PT manda trabalhadores para casa, mas é “um presente envenenado”

Mário Cruz / Lusa

A PT comunicou a mais de cem trabalhadores, sem funções atribuídas, que estão dispensados de se apresentarem no local de trabalho, nos próximos meses. Uma forma de “contornar os problemas legais” levantados pela Autoridade para as Condições no Trabalho, acusam os Sindicatos.

Após a Autoridade para as Condições no Trabalho (ACT) ter detectado várias irregularidades na PT, relacionadas com o incumprimento do dever de ocupação efectiva, a empresa informou mais de 100 trabalhadores sem funções que estão dispensados de se apresentarem no local de trabalho, conforme avança o jornal Público.

A medida consta de um despacho assinado pela directora de Recursos Humanos da empresa que menciona uma “dispensa de assiduidade”, “a título excepcional e temporário”, segundo o diário.

A dispensa vigora a partir da próxima segunda-feira, 16 de Outubro, até 15 de Janeiro de 2018, ou seja, durante três meses.

Ao Público, uma fonte da PT nota que “as soluções encontradas pela empresa passam por: encontrar funções para os trabalhadores em causa, propor condições vantajosas de saída e dar dispensa de assiduidade até se conseguir encontrar o enquadramento adequado”.

Para funcionários e Sindicatos é evidente que a PT está a “contornar os problemas legais levantados pelas inspecções da ACT”, conforme cita a TVI. Falam mesmo de um “presente envenenado”, considerando que, se por um lado, “alivia a pressão psicológica dos trabalhadores” sem funções, por outro, “torna-os mais vulneráveis a propostas de rescisão”.

Esta dispensa de apresentação no local de trabalho pode também “configurar uma forma de assédio laboral“, refere a TVI.

“Stress global”

Falando à agência Lusa, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Portugal Telecom (STPT), Jorge Félix, afirmou que, neste momento, “todo o ambiente existente na PT é um ambiente de stress global”, abrangendo “a generalidade dos trabalhadores”.

Segundo Jorge Félix, estes funcionários sem funções – “que são cerca de 200” – estão a ser alvo de “assédio”, já que a empresa os está a convidar “para irem para casa sem prestar a assiduidade diária, com direito à retribuição e ao subsídio de almoço, portanto com todos os direitos remuneratórios, mas sem sequer estarem no trabalho”.

“O que nós pensamos é que estão a tentar ludibriar a ACT porque a ACT diz que vai continuar a sua acção inspectiva e de controlo”, justificou o sindicalista, apontando que a autoridade “vai chegar aos locais onde estão os trabalhadores sem funções e [eles] já não estão lá”.

Como estão a trabalhar através de casa, “não vão penalizar a empresa, que já não vai pagar as coimas” por a ACT “ver muito menos gente parada e sem fazer nada”, acrescentou.

Contudo, o responsável referiu que isso vai “fragilizar mais a situação desses trabalhadores”.

“Um trabalhador que esteja 90 dias afastado diariamente da sua atividade da empresa e, ao fim desse tempo, voltar à empresa, vem com um pensamento e com uma forma de estar totalmente diferente, mais fragilizado no que diz respeito a exigir um posto de trabalho com a sua categoria”, exemplificou.

Além disso, continuou, o funcionário fica “numa situação de maior possibilidade de chegar a acordo com a empresa para uma rescisão por mútuo acordo, até por um valor menos interessante”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Estes mafiosos franceses, nem sequer disfarçam que se estão a borrifar para tudo/todos e cujo único objectivo é o lucro fácil!!
    É para encher os bolsos a este tubarões que certos iluminados defendem a maior facilitismo nos despedimentos, etc, etc…

RESPONDER

França cria "crime de ecocídio" para punir danos graves ao ambiente

A ministra da Transição Ecológica, Barbara Pompili, e o ministro da Justiça de França, Eric Dupont-Moretti, anunciaram a criação do "crime de ecocídio", que visa prevenir e punir os danos graves ao ambiente. Ao Journal du Dimanche, explicaram …

BCE reitera que retoma económica só em 2022 (e "enfraquecida")

Para Philip Lane, economista-chefe do Banco Central Europeu, a vacina traz uma perspetiva para o final do próximo ano e para 2022, mas não para os próximos seis meses. O economista-chefe do Banco Central Europeu (BCE), …

Ventura notificado para apresentar defesa em processo por discriminação

A Comissão para a Igualdade e contra a Discriminação Racial (CICDR) notificou André Ventura para apresentar a sua defesa na sequência de alegadas declarações de carácter discriminatório em relação à etnia cigana no Facebook. A comissão …

UNICEF prepara maior operação da história para administrar dois mil milhões de vacinas

A UNICEF anunciou hoje que está a analisar a logística de transporte de cerca de dois mil milhões de vacinas contra a covid-19 para 92 países e que esta será a maior operação internacional da …

China deteta surtos em três cidades e impõe bloqueios e milhões de testes

As autoridades chinesas estão a testar milhões de pessoas, a impor bloqueios e a fechar escolas depois de vários casos do novo coronavírus transmitidos localmente terem sido diagnosticados nos últimos dias, em três cidades. À medida …

Joe Biden escolhe Antony Blinken para secretário de Estado

O Presidente-eleito escolheu Antony Blinken - um dos seus assessores mais antigos e mais próximos de Joe Biden - para o cargo de secretário de Estado, decisão que ainda terá de ser validada pelo Senado …

Portugal regista mais 74 mortes e 4044 novos casos de covid-19

Portugal regista, esta segunda-feira, mais 74 mortes e 4044 novos casos de infeção por covid-19, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 4044 novos casos, 2258 …

Ordem dos Médicos quer alargar proibição de circulação aos dias entre os feriados

O Gabinete de Crise para a covid-19 da Ordem dos Médicos está a pedir ao Governo que pondere a possibilidade de manter a proibição de circulação entre concelho nos 12 dias das duas pontes - …

Deputada não inscrita Cristina Rodrigues consegue acordo do Governo para várias propostas

No segundo dia de votações do Orçamento do Estado para 2021 (OE2021) na especialidade, a deputada não inscrita Cristina Rodrigues chegou a acordo com o Executivo para propostas como programas de saída e apoio a …

Admissão em lares dispensa teste se utente tiver cumprido isolamento há 90 dias

A Direção-Geral da Saúde alterou as normas para as estruturas residenciais para idosos, unidades de cuidados continuados da rede nacional e outras respostas para os mais velhos e instituições de acolhimento de crianças e jovens …