PT manda trabalhadores para casa, mas é “um presente envenenado”

Mário Cruz / Lusa

A PT comunicou a mais de cem trabalhadores, sem funções atribuídas, que estão dispensados de se apresentarem no local de trabalho, nos próximos meses. Uma forma de “contornar os problemas legais” levantados pela Autoridade para as Condições no Trabalho, acusam os Sindicatos.

Após a Autoridade para as Condições no Trabalho (ACT) ter detectado várias irregularidades na PT, relacionadas com o incumprimento do dever de ocupação efectiva, a empresa informou mais de 100 trabalhadores sem funções que estão dispensados de se apresentarem no local de trabalho, conforme avança o jornal Público.

A medida consta de um despacho assinado pela directora de Recursos Humanos da empresa que menciona uma “dispensa de assiduidade”, “a título excepcional e temporário”, segundo o diário.

A dispensa vigora a partir da próxima segunda-feira, 16 de Outubro, até 15 de Janeiro de 2018, ou seja, durante três meses.

Ao Público, uma fonte da PT nota que “as soluções encontradas pela empresa passam por: encontrar funções para os trabalhadores em causa, propor condições vantajosas de saída e dar dispensa de assiduidade até se conseguir encontrar o enquadramento adequado”.

Para funcionários e Sindicatos é evidente que a PT está a “contornar os problemas legais levantados pelas inspecções da ACT”, conforme cita a TVI. Falam mesmo de um “presente envenenado”, considerando que, se por um lado, “alivia a pressão psicológica dos trabalhadores” sem funções, por outro, “torna-os mais vulneráveis a propostas de rescisão”.

Esta dispensa de apresentação no local de trabalho pode também “configurar uma forma de assédio laboral“, refere a TVI.

“Stress global”

Falando à agência Lusa, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Portugal Telecom (STPT), Jorge Félix, afirmou que, neste momento, “todo o ambiente existente na PT é um ambiente de stress global”, abrangendo “a generalidade dos trabalhadores”.

Segundo Jorge Félix, estes funcionários sem funções – “que são cerca de 200” – estão a ser alvo de “assédio”, já que a empresa os está a convidar “para irem para casa sem prestar a assiduidade diária, com direito à retribuição e ao subsídio de almoço, portanto com todos os direitos remuneratórios, mas sem sequer estarem no trabalho”.

“O que nós pensamos é que estão a tentar ludibriar a ACT porque a ACT diz que vai continuar a sua acção inspectiva e de controlo”, justificou o sindicalista, apontando que a autoridade “vai chegar aos locais onde estão os trabalhadores sem funções e [eles] já não estão lá”.

Como estão a trabalhar através de casa, “não vão penalizar a empresa, que já não vai pagar as coimas” por a ACT “ver muito menos gente parada e sem fazer nada”, acrescentou.

Contudo, o responsável referiu que isso vai “fragilizar mais a situação desses trabalhadores”.

“Um trabalhador que esteja 90 dias afastado diariamente da sua atividade da empresa e, ao fim desse tempo, voltar à empresa, vem com um pensamento e com uma forma de estar totalmente diferente, mais fragilizado no que diz respeito a exigir um posto de trabalho com a sua categoria”, exemplificou.

Além disso, continuou, o funcionário fica “numa situação de maior possibilidade de chegar a acordo com a empresa para uma rescisão por mútuo acordo, até por um valor menos interessante”.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Estes mafiosos franceses, nem sequer disfarçam que se estão a borrifar para tudo/todos e cujo único objectivo é o lucro fácil!!
    É para encher os bolsos a este tubarões que certos iluminados defendem a maior facilitismo nos despedimentos, etc, etc…

RESPONDER

A tecnologia ressuscitou o "plágio" de escritores medievais

Os trabalhos de autores medievais foram "ressuscitados" com a tecnologia do século XXI numa inesperada colaboração na Universidade de St Andrews, na Escócia. Um arquivo das obras de autores ingleses medievais, que revelava uma visão internacional …

Num cenário apocalíptico, a espécie humana poderia sobreviver "com populações na casa das centenas"

Cientistas de todo o mundo debruçam-se sobre a preparação das populações (e de abrigos) para sobreviver a um possível apocalipse. Para o antropólogo Cameron Smith, não seria necessário um número muito elevado de pessoas, desde …

Príncipe Harry diz que viver com a família real é "uma mistura entre o Truman Show e estar num zoo"

Depois de uma entrevista a Oprah Winfrey, o duque de Sussex faz novas revelações numa nova entrevista e descreve como era a sua vida antes de ir viver, primeiro para o Canadá e, depois, para …

Pentear o cabelo pode tornar-se uma tarefa mais fácil com a ajuda de um robô

Uma equipa de cientistas desenvolveu recentemente um braço robótico com uma escova de cabelo macia, equipada com uma câmara que ajuda o braço a "ver" e a avaliar a ondulação, para oferecer ao utilizador uma …

Benfica 4-3 Sporting | Águia vence dérbi espectacular

Mas que grande dérbi! Benfica e o novo campeão Sporting presentearam os adeptos com um jogo espectacular, um dos melhores dos últimos anos em Portugal, com futebol de ataque e golos, muitos golos. Foram nada menos …

Portugal é o 2.º país com mais divórcios e menos casamentos na UE

A taxa de casamentos na União Europeia caiu drasticamente nos últimos 55 anos, ao mesmo tempo que a taxa de divórcios subiu. Portugal é o segundo país onde esta tendência mais prevalece. De acordo com dados …

"É parte da nossa identidade". Pequena cidade na Suécia luta para preservar uma antiga língua moribunda

A organização Ulum Dalska, sediada numa pequena cidade sueca chamada Älvdalen, tem uma missão. Durante décadas, os seus membros têm trabalhado arduamente para ajudar a salvar a língua elfedaliana, um remanescente do nórdico antigo. "Tivemos a …

Papa diz que abuso infantil é uma espécie de “assassinato psicológico”

O Papa Francisco criticou hoje o abuso infantil dizendo que é “uma espécie de ‘assassinato psicológico’ e, em muitos casos, um cancelamento da infância” e pediu para “parar de encobrir” o fenómeno da pedofilia. Francisco falava …

Jerónimo considera “precipitado” discutir Orçamento de 2022 e “deitar borda fora” o atual

O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, considerou hoje “no mínimo precipitado” antecipar a posição do partido sobre o próximo Orçamento do Estado e “deitar borda fora” a concretização do atual. À margem de uma visita …

Plano da CIA para capturar Bin Laden originou um problema de saúde pública no Paquistão

Um novo estudo indica que um plano secreto da CIA para capturar Osama Bin Laden, no início de 2011, teve como consequência uma queda significativa das taxas de vacinação no Paquistão. O plano, que usava uma …