Quase metade dos idosos portugueses têm excesso de peso

Cerca de 44% dos idosos portugueses apresentam excesso de peso e 39% têm obesidade, indica um estudo da Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto.

Os resultados são apresentados numa conferência que está a decorrer na Fundação Engenheiro António de Almeida, no Porto.

Segundo os dados facultados à agência Lusa, obtidos no âmbito do projeto sobre o estado nutricional dos portugueses com mais de 65 anos Nutrition UP 65, a taxa de homens com excesso de peso (cerca de 50%) é superior à das mulheres (que fica pelos 40,3%), sendo, no entanto, a obesidade maior nas mulheres (44,5%) do que nos homens (30,6%).

Iniciado em abril de 2015, o projeto tem como objetivo aumentar o conhecimento dos profissionais de saúde e criar mudanças a médio e longo prazo na vida da população idosa, de acordo com a coordenadora do projeto, Teresa Amaral.

Até ao momento, foram estudados os dados recolhidos entre dezembro de 2015 e junho de 2016, numa amostra representativa de 1.500 pessoas idosas, de acordo com o intervalo de idades, o género, o nível de ensino e a área regional do país.

No que toca à desnutrição, que afeta cerca de 15% dos idosos, a prevalência de mulheres desnutridas ou em risco nutricional é de 18,7%, superior à dos homens, que ronda os 13%.

Relativamente à sarcopenia – a perda de massa, força e função musculares em consequência do envelhecimento -, cerca de um décimo da população idosa apresenta os sinais, sendo os valores semelhantes em ambos os sexos.

Quanto à hidratação, os dados indicam que 494 participantes, mais de um terço da amostra, estavam desidratados, apresentando os homens uma proporção mais elevada (47,1%), em comparação com as mulheres (30,5%).

Outro dos resultados demonstra que a grande maioria dos idosos, mais de 85%, consome sal em excesso, sendo o valor mais alto registado nos homens, 91,8%, ficando as mulheres pelos 80,4%.

Cerca de sete em cada dez apresenta deficiência em vitamina D, com maior prevalência nas mulheres, com uma percentagem de 72,7%, superior aos 63,7% verificados nos homens.

Segundo o investigador da FCNAUP Rui Valdiviesso, as alterações no estado nutricional têm implicações na fragilidade – associada à uma maior morbilidade e mortalidade nos idosos -, apresentando 20,6% dos idosos sinais desse fator, com uma maior incidência nas mulheres (25,5%) comparativamente aos homens (14%).

Os baixos níveis de vitamina D, a desidratação e o elevado consumo de sal também associam-se a complicações clínicas.

Este projeto conta com a participação dos investigadores da Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto, do Departamento para a Pesquisa do Cancro e Medicina Molecular da Universidade Norueguesa de Ciência e Tecnologia e da Unidade Local de Saúde do Alto Minho, EPE.

O NutritionUP 65, que vai ser finalizado em abril de 2017, foi financiado pelo EEAGrants – Programa Iniciativas de Saúde Pública – em 519 mil euros.

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

WhatsApp começa a ganhar relevância nas eleições em Portugal

Uma investigadora do ISCTE atribui muita importância aos grupos que começam agora a surgir no WhatsApp, que "não são uma coisa muito visível", mas "chega às pessoas de uma forma diferente" e "mais personalizada". Ainda …

Avioneta da Força Aérea espanhola cai no Mar Menor. Instrutor de voo e aluna morreram

Um instrutor e uma aluna morreram esta quarta-feira depois de um avioneta da Força Aérea Espanhola ter caído no Mar Menor, perto da localidade de San Javier, na região de Múrcia. As duas vítimas mortais eram …

Rosa Grilo reafirma inocência. Amante nega qualquer envolvimento no crime

A segunda sessão do julgamento foi marcada por contradições da arguida Rosa Grilo, acusada do homicídio do marido, em coautoria com o amante. Segundo a SIC Notícias, nesta segunda sessão do julgamento, no Tribunal de Loures, …

Primeiro debate a seis começou com divergências nas pensões e terminou com carne e peixe

Realizou-se nesta quarta-feira o primeiro debate da campanha eleitoral com todos os líderes dos partidos políticos com assento parlamentar. Transmitido pelas Rádios TSF, Renascença e Antena 1, o debate deixou a nu as divergências ideológicas …

Missão do PPM é alertar para "revolução bolchevique" em Portugal

A missão do Partido Popular Monárquico (PPM) nas eleições legislativas é alertar para "a revolução bolchevique" que está em curso em Portugal, país que corre o risco de se transformar numa Venezuela, segundo o presidente …

Gelado para comer na rua paga mais IVA do que se for para consumir num café

Os gelados estão sujeitos a taxas diferentes de IVA, conforme sejam consumidos num estabelecimento comercial ou se destinem a ser comidos num espaço público. Em causa está a interpretação que o Fisco faz do serviço …

Amigos, amigos, 'Champions' à parte. Ronaldo e Félix encaram-se em duelo lusitano

A primeira jornada da Liga dos Campeões reserva um duelo especial para os portugueses entre o Atlético de Madrid e a Juventus. De lados opostos estarão João Félix e Cristiano Ronaldo. Os portugueses estarão de coração …

Michel Temer usa a palavra "golpe" para falar da destituição de Dilma Rousseff

"Nunca apoiei o golpe e nem fiz nada para que isso acontecesse", disse Michel Temer - que chegou ao poder em 2016, após o processo de destituição de Dilma Rousseff - numa entrevista à emissora …

PGR denuncia irregularidades na investigação ao homicídio de Marielle Franco

Esta terça-feira, a procuradora-geral da República brasileira denunciou irregularidades na investigação do caso do homicídio da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes. Raquel Dodge, que concluiu o mandato de dois anos na liderança do …

Juncker: Saída do Reino Unido é "desejável e possível", mas risco de 'no deal' é "muito real"

O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, defendeu esta quarta-feira, no Parlamento Europeu, que um acordo para a saída do Reino Unido da União Europeia (UE) é "desejável e possível", embora tenha reconhecido que o risco …