Reino Unido disposto a fornecer “certificados” de vacinação para viagens internacionais

O Governo britânico está disposto a fornecer “certificados” de vacinação para viagens internacionais se forem exigidos por outros países, mas descartou o uso interno, afirmou o secretário de Estado responsável pelo programa de imunização contra a covid-19, Nadhim Zahawi.

“Alguns países começaram a exigir um certificado [de vacinação], como fazemos agora com os testes (de covid-19) antes de viajar”, explicou, em declarações à estação britânica ITV.

Segundo Zahawi, alguns países só admitem a entrada de pessoas se tiverem algum tipo de atestado que comprove que foram vacinadas contra o coronavírus. “Vamos tentar facilitar isso ao indivíduo” que o peça, disse.

Israel anunciou nos últimos dias ter chegado a acordos de princípio com a Grécia e o Chipre para permitir a circulação sem restrições de cidadãos vacinados contra o novo coronavírus entre os respetivos países, enquanto na Europa, Suécia e a Dinamarca já anunciaram a criação de certificados de vacinação digitais para viagens ao estrangeiro, à semelhança da Islândia.

Zahawi vincou, no entanto, que os chamados “passaportes de vacinação” não serão usados no Reino Unido a nível interno para permitir aliviar as restrições em vigor.

“Não estamos a avaliar os passaportes de vacinação para a nossa economia nacional. Acho muito melhor vacinar toda a população adulta, oferecer a vacina, o quanto antes, até setembro”, acrescentou.

O plano de imunização britânico, iniciado a 8 de dezembro de 2020, completou a primeira etapa de administrar uma primeira dose a 15 milhões de pessoas dos quatro primeiros grupos prioritários e entrou na segunda-feira numa nova etapa, iniciando a vacinação de maiores de 65 anos.

As autoridades de saúde estão confiantes de que todos com mais de 50 anos receberão a primeira dose até o final de abril e a totalidade dos adultos até setembro.

O jornal The Times noticiou esta terça-feira que os efeitos do programa de vacinação já começaram a ser sentidos em termos de redução das hospitalizações, mortes e transmissão do coronavírus. Ao comparar os casos de idosos que receberam a vacina com os que não receberam, dados preliminares sugerem que o plano de imunização está a reduzir os internamentos e mortes por covid-19.

Outro estudo feito com profissionais de saúde vacinados também mostrou baixos níveis de infeção, o que mostra que as vacinas reduzem a transmissão. O jornal The Times refere que se tratam de dados preliminares baseados principalmente na vacina da farmacêutica Pfizer. A outra vacina usada no Reino Unido é a da AstraZeneca.

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, admitiu na segunda-feira existirem sinais “interessantes” de que as vacinas estão a funcionar, mas disse que iria agir “com cautela” no alívio das restrições atuais para conter a pandemia covid-19 no país.

O número de infeções diárias caiu 29% nos últimos sete dias no Reino Unido, que na segunda-feira relatou 9.765 novos casos positivos, contra 10.972 no domingo. O número de óbitos também desceu 26,2% nos últimos sete dias, com 230 registados na segunda-feira, contra 258 no domingo.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Medina apresenta auditoria sobre manifestações em Lisboa “nos próximos dias”

O Presidente da Câmara de Lisboa revelou que “na sequência da auditoria”, que será conhecida nos próximos dias, irá tomar “as medidas para assegurar que não voltam a acontecer” falhas na proteção de dados de …

As abelhas-operárias reproduzem-se fazendo clones (quase perfeitos) de si mesmas

Uma equipa de investigadores da Universidade de Sydney descobriu que as abelhas-operárias, uma espécie encontrada na África do Sul, se reproduzem fazendo clones quase perfeitos de si mesmas. Algumas pesquisas anteriores indicavam que algumas abelhas-operárias se …

"Quero entender o que aconteceu comigo": Eriksen já reagiu ao colapso em campo

O internacional dinamarquês Christian Eriksen já reagiu à sua queda inanimada dentro do relvado, dizendo que está melhor e que quer entender o que aconteceu. O encontro entre Dinamarca e Finlândia, da primeira jornada do Grupo …

Segunda tentativa. Ricardo Salgado começa hoje a ser julgado no âmbito da Operação Marquês

O ex-banqueiro Ricardo Salgado, de 76 anos, deverá começar a ser hoje julgado por três crimes de abuso de confiança, devido a transferências de mais de 10 milhões de euros, no âmbito do processo Operação …

Partilha de publicação sobre recandidatura de Rui Moreira foi “erro de funcionária”

Autarquia portuense diz que publicação sobre recandidatura de Rui Moreira no site da Feira do Livro foi um erro já assumido por uma funcionária. Este domingo, o PSD-Porto acusou o independente Rui Moreira de “utilização de …

Teletrabalho deixa de ser obrigatório a partir de hoje. Exceto em quatro concelhos

O teletrabalho deixa de ser obrigatório a partir de hoje, passando a ser recomendado na generalidade do território de Portugal continental, exceto nos quatro concelhos que apresentam taxas de incidência de covid-19 superiores aos limites …

Variantes do coronavírus podem escapar dos anticorpos espalhando-se através de supercélulas

Variantes do coronavírus, como a britânica e a sul-africana, podem escapar dos anticorpos espalhando-se através de supercélulas, revela um novo estudo. Os anticorpos que criamos depois de sermos infetados com um vírus ou vacinados contra ele …

Estudo apresenta nova visão sobre a forma como os continentes se formaram

Um estudo liderado por geólogos da Monash University apresenta uma nova visão sobre a forma como os primeiros continentes da Terra se formaram. Apesar da Terra se ter formado há mais de 4,5 mil milhões de …

Cientistas descobrem novo exoplaneta semelhante a Neptuno

Uma equipa internacional de colaboradores, incluindo cientistas do JPL da NASA e da Universidade do Novo México, descobriram um novo exoplaneta temperado, do tamanho de Neptuno, com um período orbital de 24 dias orbitando uma …

Feira do Livro do Porto partilha recandidatura de Moreira. "Foi erro de funcionária"

A câmara do Porto explicou que a partilha do ‘post’ sobre a recandidatura de Rui Moreira feita este domingo na página de Facebook da “Feira do Livro do Porto” se deveu a “erro de uma …