“Ignorantes e incompetentes”. Pyongyang ataca Coreia do Sul e recusa conversações

Korea Summit Press / EPA

O líder norte-coreano, Kim Jong-un, e o Presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, durante a Cimeira de Panmunjom

O principal negociador do processo de paz da Coreia do Norte criticou a Coreia do Sul e voltou a dizer que as negociações de paz serão suspensas caso as exigências de Pyongyang não sejam cumpridas.

Ri Son Gwon, o principal negociador do processo de paz da Coreia do Norte, chamou esta quinta-feira “ignorante e incompetente” ao Governo sul-coreano. Além disso, denunciou treinos de combate aéreo conjunto entre os EUA e a Coreia do Sul e ameaçou novamente suspender as negociações de paz caso não sejam cumpridas as exigências de Pyongyang.

As declarações foram proferidas após uma série de declarações que colocaram em risco o processo de paz e desnuclearização da Península da Coreia e a cimeira entre Kim Jong-un e Donald Trump, marcada para dia 12 de junho. Pyongyang cancelou também um encontro com os representantes do Sul.

Segundo o comunicado citado pela agência norte-coreana KCNA, Ri Son Gwon criticou a Coreia do Sul por permitir que “escumalha humana” falasse na sua Assembleia Nacional.

Embora o comunicado não especificasse a quem se referia, a Reuters recorda que o antigo diplomata norte-coreano Thae Yong Ho, que fugiu para a Coreia do Sul há dois anos, realizou uma conferência de imprensa, esta segunda-feira, na Assembleia Nacional em Seul, por ocasião do lançamento das suas memórias.

“A não ser que a situação séria que levou à suspensão das conversações de alto nível entre o norte e o sul seja resolvida, nunca mais será fácil sentar cara a cara com o atual regime da Coreia do Sul”, diz o comunicado, citado pelo Público.

“Nesta oportunidade, as atuais autoridades sul-coreanas provaram claramente serem um grupo ignorante e incompetente desprovidos do sentido elementar da situação atual”, acrescentou Ri Son Gwon.

Pyongyang protesta ainda contra o exercício anual Max Thunder, um treino militar em curso entre a Coreia do Sul e os Estados Unidos, que envolve centenas de aviões de ambos os países, entre os cais os caças F-22 Raptor, contestados pela Coreia do Norte, que os encara como aparelhos de ameaça de bombardeamentos cirurgicos.

Na quarta-feira, a agência oficial norte-coreana classificou o exercício Max Thunder como “provocação brutal“, interpretando-o como um treino para invadir a Coreia do Norte, escreve a Renascença.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Enquanto Flamengo afasta regresso de Jorge Jesus, o "Galo" vem ao ataque

O treinador benfiquista afasta o cenário de uma saída precoce do Estádio da Luz. O Flamengo rejeita o regresso de Jorge Jesus, enquanto o Atlético Mineiro manifesta o seu interesse. Jorge Jesus foi categórico: "Não vou …

"Ihor gritava como um cão atropelado". Seguranças contam nova versão em tribunal

O segurança Manuel Correia testemunhou esta quarta-feira que “ouviu gritos” de Ihor Homeniuk vindos de uma sala do SEF no aeroporto de Lisboa e que encontrou um dos inspetores com um pé em cima da …

Dos pés de Cancelo para a cabeça de Bernardo Silva. City ganha na Champions com um golo 100% português

Os internacionais portugueses João Cancelo e Bernardo Silva foram fundamentais para a vitória do Manchester City sobre o Borussia Monchengladbach (2-0), na primeira mão dos oitavos da Liga dos Campeões, com ação direta nos dois …

"População não interiorizou a gravidade da situação". Depois de Siza, Cabrita aponta o dedo aos portugueses

Num relatório sobre a aplicação do decreto do estado de emergência na segunda quinzena de janeiro, Eduardo Cabrita justifica o fecho das escolas e o fim das vendas ao postigo, culpando a população pelas decisões …

Esta época há menos 500 clubes. "É o drama absoluto", diz presidente da FPF

Esta época há menos 500 clubes em comparação com a temporada transata. O presidente da FPF, Fernando Gomes, classifica a situação de "drama absoluto". A pandemia de covid-19 e a consequente interrupção das competições foi um …

Psicólogos no recrutamento e mudanças na formação. IGAI quer acabar com discriminação na polícia

A Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI) quer envolver psicólogos no processo de recrutamento de novos polícias e rever os currículos de formação para acabar com práticas discriminatórias nas forças de segurança. As alterações no processo de …

Coleção de joias da era Viking é encontrada na Ilha de Man. É "excecionalmente rara"

Uma coleção de joias da era Viking foi encontrada na Ilha de Man, entre Inglaterra e a Irlanda, em novembro de 2020 e foi agora classificada como tesouro. Os especialistas acreditam que os artefactos, descobertos …

“As brasileiras são mercadoria". Professor da UP suspenso por comentários machistas e xenófobos nas aulas

Após uma denúncia que reuniu assinaturas de mais de uma centena de alunas, o professor auxiliar Pedro Cosme da Costa Vieira foi suspenso pelo período máximo de 90 dias, da Faculdade de Economia da Universidade …

Houve buzinão na Luz (mas sem "carinho"). Jesus culpa covid-19 pela crise do Benfica

Algumas dezenas de adeptos protestaram junto ao Estádio da Luz com um buzinão, entre gritos de "Rua Vieira" devido aos maus resultados do Benfica. Antes disso, Jorge Jesus tinha apelado a um "buzinão de carinho" …

Marcelo remete diretamente para o Governo limites ao ruído nos prédios

O chefe de Estado incluiu o detalhe "decreto-lei do Governo", no novo decreto para a renovação do estado de emergência, para permitir que o Executivo limite o ruído nos prédios. No último decreto que executou o …