Mike Pompeo: Putin é uma ameaça para as democracias do mundo inteiro

O secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, afirmou nesta terça-feira que o Presidente russo, Vladimir Putin, representa uma ameaça para as democracias de todo o mundo.

Pompeo emitiu estas declarações ao chegar à Eslováquia, no âmbito da sua digressão pela Europa central para combater a crescente influência da Rússia e da China.

“Vladimir Putin está determinado a sabotar as democracias de todo o mundo, não tenham dúvidas. Deveríamos ser muito frontais sobre este assunto”, disse o chefe da diplomacia norte-americana a estudantes de Jornalismo em Bratislava. Em seguida, alertou os eslovacos para “a necessidade de se precaverem contra os meios económicos e outros utilizados pela China para criar dependência e manipular [o seu] sistema político”.

Procurando destacar o papel dos Estados Unidos na queda do comunismo, numa altura em que a Rússia tem cada vez mais apoiantes no antigo bloco de Leste, Pompeo declarou ao Presidente eslovaco, Andrej Kiska, que já há “demasiado tempo que a América não estava profundamente envolvida aqui”, uma referência ao facto de a sua visita ser a primeira de um chefe da diplomacia norte-americano à Eslováquia em 14 anos.

Pompeo encontrou-se também com cinco antigos prisioneiros políticos do regime comunista em frente a um memorial chamado Porta da Liberdade, na fronteira com a Áustria, onde 400 pessoas foram mortas entre 1945 e 1989, durante tentativas de passar para o outro lado da Cortina de Ferro.

“Onde antes havia arame farpado e guardas armados, as pessoas, os bens e as informações circulam livremente agora”, congratulou-se Pompeo. “Os Estados Unidos mantiveram-se ao lado do povo eslovaco enquanto amigos e parceiros nos últimos 30 anos e continuaremos a apoiá-lo durante as próximas décadas”, prometeu. Por sua vez, o Presidente eslovaco sublinhou que os EUA são “um parceiro e aliado importante”.

Washington está preocupada com a dependência energética dos países europeus em relação à Rússia. Na segunda-feira, na Hungria, um dos países mais pró-russos da União Europeia (UE), o secretário de Estado norte-americano comunicou ao primeiro-ministro húngaro, Viktor Orban, as suas preocupações com o rápido desenvolvimento das relações políticas e económicas do seu país com Moscovo e Pequim.

Pompeo falou, nomeadamente, do recente acordo com a gigante chinesa das telecomunicações Huawei para a rede 5G na Hungria. A Huawei está a provocar crescente preocupação no Ocidente por causa da possibilidade de espionagem em favor da China.

De acordo com um alto responsável norte-americano, Pompeo transmitirá uma mensagem similar à Eslováquia, muito dependente da Rússia para as suas importações de energia.

“O objetivo geral que podem ver na Europa Central é análogo ao da nossa estratégia na Ásia-Pacífico: trata-se de sublinhar, em setores vulneráveis em que os nossos adversários, os chineses ou os russos, estão a ganhar terreno, que nós queremos aumentar o nosso envolvimento diplomático, militar e cultural”, explicou esse responsável. Os EUA estão também a tentar apoiar mais órgãos de comunicação social independentes na região.

O chefe da diplomacia húngaro, Peter Szijjarto, acolheu bem a proposta de estreitar relações com Washington, embora protestando contra as críticas norte-americanas às relações do seu país com a Rússia e a China, que classificou como “uma enorme hipocrisia”, já que o Ocidente mantém relações comerciais com Moscovo, nomeadamente no setor energético.

Pompeo seguirá nesta terça-feira para a Polónia onde decorre, na quarta e na quinta-feira, uma conferência dedicada à influência do Irão no Médio Oriente.

// Lusa

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. mas ainda alguém acredita no que estes aldrabões dizem?

    quem são os srs que apoiam os criminosos da Arábia Saudita, EAU na destruição do Yemen, Syria, Líbia entre tantos outros?

    quem são os srs que têm mais de 700 bases militares por todo o mundo e que estão às portas da Rússia?

    quem é que leva a democracia à bomba?

    quem é que faz cair centenas de governos por todo o mundo?
    https://en.wikipedia.org/wiki/United_States_involvement_in_regime_change

    mas a Rússia e o sr Putin é que são o problema.

    qd é que o MSM ocidentais deixam de ser papagaios destes criminosos?

