PSD vai de trapalhada em trapalhada numa “tendência suicida”

António Cotrim / Lusa

Luis Marques Mendes

Foi “mais uma semana de descoordenações no PSD”. Quem o diz é Marques Mendes, no seu habitual espaço de comentário na SIC, criticando as “trapalhadas” do seu partido e a “falta de liderança” de Rui Rio.

Marques Mendes diz que o PSD esteve envolvido em várias “trapalhadas” ao longo da semana, citando as divergências de opinião entre Rui Rio e o vice-presidente David Justino no caso dos professores, as opiniões distintas entre o líder social-democrata e o seu conselheiro Silva Peneda no caso do Orçamento de Estado, e ainda a polémica em torno da votação parlamentar sobre o fim do adicional do imposto sobre os produtos petrolíferos.

Para Marques Mendes, é evidente que há “falta de liderança”. “Se houvesse liderança a sério, havia coordenação”, salienta o comentador da SIC, concluindo que “o PSD está em auto-gestão”.

O ex-líder social-democrata fala de uma “desafinação total” e de uma “tendência suicida” do PSD. Quando o PS está em dificuldade e em queda nas sondagens, o PSD, em vez de aproveitar, dá tiros nos pés”, constata.

Marques Mendes também critica o facto de Rui Rio “teimar” em “nunca fazer uma crítica a António Costa”, criticando sempre o Governo, mas nunca o primeiro-ministro. Além disso, admite “amiúde que o PSD vai perder as eleições”. “São dois erros crassos, porque desta forma o PSD não gera uma dinâmica de vitória, e depois, porque estas atitudes legitimam as suspeitas que entre Costa e Rio passa a ideia de um futuro Bloco Central”, refere.

Sobre a votação do fim do adicional ao imposto sobre os produtos petrolíferos, Marques Mendes salienta que foi “uma loucura” e um “exercício de completa demagogia e leviandade” por parte “de todos os agentes políticos”.

De um lado, “o Governo falhou a palavra” e “ficou-se pela demagogia”, diz o comentador. Mas do outro, CDS e PSD “criam a expectativa de que com esta lei o preço dos combustíveis pode baixar este ano, mas sabem que isso é impossível” porque “esta lei é inconstitucional”.

E há ainda o PCP e o BE que tentam “agradar a gregos e a troianos”, e sabem que “estão a ser desleais com o Governo que apoiam, com o Orçamento que aprovaram e com a Constituição que dizem respeitar”, sublinha Marques Mendes.

O comentador conclui que estão já todos “em campanha eleitoral”, com “a demagogia à solta” e “o vale tudo” como regra.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Ò anão intelectual Mendes, o que tu querias sei eu… Querias ao leme do PSD, a família santano-cavaquista do partido, à qual pertences. Esquece lá filho… Este país tão cedo não vira para o neo-liberalismo corporativista em que vivemos na Era Cavaquista e Passista.

    Ainda que o poder corporativo continue a exercer a sua influência encomendando leis ao Governo, com a ajuda das grandes sociedades de advogados, enquanto houver geringonça, há algum filtro a esse cancro. Depois das próximas legislativas, se o tão desejado (por grande parte do PS e do PSD) bloco central se instalar, aí já não digo nada.

  2. Esta falta de coordenação que fala Mendes vê-se nas empresas e em diversas outras áreas quando as chefias são fracas e puxa um para cada lado.

RESPONDER

SEF instaurou inspeção interna à morte de ucraniano, mas não detetou suspeitas de crime

Esta quarta-feira, o ministro da Administração Interna prestou esclarecimentos sobre a morte de um cidadão ucraniano à guarda do SEF, no aeroporto de Lisboa, na Comissão de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias. Eduardo Cabrita considerou …

Colocações no ensino superior adiadas para o final de setembro

Na sequência do adiamento nos calendários dos exames nacionais do ensino secundário, o acesso às licenciaturas é também atrasado. O calendário de acesso ao ensino superior vai ser atrasado em cerca de três semanas. Os resultados …

Rangel e outros 13 eurodeputados do PPE pedem expulsão de partido húngaro

O eurodeputado do PSD Paulo Rangel e outros 13 chefes de delegação do Partido Popular Europeu (PPE) pediram na terça-feira a expulsão do partido húngaro Fidesz, exigindo ao líder parlamentar daquela família política, Manfred Weber, …

Milhares pediram o cancelamento do TV Fest. Festival foi suspenso

O Ministério da Cultura criou um festival televisivo exclusivamente dedicado à música portuguesa em parceria com a RTP, mas o formato e os critérios estão a causar forte polémica no meio. Uma petição pública online …

Comércio internacional pode cair para níveis da Grande Depressão

A Organização Mundial do Comércio referiu na quarta-feira que o arrefecimento do comércio internacional provocado pela Covid-19 pode chegar aos níveis registados nos anos 30 devido à Grande Depressão. Segundo noticiou o Observador, na melhor das …

Loja de telemóveis apanhada a vender álcool gel com lucro até 400%

Os inspetores da Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) encontraram, em Lisboa, uma loja de reparação e venda de acessórios para telemóveis a vender frascos de gel desinfetante de 500 ml a 24,95 euros …

Em Portimão, uma sirene toca quando alguém sai de casa sem justificação

A sirene do quartel dos Bombeiros de Portimão vai passar a tocar sempre que alguém sair de casa e andar na rua sem justificação. O anúncio foi feito pela Câmara Municipal de Portimão em comunicado. De …

Short Selling - ou como vender ações emprestadas para ganhar muito dinheiro

Vender ações da bolsa que não são suas é uma forma de ganhar bastante dinheiro. Esta forma de negociação, denominada short selling, é muito lucrativa mas implica algum risco, pelo que é prudente aconselhar-se junto …

"Nem mais um abuso". Grupo no Whatsapp servia para planear ataques à polícia em Espanha

Dois homens de 25 e 30 anos, os dois criadores de um grupo de Whatsapp que servia para planear ataques à polícia espanhola, foram detidos esta terça-feira. De acordo com o jornal espanhol El País, o …

Trabalhadores independentes que reduziram descontos da Segurança Social terão apoio mais baixo

Os trabalhadores independentes que optaram por reduzir em 25%, de forma fictícia, o rendimento sobre o qual incidem as contribuições, e que por isso descontaram menos, verão refletida essa diminuição no apoio que podem receber …