PSD e CDS receberam indevidamente 100 mil euros do Estado

O PSD e o CDS-PP receberam em conjunto um total de 100 mil euros do Estado a que não tinham direito. O montante diz respeito à subvenção pública pela campanha eleitoral das legislativas de 2015.

A conclusão é da Entidade das Contas e Financiamentos Políticos (ECFP) que considerou estes pagamentos “absurdos” e contrários à lei. De acordo com a entidade, a ECFP não pode tomar medidas porque a decisão de pagamento parte apenas da Assembleia da República.

O relatório de contas da campanha de 2015, a que a TSF teve acesso, conta que em causa está a candidatura isolada do PSD e CDS-PP aos círculos da Madeira e Açores nas eleições legislativas de 2015. Ao contrário do que acontece no resto do país, nestes círculos os dois partidos não concorreram coligados.

Segundo a ECFP, a lei é clara: só têm direito à subvenção os partidos que se candidatem a pelo menos 51% dos lugares no Parlamento, sendo que, isoladamente, o CDS-PP só concorreu a 2,6% e o PSD a 4,8%.

Acrescentando que não faz partido somar as candidaturas isoladas às candidaturas em coligação do resto do país. Caso contrário, os partidos das coligações “concorreriam, no seu somatório, ao dobro ou triplo dos mandatos previstos para cada círculo”.

O relatório vai ainda mais longe e considera que a solução adotada pelos partidos e pelo Parlamento – que pagou a verba – é “absurda e que, lamentavelmente, não foi minimamente ponderada”, reitera. Para a ECFP, o PSD recebeu 90 mil euros indevidamente e o CDS 8 mil euros.

Apesar das críticas fortes ao Parlamento e aos partidos que pediram o dinheiro público para pagar a campanha, a Entidade acaba por não considerar na decisão final que esta é não é uma irregularidade das contas dos dois partidos. Pois, de acordo com a lei, o cálculo e o pagamento da subvenção são da responsabilidade da Assembleia da República. A Entidade das Contas que fiscaliza os partidos nada pode fazer.

Irregularidades em todos os partidos

Segundo o mesmo relatório da ECFP, foram identificadas irregularidades nas contas da campanhas eleitorais de 2015 em todos os partidos. A CDU e a coligação PSD/CDS-PP lideram o número de infrações.

As conclusões, que só agora foram finalizadas, falhas irregularidades a todos os partidos com lugar no Parlamento. A CDU e a coligação PSD/CDS-PP lideram com quatro tipos de irregularidades cada, seguindo-se o PS com três, o mesmo número de falhas que têm as contas do CDS-PP analisadas isoladamente e não em coligação.

Quanto ao Bloco de Esquerda, foram detetadas duas irregularidades e nas contas do PSD uma, tal como no PAN, revela a TSF. Nenhuma das irregularidades assume grande valor, podendo agora os partido recorrer da decisão para o Tribunal Constitucional.

No caso do Partido Socialista, por exemplo, as três violações à lei do financiamento dos partidos políticos e das campanhas eleitorais estão relacionadas com contribuições do partido mal refletidas nas contas, despesas com idas ao estrangeiro não elegíveis e despesas que não se conseguiu perceber se foram excessivamente valorizadas.

Entre as quatro irregularidades da coligação PSD/CDS-PP está também o facto de terem sido detetadas ações e meios de campanha que não estavam refletidas nas contas, entre as quais duas carrinhas de som e um veículo que transportou Paulo Portas e Pedro Passos Coelho em ações de campanha.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Já são conhecidos os nomeados aos Globos de Ouro. Netflix lidera com "O Irlandês" e "Marriage Story"

A cerimónia de entrega de prémios realiza-se a 5 de janeiro de 2020 no hotel Beverly Hilton, em Los Angeles, e será apresentada por Ricky Gervais. Já são conhecidos os nomeados à 77ª edição dos Globos …

Falhas na formação de médicos levam ministra a criar grupo de trabalho

A ministra da Saúde determinou a constituição de um grupo de trabalho para criar um manual de regras e procedimentos para a avaliação das capacidades de formação de médicos no SNS, depois de falhas apontadas …

Surto de sarampo leva Samoa a fechar escolas e serviços. Ativista anti-vacinação detido

Com o objetivo de conter o surto de sarampo que já matou 60 pessoas, o governo de Samoa está a pedir à população que coloque uma bandeira vermelha em frente às casas nais as pessoas …

Poluição do ar leva Sarajevo a cancelar todos os eventos públicos

As autoridades bósnias consideram que a poluição na capital do país, Sarajevo, atingiu níveis perigosos nos últimos dias. Perante a densa nuvem de nevoeiro que paira na cidade, o governo regional decidiu cancelar todos os …

A banana colada à parede que custou 108 mil euros foi comida

A banana mais cara do mundo, presa a uma parede com fita adesiva, foi descascada e comida por um artista que visitava o stand da galeria Perrotin, na feira de arte contemporânea Art Basel, nos …

Empresas norte-americanas reforçam domínio na venda global de armas

O Instituto Internacional de Estudos de Paz de Estocolmo (SIPRI) revelou esta segunda-feira que as empresas norte-americanas aumentaram o domínio no comércio global de armas em 2018, para 59% do volume total entre as 100 …

Faltam medicamentos para doenças crónicas nas Farmácias (e ninguém sabe porquê)

Há medicamentos para doenças crónicas que estão, constantemente, em falta nas Farmácias Portuguesas. Uma situação preocupante, sobretudo para os pacientes que deles precisam, e que não tem uma explicação. A Associação Nacional de Farmácias está …

Mais de dois mil coalas mortos devido aos incêndios na Austrália

O presidente da Aliança das Florestas do Nordeste da Austrália disse que os incêndios florestais que deflagram no leste do país, desde o início de novembro, provocaram a morte a mais de dois mil coalas. O …

Regionalização sem referendo é “golpe de estado palaciano”

Luís Marques Mendes falou este domingo, no habitual espaço de comentário político na SIC, sobre a regionalização, os "tempos difíceis para a direita", Greta Thunberg e Joe Berardo. Houve ainda tempo para falar sobre o …

China diz que detidos em Xinjiang estão "formados" e "vivem felizes"

Um alto quadro do regime chinês afirmou, esta segunda-feira, que os membros de minorias étnicas chinesas de origem muçulmana mantidos em "centros de treino vocacional" no extremo oeste do país já se "formaram" e levam …