Puigdemont é candidato às eleições europeias

Salvatore di Nolfi / EPA

O antigo líder catalão, que se autoexilou em Bruxelas para escapar à justiça espanhola, será cabeça de lista do Junts per Catalunya (JxCat) às eleições europeias de 26 de maio.

“É o momento de dar um passo mais para internacionalizar o direito à autodeterminação da Catalunha desde o coração da Europa para todo o mundo”, escreveu no Twitter o ex-presidente da Generalitat, Carles Puigdemont.

Puigdemont vai concorrer diretamente contra o líder da Esquerda Republicana da Catalunha (ERC), Oriol Junqueras, que está preso e é um dos independentistas que está a ser julgado por rebelião, sedição e peculato na organização do referendo de 1 de outubro de 2017 e declaração unilateral de independência. Será candidato simbólico da Aliança Livre Europeia, além de liderar a lista do partido para as eleições gerais em Espanha.

“A melhor forma de continuar a internacionalizar o conflito e a garantir que somos ouvidos na Europa, que se veja a repressão, é que haja uma voz livre do JxCat na Europa, e essa voz não pode ser outra que a de Puigdemont”, disse a porta-voz da Generalitat, Elsa Artadi, citada pelo Diário de Notícias.

No encontro, ficou ainda decidido que todos os membros do partido que estão atualmente detidos e a ser julgados serão cabeça de lista às eleições gerais espanholas ou municipais. Jordi Sànchez, líder da Assembleia Nacional Catalã, será cabeça de lista por Barcelona, Josep Rull, ex-conseller do Território e Sustentabilidade, avança por Tarragona e Jordi Turull, que era porta-voz do governo e conselheiro da presidência, vai por Lleida.

Puigdemont vive em Waterloo, depois de ter fugido de carro da Catalunha a 28 de outubro de 2017, na véspera de ser chamado a declarar num tribunal de Madrid. Outros seis independentistas acabaram por fugir, tendo sido declarados à revelia pelo Supremo Tribunal, em julho de 2018, e estando a ser investigados num processo em separado.

O ex-presidente da Generalitat chegou a estar preso na Alemanha, por onde passou em março do ano passado depois de um desses compromissos internacionais.

As autoridades alemãs detiveram Puigdemont ao abrigo do mandado de captura emitido pela justiça espanhola. A Alemanha acabaria por decidir que o ex-líder catalão podia ser extraditado para Espanha, mas apenas por peculato, o que levou o juiz a desistir do mandado.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Foi a escuridão (e não o frio) que ditou a extinção dos dinossauros

Uma nova investigação sobre o asteróide que causou a extinção dos dinossauros sugere que foi a escuridão, ainda antes do frio, que ditou o fim destes animais. De acordo com a nova investigação, cujos resultados foram …

34 anos depois, dados da Voyager 2 revelam mais um segredo de Urano

Mais de 30 anos depois, os dados da Voyager 2, que sobrevoou o planeta em 1986, permitiram aos cientistas da NASA desvendar mais um segredo de Urano. Em janeiro de 1986, a Voyager 2 sobrevoou Urano. …

Está a nevar em Plutão

Em julho de 2015, a sonda New Horizons da NASA concluiu uma longa e árdua jornada pelo Sistema Solar, viajando a 36.000 mph durante nove anos e meio. Toda a missão focava-se em mapear a …

Cientistas dão um importante passo na criação de uma Internet quântica segura

Uma nova investigação da Universidade de Harvard e do Instituto de Tecnologia de Massachusetts, nos Estados Unidos, revelou o elo que faltava para termos uma Internet quântica funcional e prática: uma forma de corrigir os …

Os pedregulhos de Bennu brilham como faróis para a Osiris-Rex da NASA

Este verão, a sonda OSIRIS-REx empreenderá a primeira tentativa da NASA de tocar a superfície de um asteroide, recolher uma amostra e recuar em segurança. Mas, desde que chegou ao asteroide Bennu há mais de …

Cidades subterrâneas podem ser um bom refúgio para futuros desastres

Especialistas ouvidos pelo portal One Zero acreditam que cidades subterrâneas podem ser um bom refúgio para populações que possam vir a enfrentar desastres naturais no futuro potenciados pelas alterações climáticas. À medida que os desastres naturais …

Descobertas três novas espécies de pterossauro em Marrocos

Cientistas encontraram três novas espécies de pterossauro, que viveram no deserto do Sahara, há 100 milhões de anos, em Marrocos. De acordo com o site EurekAlert!, estas três novas espécies de pterossauro faziam parte de um …

Texto português do século XVI mostra eficácia da quarentena

Um especialista australiano descobriu num texto português do século XVI uma prova de que a quarentena ou o isolamento podem impedir a globalização de uma doença como a covid-19, que já provocou mais de 30 …

Coronavírus. Mercados chineses continuam a vender morcegos

Nem com a pandemia de covid-19 a China abre mão dos seus velhos hábitos. Embora o novo coronavírus tenha tido origem num mercado de animais exóticos, em Wuhan, muitos destes sítios continuam a funcionar normalmente …

No Twitter, o discurso de ódio contra chineses cresceu 900%

A L1ght, uma empresa que mede a toxicidade das plataformas digitais, partilhou recentemente um relatório no qual revela que o discurso de ódio contra a China e contra os chineses teve um crescimento de 900%. Donald …