/

PS e CDS podem ser os “grandes vencedores” das eleições europeias

1

Pietro Naj-Oleari / European Parliament

O Partido Socialista pode eleger nove eurodeputados, de acordo com a projeção sobre a futura constituição da assembleia europeia divulgada esta segunda-feira pelo Parlamento Europeu, que dá aos socialistas 38,5% das intenções de votos dos portugueses.

Naquela que é a primeira de uma série de projeções que serão reveladas quinzenalmente pelo Parlamento Europeu até às eleições de 23 a 26 de maio, o Partido Socialista aparece como o vencedor, com 38,5% de intenções de votos, com o Partido Social Democrata a surgir no segundo lugar, com 23,4%.

De acordo com a sondagem hoje divulgada, os socialistas, que no sábado confirmaram Pedro Marques como cabeça de lista às europeias, conseguiriam eleger nove eurodeputados, mais um do que na atual legislatura, enquanto os sociais-democratas, liderados por Paulo Rangel, manteriam os atuais seis representantes.

O outro grande ‘vencedor’ seria o CDS-PP, o único outro partido português a conquistar outro assento na próxima assembleia europeia. Com 9,9% das intenções de votos, os centristas, que têm Nuno Melo como cabeça de lista, elegeriam dois eurodeputados, menos um do que o Partido Comunista, que com 13,4% conservaria os três assentos na assembleia europeia, tendo João Ferreira como número um.

Já o Bloco de Esquerda, de acordo com a sondagem divulgada, teria Marisa Matias como única representante, ao recolher 7,5% dos votos. O PAN, com 2,4% de intenções de votos, e o Aliança, com 1,4%, são os outros partidos mencionados na sondagem, que dá 3,5% a ‘outros’ partidos.

As eleições europeias realizam-se entre 23 e 26 de maio. A projeção divulgada pelo Parlamento Europeu recorre a uma sondagem da Aximage, realizada entre 4 e 7 de janeiro, na qual foram efetuadas 608 entrevistas telefónicas, sendo a margem de erro de 4%. Na metodologia do PE, as respostas de indecisos e não votantes são eliminadas.

  // Lusa

1 Comment

  1. Espero que os Portugueses tenham o sangue frio na hora da votação, e que evitem votar à direita. Porque estamos a falar do parlamento europeu, e votar à direita quer dizer quem votar à direit, está a dizer que concorda com as posiçoes anti democraticas da UE, e da subserviencia aos eua, casos até que podem configurar crimes e actos terroristas, como patrocinar e apoiar golpes ilegais como o de kiev, o destabilizar e obedecer obedientemente aos eua para destabilizar a venezuela. O apoiar âs cegas as investidas na nato em muitas partes do mundo, a imposição de sançoes a paises que nada fizeram de mal. Resumindo, é preciso evitar votar à direita, e nem no PS é solução. É preciso votar à esquerda

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.