/

PS admite perder entre 10 e 15 Câmaras (mas aposta numa vitória no Cavaquistão)

1

Nuno Veiga / Lusa

A direcção socialista espera também segurar Almada e Coimbra e vencer em Viseu e em Portalegre, duas câmaras historicamente do PSD.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Segundo avança o Público, a direcção do Partido Socialista já está a contar perder entre 10 a 15 das 161 Câmaras que detém actualmente nas eleições autárquicas. O jornal avança que ficar com 155 autarquias já é visto como “um grande resultado” pelos socialistas e que perder 15 é a “expectativa mais baixa”.

Uma das perdas que o PS antecipa é a Câmara do Funchal, para o PSD. A Figueira da Foz está também em grande risco, já que as sondagens apontam para um regresso do antigo autarca e ex-líder do PSD Pedro Santana Lopes à presidência com maioria absoluta.

Apesar das sondagens mostrarem uma vitória da coligação encabeçada por José Manuel Silva, que inclui o PSD e o CDS, em Coimbra, os socialistas têm esperança de conseguir segurar Manuel Machado.

O Público escreve também que a direcção do PS acredita que vai conquistar a Câmara historicamente laranja de Viseu, numa zona do país que ficou conhecida como o “cavaquistão” devido ao domínio social-democrata. O ex-autarca e deputado do PSD Fernando Ruas, considerado um “dinossauro autárquico”, é o adversário mais forte.

Os socialistas têm também confiança de que vão ganhar em Portalegre, outra autarquia que costuma ser dominada pelo PSD, e que Inês de Medeiros vai conseguir segurar Almada mesmo perante a investida da CDU.

Nos Açores, o PS espera perder quatro das autarquias a que actualmente preside. O partido de António Costa quer também vencer em Estremoz, Montemor-o-Novo, Monchique, Albufeira, Murça e Sabrosa.

Actualmente, o PS preside a 159 Câmaras sozinho e integra as coligações que lideram as autarquias do Funchal e de Felgueiras.

  ZAP //

1 Comment

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.