    • Acreditar é para as religiões!..
      Toda a gente minimamente informada sabe o que o Putin tem feito na Rússia (e onde pode!) e o poder/dinheiro que tem; tentar desculpar isso desviando a atenção para os americanos é só desonesto e até indecente!

      • cego é aquele que se recusa a ver!

        ninguém desculpou ninguém, estou farto é da propaganda da NATO e das guerras que passam a vida a arranjar e não contentes continuam a picar a Rússia.

        • Ver o quê?!
          Mas qual NATO?
          Este cromo, quando muito, fala pelos EUA e é “apenas” o braço direito do Trampa (que por acaso até foi eleitio com a ajuda dos russos/Putin)…
          E, por falar em bases militares americanas, o Bolsonabo (durante a tomada de posse), até lhe ofereceu uma base no Brasil!…
          .
          Mas, neste aspecto, só não concorda com a opinião do Pompeo, quem ignorar completamente quem é o Putin!

RESPONDER

TAP quer limitar direito à greve e menos férias. Sindicatos indignados

Vários sindicatos que receberam a proposta da TAP para um acordo de emergência a vigorar até ao final de 2024 estão indignados com várias das medidas previstas no documento. Segundo a rádio TSF, que teve acesso …

Ministro do Ambiente ouvido no parlamento sobre venda de seis barragens da EDP

O ministro do Ambiente é esta terça-feira ouvido no parlamento, a propósito da venda de seis barragens da EDP, situadas na bacia hidrográfica do Douro, a um consórcio liderado pela Engie, por 2,2 mil milhões …

Boris Johnson diz que "não existem respostas fáceis" para elevada mortalidade no país

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, disse esta quarta-feira que "não existem respostas fáceis" para o facto de o Reino Unido ser o país na Europa com mais mortes atribuídas a covid-19, ao ultrapassar a barreira …

Biden põe termo a contratos com as prisões privadas

A conselheira em política interna do Presidente dos Estados Unidos (EUA), Susan Rice, informou que Joe Biden iria assinar na terça-feira um decreto para pôr termo à utilização das prisões privadas do país no sistema carcerário …

Rodrigues dos Santos quer dar a mão ao PSD para derrotar Medina em Lisboa

Francisco Rodrigues dos Santos considera que uma coligação PSD/CDS-PP nas eleições autárquicas é a “única hipótese” para derrotar o atual presidente da Câmara de Lisboa, o socialista Fernando Medina, mas recusa adiantar quem poderá ser …

Patrões não podem recusar apoio nem faltas justificadas aos pais

Especialistas destacam que as entidades empregadoras não podem opor-se às faltas justificadas de pais que fiquem em casa para tomar conta dos filhos, nem recusar-se a prestar o apoio excecional à família. Com o encerramento das …

Voos e 2 mil libras. Reino Unido oferece incentivos a cidadãos da UE que queiram abandonar o país

O Governo britânico está a oferecer incentivos financeiros para os cidadãos da União Europeia (UE) deixarem o Reino Unido, meses antes do prazo para solicitar o estatuto de residente permanente De acordo com o jornal britânico …

Novo máximo diário de mortes por covid-19. Há mais 15.073 novos casos e 293 óbitos

Portugal registou esta quarta-feira 15.073 novos casos de infeção por covid-19 e mais 293 mortes, o maior número de óbitos em 24 horas desde o início da pandemia, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde …

Três sismos abalaram a cidade de Granada na passada noite. Pedro Sánchez pede "calma"

Mais de meio milhão de pessoas que vivem em Granada, sul de Espanha, despertaram hoje inquietas depois do sobressalto causado durante a noite por três sismos de magnitude superior a quatro graus seguidos de 30 …

Isabel dos Santos vai ter mesmo de pagar 339,4 milhões de dólares à Sonangol

O Tribunal de Recurso de Paris decidiu, esta terça-feira, a favor da PT Ventures (Sonangol), no âmbito do processo de anulação interposto pela Vidatel, da empresária angolana, que terá de pagar 339,4 milhões de dólares. Em …