PSD vai de trapalhada em trapalhada numa “tendência suicida”

António Cotrim / Lusa

Luis Marques Mendes

Foi “mais uma semana de descoordenações no PSD”. Quem o diz é Marques Mendes, no seu habitual espaço de comentário na SIC, criticando as “trapalhadas” do seu partido e a “falta de liderança” de Rui Rio.

Marques Mendes diz que o PSD esteve envolvido em várias “trapalhadas” ao longo da semana, citando as divergências de opinião entre Rui Rio e o vice-presidente David Justino no caso dos professores, as opiniões distintas entre o líder social-democrata e o seu conselheiro Silva Peneda no caso do Orçamento de Estado, e ainda a polémica em torno da votação parlamentar sobre o fim do adicional do imposto sobre os produtos petrolíferos.

Para Marques Mendes, é evidente que há “falta de liderança”. “Se houvesse liderança a sério, havia coordenação”, salienta o comentador da SIC, concluindo que “o PSD está em auto-gestão”.

O ex-líder social-democrata fala de uma “desafinação total” e de uma “tendência suicida” do PSD. Quando o PS está em dificuldade e em queda nas sondagens, o PSD, em vez de aproveitar, dá tiros nos pés”, constata.

Marques Mendes também critica o facto de Rui Rio “teimar” em “nunca fazer uma crítica a António Costa”, criticando sempre o Governo, mas nunca o primeiro-ministro. Além disso, admite “amiúde que o PSD vai perder as eleições”. “São dois erros crassos, porque desta forma o PSD não gera uma dinâmica de vitória, e depois, porque estas atitudes legitimam as suspeitas que entre Costa e Rio passa a ideia de um futuro Bloco Central”, refere.

Sobre a votação do fim do adicional ao imposto sobre os produtos petrolíferos, Marques Mendes salienta que foi “uma loucura” e um “exercício de completa demagogia e leviandade” por parte “de todos os agentes políticos”.

De um lado, “o Governo falhou a palavra” e “ficou-se pela demagogia”, diz o comentador. Mas do outro, CDS e PSD “criam a expectativa de que com esta lei o preço dos combustíveis pode baixar este ano, mas sabem que isso é impossível” porque “esta lei é inconstitucional”.

E há ainda o PCP e o BE que tentam “agradar a gregos e a troianos”, e sabem que “estão a ser desleais com o Governo que apoiam, com o Orçamento que aprovaram e com a Constituição que dizem respeitar”, sublinha Marques Mendes.

O comentador conclui que estão já todos “em campanha eleitoral”, com “a demagogia à solta” e “o vale tudo” como regra.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Ò anão intelectual Mendes, o que tu querias sei eu… Querias ao leme do PSD, a família santano-cavaquista do partido, à qual pertences. Esquece lá filho… Este país tão cedo não vira para o neo-liberalismo corporativista em que vivemos na Era Cavaquista e Passista.

    Ainda que o poder corporativo continue a exercer a sua influência encomendando leis ao Governo, com a ajuda das grandes sociedades de advogados, enquanto houver geringonça, há algum filtro a esse cancro. Depois das próximas legislativas, se o tão desejado (por grande parte do PS e do PSD) bloco central se instalar, aí já não digo nada.

  2. Esta falta de coordenação que fala Mendes vê-se nas empresas e em diversas outras áreas quando as chefias são fracas e puxa um para cada lado.

RESPONDER

Autarca de Cascais associa festa privada de luxo a “número muito expressivo” de casos

O presidente da Câmara Municipal de Cascais associou este sábado uma festa privada, organizada num clube de luxo na Avenida de Liberdade, a "um número muito expressivo de casos" registado no concelho. "A festa de aniversário …

João Almeida acaba em 4.º e faz história no Giro. É o melhor português de sempre na prova

O português João Almeida (Deceuninck-QuickStep) subiu este domingo ao quarto lugar final da 103.ª edição da Volta a Itália em bicicleta, no contrarrelógio da 21.ª etapa, que 'coroou' o britânico Tao Geoghegan Hart (INEOS). O português …

Santo Stefano paga 8.000 euros por ano a quem quiser viver na vila medieval italiana

Santo Stefano di Sessanio, uma vila medieval em Abruzzo, uma região no lado leste do centro-sul da Itália, está disposta a pagar a quem quiser mudar-se e começar um negócio nesta pequena localidade. Uma pequena vila medieval …

Portugal com mais 19 mortos e 2.577 casos confirmados

Portugal contabiliza este domingo mais 19 mortos relacionados com a covid-19 e 2.577 casos confirmados de infeção com o novo coronavírus, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o boletim este …

Espanha decreta novo estado de emergência. Durará seis meses e terá recolher obrigatório

O Governo de Espanha aprovou este domingo o estado de emergência sanitária que permitirá a instauração do recolher obrigatório em todo o país para travar a de casos do novo coronavírus, anunciou o primeiro-ministro. O estado …

CDS quer saber se proibição de deslocações entre concelhos exclui assistir a espetáculos

O grupo parlamentar do CDS-PP questionou este sábado o Governo se a proibição de deslocações durante o fim de semana dos Fiéis Defuntos exclui deslocações para assistir a espetáculos culturais, querendo saber como justifica a …

Pandemia "roubou" dez anos à almofada financeira das reformas

O jornal Público escreve este domingo que dez meses de pandemia foram o suficiente para encurtar em uma década o prazo previsto até ao esgotamento do fundo que serve de almofada financeira para o sistema …

Chicago tem a maior praga de ratos dos Estados Unidos (pelo 6.º ano consecutivo)

Chicago, a cidade mais populosa do estado do Illinois, é, pelo sexto ano consecutivo, aquela que tem a maior praga de ratos dos Estados Unidos. Uma empresa de controlo de pragas garante receber mais chamadas …

Presidente da Samsung morre aos 78 anos

O presidente da Samsung Electronics, Lee Kun-hee, morreu este domingo aos 78 anos, disse o grupo sul-coreano em comunicado. Lee, que transformou o grupo num gigante global das telecomunicações, estava acamado desde um ataque cardíaco em …

Chuva de críticas à F1 em Portimão. Organização promete expulsar quem não cumprir distanciamento

Fotografias das bancadas da Fórmula 1 em Portimão começaram a correr este sábado nas redes sociais, gerando alguma polémica e descansando uma série de críticas, uma vez que as bancadas pareciam ter mais público do …