PSD e CDS “prometem sol na eira e chuva no nabal”, acusa Vieira da Silva

Mário Cruz / Lusa

O socialista Vieira da Silva acusou esta terça-feira o PSD e o CDS-PP de prometerem “sol na eira e chuva no nabal” e de introduzirem o “ataque pessoal e a calúnia” como a única novidade no debate eleitoral.

“Onde [estes partidos] erguem a voz com mais pujança, com mais convicção, verdadeiramente, é na única linha política que os distingue nesta campanha eleitoral: a do ataque pessoal e a da calúnia”, referiu Vieira da Silva.

Na sua intervenção, num comício no Centro Cultural e de Congressos de Aveiro, o governante socialista acusou os dois partidos de apenas terem trazido essa “novidade” para o debate eleitoral .”A política da calúnia, da insinuação, das meias palavras não compensa para Portugal e não compensa para os portugueses”, afirmou, sublinhando que a oposição escolheu “falar muito e pouco dizer”.

Vieira da Silva considerou que o programa eleitoral destes partidos não tem “nada de novo”, acusando-os de reeditarem “as velhas promessas de baixar os impostos”, que os portugueses sabem “como acabam”.

O atual ministro da Solidariedade, Emprego e Segurança Social, que foi cabeça de lista do PS pelo distrito de Santarém em 2015, anunciou recentemente que vai abandonar a vida política ativa. Desde 1999, quando foi eleito pela primeira vez deputado à Assembleia da República, que Vieira da Silva desempenha cargos de responsabilidade política em exclusividade, como deputado e membro do governo.

Jorge Sequeira, presidente da federação distrital do PS de Aveiro, a quem coube a primeira intervenção da noite, disse que Mário Centeno demonstrou que o programa do PSD “é uma falácia”, já que “não há dinheiro” para “custear as medidas” que propõe.

Por outro lado, para o também presidente da Câmara de São João da Madeira, a “máscara” de Rui Rio “já caiu”, referindo-se ao caso das alegadas assinaturas falsas de deputados do PSD num pedido de fiscalização sucessiva ao Tribunal Constitucional.

“As consequências políticas, infelizmente, não viram a luz do dia. É caso para perguntar ao PSD onde está a tão propalada ética política, o tão propalado rigor”, sublinhou, num discurso em que elogiou António Costa, cujo nome, defendeu, vai figurar na “história contemporânea” ao lado de Mário Soares.

Costa alerta: sondagens não ganham eleições

Por sua vez, o líder socialista admitiu que o PS pode ter perdido votos há quatro anos por não prometer “o que muitos queriam ouvir”, mas considerou que essa é a melhor garantia de que o partido cumpre as suas promessas.

“Se calhar, na altura, perdemos votos porque não prometemos o que muitos queriam ouvir. Mas tenho a certeza que esses hoje sabem que a melhor garantia que podem ter de que cada compromisso que hoje assumimos vamos mesmo cumprir, é o facto de termos cumprido nos últimos quatro anos tudo aquilo que há quatro anos atrás dissemos que íamos fazer”, declarou António Costa.

Na sua intervenção, lembrou que, “ao contrário do que há quatro anos todos diziam, deixando o PS isolado”, não foi preciso Portugal optar entre a Europa ou subjugar-se à austeridade “Agora parece fácil. Agora, todos acham que foi fácil, que é natural e que não custou nada. Mas a verdade é que há quatro anos todos nos batiam”, afirmou.

Segundo o secretário-geral do PS, uns diziam que o país só se libertava da austeridade “rasgando o euro ou mesmo tendo de abandonar a União Europeia”. Por seu turno, outros diziam que, “com essa conversa de se quererem libertar da austeridade”, Portugal ainda vai ter sair “fora do Euro e se calhar, até, da União Europeia”.

“Pois quatro anos depois, nós podemos dizer: estavam todos errados, estamos no euro, estamos na Europa e virámos a página da austeridade”, frisou.

António Costa aproveitou ainda para avisar os portugueses para não contarem com as sondagens, porque “podem acordar no dia seguinte de manhã com uma surpresa desagradável”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Trump refere-se a Fauci como "um desastre" e acusa-o de ser "idiota"

O presidente dos EUA, Donald Trump, disse nesta segunda-feira que o principal rosto do combate à pandemia no governo, o imunologista Anthony Fauci, é um "desastre" e possivelmente um "idiota", numa altura em que o …

Estado condenado a indemnizar cidadão romeno por tratamento desumano

O Tribunal Europeu dos Direitos Humanos (TEDH) condenou o Estado português ao pagamento de 14 mil euros por tratamento desumano do cidadão romeno Lonuţ-Marian Bădulescu, durante a detenção deste na cadeia do Porto. Numa decisão esta …

Panama Papers. Alemanha com ordens de detenção para Mossack e Fonseca

Um tribunal de Colónia emitiu ordens de detenção contra Jürgen Mossack e Ramón Fonseca por fraude fiscal e associação criminal no caso dos Papéis do Panamá, uma investigação internacional por branqueamento de dinheiro, anunciaram esta …

Depressão Bárbara. Registadas 654 ocorrências, mau tempo volta a agrava-se hoje

A Proteção Civil registou até ao final da manhã desta terça-feira 654 ocorrências devido ao mau tempo, sobretudo nas zonas urbanas a norte do rio Tejo, e colocou em alerta especial laranja mais três distritos …

Bolsonaro diz que vacina será gratuita mas não obrigatória

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, disse esta segunda-feira que a vacina contra a Covid-19 será gratuita mas não será obrigatória para a população do país, o segundo com mais mortes no mundo devido à …

Estudantes indicaram professor que foi decapitado a jihadista (em troca de dinheiro)

Investigadores acreditam que vários estudantes indicaram por dinheiro quem era o professor Samuel Paty ao jihadista que o decapitou na sexta-feira ao lado da escola onde trabalhava na região de Paris. O ministro da Educação, Jean-Michel …

Portugal regista mais 15 óbitos, 1.876 novos casos e 1.932 recuperados

Portugal contabiliza esta terça-feira mais 15 mortos relacionados com a covid-19 e 1.876 casos confirmados de infeção com o novo coronavírus, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim, …

Há ratos e répteis no Centro Hospitalar de Viseu. Ala psiquiátrica está em "péssimas condições"

O alerta partiu do bastonário da Ordem dos Médicos que denunciou a "péssima condição" a que os utentes estão sujeitos. Miguel Guimarães desafiou esta segunda-feira a ministra da Saúde a visitar o departamento de Psiquiatria do …

Portugal é pouco poupador, tem condições de trabalho precárias e pouca escolaridade

Portugal é um país envelhecido, com idosos a viverem sozinhos, pouco poupador e onde o trabalho é precário, os patrões e empregados têm baixa escolaridade e há poucas mulheres na polícia, revela uma publicação da …

País em duodécimos seria uma "irresponsabilidade". Bloco acusa Governo de chantagem “inaceitável”

A coordenadora do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, falou, em entrevista à Rádio Observador, sobre as negociações com o Governo para a aprovação do Orçamento de Estado para 2021. Em entrevista à Rádio Observador, a coordenadora …