PS desafia partidos a reduzirem em 50% os outdoors na campanha das legislativas

(dr) partidosocialista / Flickr

O primeiro-ministro António Costa

A proposta da secretária-geral adjunta e outros quatro militantes recomenda 10 medidas de proteção ambiental para aplicar na campanha para as legislativas.

O PS vai desafiar as outras forças políticas a assumirem o compromisso de reduzirem em 50% o número de outdoors na campanha das eleições legislativas e promete privilegiar os veículos híbridos e elétricos e a bicicleta.

A proposta de recomendação intitulada “Eleições Legislativas: Ações para uma campanha eleitoral sustentável e mais amiga do ambiente”, documento ao qual a agência Lusa teve acesso, é subscrito pela secretária-geral adjunta dos socialistas, Ana Catarina Mendes, pelos dirigentes Duarte Cordeiro e Hugo Pires, bem como pelo ex-deputado Marcos Sá e pelo militante Hugo Chambre.

Um dos pontos desta resolução passa por “desafiar publicamente todos os partidos para a concretização de um compromisso na redução do número de outdoors, em 50%, em relação a campanhas eleitorais anteriores, contribuindo assim para a diminuição do ruído visual e impacto ambiental“.

Pela sua parte, na campanha para as eleições de 6 de outubro, o PS pretende seguir a regra de que os meios de transporte ligeiros alugados sejam “veículos híbridos e elétricos (sempre que disponíveis) e cumprindo os valores máximos de aluguer” da Entidade das Contas e Financiamentos Políticos.

“Em deslocações locais, utilizar bicicletas e meios suaves de mobilidade, para reduzir a pegada ambiental, sensibilizando assim os eleitores para a transição energética, para um estilo de vida saudável e para a defesa do ambiente”, refere o mesmo documento.

Entre outras ações, a direção de campanha do PS vai recomendar que a lavagem de todos os meios de transporte alugados para a campanha eleitoral seja “efetuada através de equipamentos que reutilizem a água, ou, em alternativa, sistemas de lavagem que utilizam técnicas com produtos ecológicos e que não usam água para consumo humano”.

No texto, recomenda-se também que “todos os candidatos ao parlamento optem pela utilização de transportes públicos, sempre que essa oferta esteja disponível”.

O PS promete igualmente “apostar na promoção e divulgação de folhetos e programas eleitorais essencialmente na internet e redes sociais, na sua versão digital”, e vai sugerir que “em todas as ações e iniciativas de campanha seja disponibilizada, exclusivamente, água da torneira, em recipientes de vidro produzido em Portugal”.

Na próxima campanha eleitoral, os socialistas pretendem ainda “reformular todo o merchandising, vulgo brindes, garantindo a eliminação do plástico, privilegiando preferencialmente ofertas que promovam hábitos e práticas saudáveis, assim como, que promovam a economia local, social e valores ambientais”.

Na mesma linha, esta resolução visa que se garanta que “todos os folhetos ou programas impressos sejam produzidos em material 100% reciclável e em papel cuja origem tem certificado no âmbito da gestão florestal sustentável”.

O PS, refere-se no mesmo documento, promete igualmente colocar no site da sua campanha “um contador que registará a pegada ecológica da sua campanha eleitoral”.

“O nosso compromisso será alcançar a neutralidade carbónica, com a realização de ações de plantações de árvores, em todos os círculos eleitorais, no período da campanha eleitoral e durante os quatro anos da legislatura”, acrescenta-se.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. A minha alma está parva, surpreendeu-me pela positiva!!!
    É de facto um problema, a poluição visual que esses outdoors conseguem fazer!
    Até enjoa!!!

RESPONDER

Trump critica muro construído pelos seus apoiantes na fronteira com México

O Presidente dos Estados Unidos da América (EUA) criticou hoje um muro construído por apoiantes na fronteira americana com o México e que está em risco de ruir, defendendo que o objetivo do grupo era …

Estado de emergência devido a novo derrame de combustível no Círculo Polar Ártico

As autoridades russas declararam o estado de emergência na localidade de Tukhard, na Sibéria, devido ao derramamento de 44,5 toneladas de combustível num lago, naquele que é o segundo desastre ecológico no Círculo Polar Ártico …

Bélgica inclui Alentejo e Algarve na zona laranja com "maior vigilância"

Os viajantes que entrem na Bélgica oriundos do Alentejo e do Algarve serão sujeitos a “maior vigilância” devido à pandemia da covid-19, segundo o site do Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE) belga, que não especifica …

Infetado detido em Miranda do Douro por desrespeitar confinamento obrigatório

A GNR deteve em Miranda do Douro um homem, de 26 anos, por não respeitar o confinamento obrigatório que lhe foi decretado pela autoridade de saúde pública naquele concelho do distrito de Bragança. "O homem encontrava-se …

Sudão aprova criminalização da mutilação genital feminina

O Conselho Soberano, a mais alta autoridade do Sudão, aprovou a criminalização da mutilação genital feminina (MGF), uma prática muito antiga que continua generalizada no país, anunciou o Ministério da Justiça. O Conselho Soberano, composto por …

Andrzej Duda reeleito Presidente da Polónia

O chefe de Estado polaco venceu a segunda volta das eleições Presidenciais com 51,21% dos votos, derrotando o liberal Rafal Trzaskowski, anunciou, esta segunda-feira, a Comissão Eleitoral. Segundo a Comissão Eleitoral, Andrzej Duda conseguiu a reeleição …

Manifestantes criticam escolha de Macron para o Ministério do Interior. Ministro é acusado de violação

Ativistas dos direitos das mulheres protestaram, em França e no estrangeiro, contra a nomeação do novo ministro do Interior, acusado de violação, e do ministro da Justiça, que ridicularizou o movimento #MeToo. Ativistas dos direitos das …

Cinco meses depois, chefes de diplomacia da UE voltam a reunir-se em Bruxelas

A reunião contempla temas como o impacto da pandemia, a situação na Líbia, Hong Kong e na Venezuela, as relação da União Europeia com a Índia e África e o Processo de Paz do Médio …

Há 12 países que conseguiram escapar à pandemia

Tendo em conta os casos registados e comunicados oficialmente pelas autoridades, há 12 países no mundo que não registam qualquer caso de infeção. Segundo a universidade norte-americana Johns Hopkins, a covid-19 chegou a 188 países, mas, …

"Prisioneira em casa" há 4 meses. Algarvia já fez 14 testes e não se livra do coronavírus

A algarvia Tânia Poço está infectada com o novo coronavírus há quatro meses. Nesta altura, já não tem sintomas de covid-19, mas os testes que tem feito continuam a assinalar a presença do vírus naquele …