Raparigas libertadas pelo Boko Haram já se reuniram com as famílias

Três dias depois de terem sido libertadas, as 21 estudantes de Chibok, no nordeste da Nigéria, raptadas pelo grupo extremista Boko Haram, há mais de dois anos, reuniram-se este domingo com as suas famílias.

As jovens foram “trocadas por quatro prisioneiros do Boko Haram”, na manhã de quinta-feira, na região de Banki, na fronteira com os Camarões, confirmou uma fonte local à agência France Presse.

A cerimónia foi organizada pelos serviços de segurança da Nigéria que negociaram a libertação das estudantes que, na sua maioria, eram cristãs, mas que foram forçadas a converter-se ao Islão durante o cativeiro.

Durante a cerimónia, a estudante Gloria Dame disse que sobreviveu a 40 dias sem comida e que escapou à morte por pouco, pelo menos uma vez.

“Estava na floresta quando um avião lançou uma bomba, que caiu perto de mim, mas não fiquei ferida”, disse Gloria Dame à congregação.

“Todos podemos ver a alegria e as emoções dos pais”, destacou Lai Mohammed, ministro da Informação, acrescentando que as conversações com os islamistas vão continuar “até que todas as raparigas tenham sido libertadas”.

Lai Mohammed espera que “muito em breve, um outro grupo [de raparigas], maior do que este, seja libertado”.

Embora tenha conseguido recuperar território aos jihadistas, o presidente Muhammudu Buhari tem enfrentado fortes críticas por não ter conseguido libertar as jovens, que se tornaram no símbolo da forte campanha do Boko Haram para estabilecer um Estado islâmico extremista no país.

O Boko Haram raptou 276 estudantes de uma escola secundária em Chibok, na noite de 14 de abril de 2014, tendo 57 conseguido fugir pouco tempo depois.

Nada se sabia das restantes 219 desde a divulgação de um vídeo pelos radicais em 2014, até que uma mensagem – uma aparente “prova de vida” – foi enviada ao governo nigeriano no início deste ano.

O sequestro em massa chocou o mundo e deu início à campanha internacional #BringBackOurGirls (Tragam as nossas raparigas de volta).

O rapto provocou indignação e trouxe atenção mundial para a rebelião do Boko Haram, que já causou pelo menos 20.000 mortos e mais de 2,6 milhões de deslocados desde 2009.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Quase seis mil denúncias de agressões sexuais em viagens da Uber nos EUA

A plataforma de transporte de passageiros Uber divulgou na quinta-feira um relatório, revelando quase seis mil denúncias de agressões sexuais a utilizadores, motoristas e terceiros nos Estados Unidos (EUA), em 2017 e 2018. No relatório de …

Polícia de Los Angeles vai usar dispositivo "ao estilo Batman" para prender suspeitos

A polícia de Los Angeles, nos Estados Unidos, vai adotar, no início do próximo ano, um novo dispositivo, conhecido como BolaWrap 100, que dispara um cinto de fibra sintética a uma velocidade de 200 metros …

Corriere dello Sport defende-se das acusações e garante ser "inimigo do racismo"

O jornal desportivo italiano Corriere dello Sport afirmou esta sexta-feira ser “inimigo do racismo”, defendendo-se das críticas motivadas pela manchete de quinta-feira, com o título “Black Friday” e ilustrada com os futebolistas negros Romelu Lukaku …

Alisadores e tintas para cabelo podem aumentar o risco de cancro da mama

Alisadores e tintas para cabelo são dois produtos comummente utilizados por mulheres. Um novo estudo sugere que estes podem aumentar o risco de cancro da mama, especialmente em mulheres negras. Muitos produtos capilares contêm compostos que …

Black Friday. Marca de cosméticos oferece por engano desconto de 96% e perde 10 milhões em duas horas

Uma falha no site oficial da marca de produtos cosméticos Foreo fez com que o seu artigo mais caro fosse vendido com um desconto de 96%, fazendo com que a empresa sueca perdesse 10 milhões …

Camisola usada por Pelé no seu último jogo foi vendida por 30 mil euros em leilão

Uma camisola usada por Pelé no seu último jogo com a seleção brasileira foi vendida por 30 mil euros num prestigiado leilão de objetos desportivos, realizado na quinta-feira em Turim, Itália. A camisola com o número …

A maior entrada de sempre em bolsa. Saudi Aramco garante 25,6 mil milhões de dólares

Para além de fazer uma entrada em estilo na bolsa de Riade na próxima semana, com a maior IPO de sempre, a Saudi Aramco torna-se na empresa mais bem avaliada do mundo. A Saudi Aramco, petrolífera …

Novo livro revela provas de que Albert Camus foi assassinado pelo KGB

Giovanni Catelli é autor da teoria que o prémio Nobel da literatura Albert Camus foi assassinado pelo KGB. No seu novo livro, reitera essa ideia e revela algumas provas. O romancista Albert Camus foi vencedor do …

Embaixada da China reage com "forte indignação” às declarações de Pompeo em Lisboa

A embaixada da China em Portugal reagiu esta sexta-feira com “forte indignação e firme oposição” às declarações do secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, sobre o governo e empresas chineses, durante a visita que fez …

Ministério Público quer anular libertação do amante de Rosa Grilo

O Ministério Público (MP) pediu a nulidade do despacho judicial que ordenou esta sexta-feira a libertação de António Joaquim, acusado de matar o triatleta Luís Grilo, em coautoria com a mulher da vítima, Rosa Grilo. “O …