May avisa que “rejeitar acordo é voltar à estaca zero”. Corbyn quer “plano B”

Andy Rain / EPA

Theresa May, primeira-ministra britânica

Rejeitar o Acordo de Saída da União Europeia negociado com a União Europeia implica “voltar à estaca zero” e provocar “mais discórdia e incerteza” no Reino Unido, avisou esta segunda-feira a primeira-ministra britânica, Theresa May.

Numa declaração feita esta segunda-feira na Câmara dos Comuns, em que deu conta da aprovação formal no domingo em Bruxelas do Acordo de Saída do Reino Unido da UE, May apresentou uma escolha aos deputados.

“Esta câmara pode apoiar este acordo, concretizar a votação do referendo e avançar para a construção de um futuro mais brilhante de oportunidades e prosperidade para todos. Ou esta Câmara pode optar por rejeitar este acordo e voltar à estaca zero”, resumiu.

A primeira-ministra admitiu que “ninguém sabe o que aconteceria se o acordo não fosse aprovado”, mas advertiu para “mais discórdia e mais incerteza, com todos os riscos que isso acarretaria”. May invocou o “interesse nacional” e o desejo de “unir novamente como país, seja qual for a maneira que tenhamos votado” no referendo de 2016.

O líder da oposição, o trabalhista, Jeremy Corbyn, reiterou a oposição ao documento, e qualificou como um “ato de automutilação nacional” a insistência de May em defender este acordo devido ao risco de ser rejeitado.

Os partidos da oposição, nomeadamente o partido Trabalhista, os Liberais Democratas e o Partido Nacionalista Escocês, manifestaram a intenção de chumbar o acordo, juntamente com dezenas de deputados do partido Conservador e do Partido Democrata Unionista, aliado do governo.

O voto deverá ter lugar nas próximas semanas, numa data ainda por anunciar, tendo a imprensa britânica avançado a segunda semana de dezembro como a data mais provável.

Corbyn reivindicou a necessidade de um plano B para uma solução que garantir uma maioria parlamentar, ou seja, um acordo “com base numa união aduaneira abrangente, um forte acordo com o mercado único que proteja os direitos dos trabalhadores e a proteção ambiental”.

Os chefes de Estado e de Governo dos 27 validaram este domingo o acordo do “divórcio” do Reino Unido da União Europeia e a declaração política da relação futura com este país. O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, disse que o acordo conseguido é “o melhor possível” para ambas as partes.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

A "Chernobyl flutuante" chegou finalmente à sua base na Rússia

A central nuclear flutuante Akadémik Lomonósov, a única deste tipo em todo o mundo, chegou, no fim de semana passado, ao porto de Pevek, na região oriental de Chukotka, no extremo norte da Rússia, onde …

A Terra tem um terceiro pólo (e está a derreter)

https://vimeo.com/360314209 Situado na plataforma tibetana a 6740 metros de acima do nível do mar, os glaciares no sopé da cadeia montanhosa Meili já perderam um quarto do gelo desde 1970 - e o pior está para …

Sinéad O’Connor acusa Prince de ter “batido em várias mulheres” e de a ter tentado agredir

A cantora Sinéad O’Connor fez revelações duras sobre Prince no programa da estação televisiva britânica ITV, Good Morning Britain. Segundo a cantora e compositora irlandesa, o músico Prince, que morreu em 2016 por overdose, terá agredido …

Ex-funcionária da Google alerta para a produção de robôs assassinos que podem despoletar uma guerra

A Google pediu a Laura Nolan para reforçar os drones militares dos EUA. Recusou e demitiu-se. Agora, alerta para o perigo destas armas que podem originar uma guerra. Cerca de um ano depois de se ter …

Boris Johnson comparou o Reino Unido ao Hulk (e ele não gostou)

Há 12 anos que o ator Mark Ruffalo encarna Hulk, uma das mais célebres personagens da Marvel, no cinema. Agora, decidiu pronunciar-se sobre o Brexit, depois de Boris Johnson ter evocado Hulk. Para o primeiro-ministro, o …

Família encontrou mais de 2.200 fetos preservados em casa de médico norte-americano

Uma família encontrou mais de 2.200 fetos preservados na casa de um médico norte-americano que morreu no início deste mês. O The Guardian avançou este domingo que uma família encontrou 2.246 fetos preservados em casa de …

Mais plástico e menos peixe. Explorador britânico teme pelo mar português

Farto de ver cada vez mais plástico e menos peixe no oceano, o veterano explorador e documentarista britânico Paul Rose defende que Portugal deve criar mais áreas marinhas protegidas. Paul Rose, que mergulha desde os anos …

Há 10 anos, Banksy pintou chimpanzés no Parlamento inglês. Agora, o quadro vai a leilão

Em 2009, o artista de rua conhecido como Banksy pintou uma enorme tela a óleo do parlamento inglês, mas em vez de deputados os tribunos eram chimpanzés. Banksy pintou o quadro, com quatro metros de comprimento, …

Tempestade em Espanha derrubou palmeira que era Património da Humanidade

A queda de "La Centinela", a árvore mais alta do conjunto que a Unesco classificou como Património da Humanidade desde 2000, está entre os danos materiais causados pela passagem da "gota fria" - um fenómeno …

Dador de esperma teve 12 filhos com autismo (e foi processado)

Danielle Rizzo tem dois filhos autistas, um com seis anos e outro com sete. Ambos foram concebidos com recurso a um dador anónimo. Há três anos, Rizzo descobriu que estes fazem parte de uma "família" …