PT faz novas análises para apurar causas de indisposições de trabalhadores

Vitor Antunes / Flickr

-

A PT Portugal anunciou esta quinta-feira que vão ser feitas novas análises e testes para apurar as causas das indisposições sentidas ontem por 24 trabalhadores do call center de Beja.

Num comunicado enviado à agência Lusa, a PT informa que o call center de Beja, que estava fechado desde o dia 17 deste mês, após dezenas de trabalhadores terem sido levados para o hospital com sintomas de intoxicação, reabriu na segunda-feira com autorização da Direção Geral de Saúde (DGS) e da Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT).

A autorização foi concedida depois de terem sido feitos testes à qualidade do ar do interior do edifício e análises à qualidade da água do call center e tomadas medidas recomendadas por aquelas entidades, explica a PT.

Na quarta-feira, dois dias após a reabertura do call center, 24 trabalhadores “mostraram sintomas de indisposição“, indica a empresa, referindo que, depois de uma reunião com a ACT, foi decidido “encerrar as salas onde funciona” aquele serviço, “mantendo-se o restante edifício a funcionar normalmente”.

Agora, “serão realizados novas análises à qualidade de ar interior, conforto térmico e luminância e testes que se considerarem adequados ao apuramento das causas das indisposições”, informa a PT, referindo que “está a prestar todo o apoio” aos trabalhadores.

Na quarta-feira, 21 trabalhadores do call center da PT Portugal em Beja entraram nas urgências do hospital da cidade com sintomas de intoxicação, disse à agência Lusa fonte da unidade de saúde.

Segundo a fonte, os trabalhadores entraram com “náuseas, vómitos e ardor na garganta”, os mesmos sintomas dos casos registados nos dias 15 e 17 deste mês.

“Nenhum dos casos” que deram entrada no hospital na quarta-feira era “preocupante”, foi administrada “terapêutica para reverter os sintomas” e os 21 trabalhadores tiveram alta no próprio dia, descreveu a fonte.

No passado dia 15, dezassete trabalhadores do call center da PT em Beja foram levados para o hospital da cidade com sinais de intoxicação, situação que se repetiu dois dias depois, no dia 17, quando 41 trabalhadores do mesmo serviço também tiveram de ir para as urgências hospitalares devido a intoxicação, tendo todos tido alta horas mais tarde.

As pessoas apresentavam sintomas como vómitos, náuseas e ardor na garganta e, segundo os bombeiros de Beja, na origem dos casos de intoxicação terá estado um pesticida utilizado na desinfestação do edifício.

A desinfestação foi feita após queixas dos trabalhadores devido à existência de piolhos dos pombos.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Mais cinco mortes e 713 casos confirmados em Portugal

Portugal registou, este sábado, mais cinco mortes e 713 casos confirmados de covid-19, de acordo com o mais recente boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Este sábado registaram-se mais cinco mortes e 713 novos casos …

Dirigente da Huawei detida no Canadá pode voltar à China após acordo com EUA

A justiça dos EUA aceitou hoje o acordo entre o Departamento da Justiça e a Huawei, que vai permitir à filha do fundador e diretora financeira do conglomerado chinês de telecomunicações regressar à China. Uma juíza …

Depois do coro de críticas, brasões da Praça do Império passam do jardim para a calçada

Os brasões florais que representam as capitais de distrito e as ex-colónias portuguesas vão mesmo ser retirados da Praça do Império, em Lisboa, mas passarão a estar representados em pedra da calçada. É a solução …

Vulcão, La Palma

Aeroporto de Las Palmas inoperacional devido à acumulação de cinzas

O aeroporto de La Palma, na Ilha de Tenerife, nas Canárias, está inoperacional por acumulação de cinzas, resultante da erupção do vulcão Cumbre Vieja, informou hoje a empresa gestora dos aeroportos e do tráfego aéreo …

Siza Vieira reforça que é "trabalho" dos Bancos discutir com os clientes o reembolso das moratórias

O ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, reforça que cabe aos Bancos "discutir com os seus clientes que têm moratórias nos sectores mais afectados" pela pandemia o reembolso das dívidas após o fim destes mecanismos …

Domingos Soares de Oliveira de saída do Benfica

Além de João Varandas Fernandes e José Eduardo Moniz, o administrador Domingos Soares de Oliveira também não vai integrar a lista de Rui Costa para as próximas eleições. Rui Costa confirmou na terça-feira que é candidato …

Depois do Bayern, Barcelona também está atento a Luis Díaz

Luis Díaz continua a somar boas exibições e clubes interessados na sua contratação. Agora fala-se do desejo do Barcelona em contratar o colombiano em janeiro. Luis Díaz atravessa um momento de forma excecional ao serviço do …

Fuse Valley, Matosinhos

Está a nascer em Matosinhos a Silicon Valley portuguesa (e até Siza Vieira está "espantado")

O "Fuse Valley" promete ser a Silicon Valley portuguesa, em Matosinhos, num empreendimento inovador da Farfetch e da Castro Group que até deixa o ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, "espantado". A abertura está prevista …

Portugal aguarda "luz verde" da EMA para avançar com terceira dose aos idosos

Portugal aguarda a autorização da Agência Europeia de Medicamentos para avançar com a administração da terceira dose da vacina contra a covid-19 a maiores de 65 anos. Com base nos resultados de dois grandes estudos científicos …

E depois de Merkel? Alemanha já sente falta da Chanceler que saiu da sombra para salvar o seu "delfim"

Angela Merkel tinha prometido ficar afastada das eleições legislativas deste domingo, na Alemanha, mas saiu da sombra para apoiar o seu "delfim", o candidato da CDU, Armin Laschet, que deverá disputar a vitória com o …