ainda que o Santander Totta respeitou os deveres de informação a que está sujeito, notando que “o banco reuniu com a autora [a empresa], ao mais alto nível, e manteve abertos canais de comunicação a fim de apresentar detalhadamente o produto, explicar o seu modo de funcionamento e esclarecer todas as dúvidas surgidas ou que viessem a surgir”.

Mais, acrescenta, que “o sócio gerente” da empresa “é um empresário com formação superior universitária (…), muito habituado a negociar com a banca e a contratar financiamentos, na ordem de muitos milhares de euros, e, portanto, familiarizado com os riscos associados à flutuação das taxas de juro”.

O Tribunal considerou ainda que a descida “drástica” das taxas de juro desde então “faz parte do risco próprio do negócio, pois é, precisamente, essa eventualidade que leva à celebração deste tipo de contratos”.

“A subida e a descida das taxas de juro não pode ser conhecida com antecedência. Da mesma forma, não se pode saber, ‘ab initio’, quem é que vai ser favorecido”, acrescenta.

O acórdão datado de 13 de maio, sublinha ainda que “através do contrato ‘swap’ da taxa de juro, as partes procuram alterar a sua exposição ao risco, decorrente de uma situação jurídica subjacente, mas não a eliminam”.

Pode ler-se nos documentos que a empresa dedicada à construção e imobiliário, até à data em que colocou a ação, já tinha acumulado prejuízos superiores a 320 mil euros e que para denunciar o contrato com o banco teria de pagar uma penalização de 500 mil euros.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Estado emprestou dois milhões à Cruz Vermelha para pagar salários

A Parpública SGPS emprestou dois milhões de euros ao Hospital da Cruz Vermelha, nomeadamente para fazer pagamento de salários. A Parpública SGPS, holding tutelada pelo Ministério das Finanças, libertou dois milhões de euros para permitir ao …

Ex-ministro francês François Bayrou acusado de cumplicidade na apropriação de fundos

O ex-ministro francês François Bayrou, dirigente centrista e próximo de Emmanuel Mácron, foi acusado na sexta-feira por "cumplicidade na apropriação indevida de fundos públicos" no caso dos assistentes parlamentares do seu partido. A acusação, "anunciada antecipadamente …

"Profundamente envergonhada", Merkel visitou Auschwitz pela primeira vez

A chanceler alemã, Angela Merkel, visitou esta sexta-feira pela primeira vez o campo de concentração e extermínio de Auschwitz-Birkenau num "sinal de reconciliação com os judeus e o estado de Israel", considera o historiador René …

Capital do Natal de Algés avança com queixa-crime contra promotores

A organização da Capital do Natal, evento que decorre em Algés, Oeiras, vai apresentar uma queixa-crime contra os promotores turísticos que "adulteraram a oferta do parque", o que defraudou "um conjunto alargado de pessoas". Em causa …

Menino de 5 anos convidou todos os colegas do infantário para assistir à sua adoção

Um menino de cinco anos de Michigan, nos Estados Unidos, convidou a sua turma do infantário para testemunhar à sua adoção legal. A criança, identificada como Michael, foi adotada formalmente pela sua nova família na passada …

TDT vai mudar de frequência (outra vez)

A frequência da Televisão Digital Terrestre (TDT) está a ser alterada de forma faseada, o que significa que os portugueses que usem este serviço gratuito de televisão têm de sintonizar novamente os seus recetores e/ou …

Ruas de Águeda entre as "mais bonitas do mundo" para a CNN

As ruas do centro de Águeda, no distrito de Aveiro, decoradas com guarda-chuvas estão entre as 21 mais bonitas de mundo para a emissora norte-americana CNN. A distinção é avançada pelo jornal Público, que dá …

Hospitais vão poder pagar mais a médicos para garantir urgências no Natal

Os hospitais vão poder contratar médicos prestadores de serviço, vulgo tarefeiros, por valores superiores aos de referência durante o Natal e o Ano Novo. De acordo com o presidente da Federação Nacional dos Médicos, Noel Carrilho, …

Jovem que abandonou bebé no lixo esteve 13 anos institucionalizada em Cabo Verde

A jovem que abandonou o filho recém-nascido no lixo, em Lisboa, esteve institucionalizada durante 13 anos em Cabo Verde. A sua mãe está agora a lutar pela guarda da criança. Numa entrevista ao programa Sexta às …

Último debate. Boris defendeu o Brexit e Corbyn falou da Saúde (pelo menos 15 vezes cada um)

No debate televisivo, transmitido pela BBC, o último antes das eleições da próxima quinta-feira, Boris Johnson defendeu que é o melhor preparado para concretizar o Brexit e terminar com o impasse no processo, prometendo ainda …