Quase todas as vagas que sobram no ensino superior estão no interior

Concluída a segunda fase de acesso ao ensino superior público, restaram 5.254 vagas por preencher, sendo que quase todas estão no interior. Porto e Lisboa ficaram com um número residual de vagas. 

O ensino superior público ficou com 5.254 vagas por preencher no final da 2.ª fase de candidatura que terminou nesta quarta-feira. À semelhança do que aconteceu na 1.ª fase, houve uma redução de candidatos.

De acordo com dados divulgados esta quinta-feira pela Direção-Geral do Ensino Superior (DGES), “para a segunda fase, o número de vagas colocadas a concurso foi de 12.457, às quais acresceram 2.149 vagas libertadas por candidatos colocados e matriculados na primeira fase que foram agora colocados na segunda fase”.

Às vagas disponíveis candidataram-se 17.109 candidatos, menos do que os 19.135 de 2017, e apenas foram colocados 9.452 estudantes.

Entre os mais de 17 mil candidatos, 5.962 não tinham concorrido na 1.ª fase do concurso nacional de acesso; 3.295 não obtiveram colocação na 1.ª fase; 1.965 não se matricularam na colocação obtida na 1.ª fase; e 5.767 estavam matriculados na colocação obtida na 1.ª fase, conseguindo agora uma mudança de curso.

De acordo com a informação divulgada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior “4.796 estudantes foram colocados no ensino superior politécnico e 4.656 no ensino universitário, tendo aumentado o número de estudantes na sua 1.ª opção (43%)”.

No conjunto da primeira e segunda fases já ingressaram no ensino superior público através do concurso nacional de acesso 46.070 novos estudantes. Na 1.ª fase do concurso já tinham sido colocados 43.992 estudantes, dos quais se matricularam 38.767 (88,1%).

A colocação de estudantes nesta 2.ª fase confirma as estimativas de ingresso no ensino superior público, que apontam para cerca de 73 mil novos estudantes em 2018-2019 quando consideradas todas as vias de ingresso, incluindo cerca de 45 mil novos estudantes a ingressar por via do concurso nacional de acesso”, lê-se na nota do ministério.

Quase todas as vagas sobrantes estão no interior

Das mais de cinco mil vagas ainda por ocupar no ensino superior público, a quase totalidade encontra-se nas instituições fora de Lisboa e Porto, onde apenas restam algumas dezenas de vagas.De acordo com a DGES, são residuais as vagas ainda disponíveis no Lisboa e Porto, cerca de uma dezena.

A maioria dos 5.254 lugares vagos encontrarem-se nas instituições que o Governo pretendia beneficiar com a medida que cortou 1.100 vagas nas instituições das duas maiores cidades do país, tentando contribuir para uma maior coesão territorial, estimulando a procura de universidades e politécnicos localizados no interior do país.

A medida acabou por se traduzir numa redistribuição de vagas em instituições que não apresentavam qualquer problema ao nível de procura, nem se localizam em zonas demograficamente pressionadas, como as de Coimbra, Minho ou Aveiro.

Há 304 cursos ainda com vagas por preencher, maioritariamente nos institutos politécnicos, contra 762 cursos já completamente cheios.

Há ainda um total de 48 cursos não tiveram qualquer candidato, os quais mantém nesta fase do concurso a quase totalidade das vagas por ocupar.

Os resultados da 2.ª fase do concurso nacional de acesso estão desde hoje disponíveis no portal da DGES. A matrícula dos estudantes colocados nesta fase decorre entre 27 de setembro e 1 de outubro e cabe a cada instituição decidir se abre uma 3.ª fase de acesso com as vagas sobrantes.

As vagas disponíveis para a 3.ª fase são divulgadas em 4 de outubro no portal da DGES e a fase de candidatura decorrerá entre 4 e 8 de outubro.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Nagorno-Karabakh. Arménia e Azerbaijão acusam-se mutuamente de violação de novo cessar-fogo

A Arménia e o Azerbaijão trocaram esta segunda-feira acusações pela violação de um novo cessar-fogo acordado no domingo para pôr fim às hostilidades no enclave de Nagorno-Karabakh, que deveria ter entrado hoje em vigor. A Arménia …

Venezuela testou molécula que "anula a 100%" o novo coronavírus

O Presidente da Venezuela anunciou, este domingo, que o Instituto Venezuelano de Investigações Científicas (IVIC) testou com sucesso uma molécula, a DR10, que "anula 100%" o novo coronavírus. "O IVIC testou uma molécula usada para tratar …

Com a bancarrota a caminho, Governo Sócrates vendeu quase 80% dos imóveis públicos

Numa altura em que o país já estava em situação complicada, com o cenário de bancarrota no horizonte, o último Governo de José Sócrates vendeu quase 80% do património imobiliário público em apenas dois anos. Estes …

Na primeira noite de recolher obrigatório em Madrid, houve centenas de festas ilegais e álcool na rua

Na primeira noite de recolher obrigatório em Madrid, foram muitos os que ignoraram as restrições. A polícia espanhola foi obrigada a intervir em centenas de festas ilegais e numa festa ao ar livre com mais …

Casa Branca admite que EUA não poderão controlar pandemia. Biden acusa Trump de ter desistido

A Casa Branca admitiu este domingo que os EUA não poderão controlar a pandemia por ser tão contagiosa, numa mudança à postura de minimização da gravidade da crise, numa altura em que há novos recordes …

GNR obrigada a intervir no GP de Fórmula 1. Bastonário diz que evento foi um "insulto" aos profissionais de saúde

O circuito de Portimão teve de fechar algumas bancadas para garantir o distanciamento dos 27.500 espetadores autorizados pela Direção-Geral de Saúde (DGS). Pelo menos em duas foi necessária a intervenção da GNR. Em comunicado, a GNR …

Governo atira-se ao Bloco de Esquerda. Voto contra é "incompreensível"

Em conferência de imprensa, esta segunda-feira, o secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares, Duarte Cordeiro, afirmou que "o Governo considera incompreensível que não possa contar com o Bloco de Esquerda" para aprovar o Orçamento do …

Chilenos votam de forma esmagadora para substituir Constituição de Pinochet

Os chilenos votaram de forma esmagadora, este domingo, a favor de uma nova Constituição para substituir a herdada da era do ditador Pinochet, num referendo realizado um ano após uma revolta popular contra a desigualdade …

Parques eólicos instalados em terrenos baldios vão passar a pagar IMI

Os terrenos baldios onde sejam instalados parques eólicos destinados a produzir energia elétrica vão perder o direito à isenção de IMI que a lei previa anteriormente para este tipo de imóveis. O Jornal de Negócios adianta …

“Se Jesus tem dito que sim, não seria o Bruno Lage a substituir Rui Vitória”

O presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, revelou que o atual treinador das águias, Jorge Jesus, já era um nome pensado na altura em que Bruno Lage assumiu a cadeira deixada por Rui Vitória. "Disse …